Pesquisar e

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O que a Bíblia ensina sobre a atuação e expulsão de demônios

DEMONOLOGIA BÍBLICA e EXORCISMO


 “porque não ignoramos as suas maquinações”2 Co 2:11
“Para que Satanás não tire vantagem, pois não desconhecemos seus ardis” 2 Co 2:11 Bíblia Alfalit
                


1.  ORIGEM E QUEDA DE SATANÁS Ez 28:11-16; Is14:12-14 ( O rei de Tiro e o rei de Babilônia foram comparados à Satanás)
·         Criatura espiritual (querubim) Ez 28:14,15.
·         Estava no 3o céu (monte santo de Deus) Ez 2813,14.
·         Foi moralmente perfeito Ez 28:14,15.
·         Foi cheio de  formosura e sabedoria Ez28:12,17 (Continua ainda muito astuto)
·         Foi expulso do 3o céu por causa do orgulho Ez 28:16; Is 14:12-14; I Tm 3:6


2- ORIGEM E QUEDA DOS DEMÔNIOS Ap12:3-4,9
·         São anjos caídos, que foram liderados por Satanás Mt 25:41; Ap 12:9; I Co 6:3. Satanás é um demônio Mt 12:24.
·         O reino de Satanás é bem organizado, não há divisão nele Mt 12:26
·         Estão organizados hierarquicamente Dn 10:12-13,20 (Como os anjos de Deus, Miguel que é um arcanjo “anjo chefe’ é um dos primeiros príncipes Dn 10:13).
·         São chamados na bíblia de espírito imundo Lc 8:29; demônio Lc 8:30; espírito de demônio Lc 4:33; espírito malígno Lc 8:2; e ainda pelo tipo da  atuação como veremos depois .

3- NOMES DE SATANÁS
Satanás (adversário, oponente, inimigo) Lc 4:8; Ap 12:9, etc.
Diabo (difamador, acusador) Ap 12:9-10.
Tentador I Ts 3:5; Mt 4:3; I Co 7:5.
Belial  (maligno, indignidade) 2 Co 6:15.
Abadom e Apoliom (destruidor) Ap 9:11.
Belzebu (derivado de baal zibbul- senhor do sacrifício idólatra, sendo que zibbul significa sacrificio idólatra)Obs. alguns atribuem outras origens sugerindo “senhor das moscas” (baal zebub) ou “senhor das alturas” (baal zebub).Mas o primeiro significado é mais provável.  Mt 12:24.
deus deste século 2 Co 4:4.
Príncipe das potestades do ar Ef 2:2 nas versões ARC, ACR, AR, ALFALIT , NTLH.  
Malígno 1 Co 6:15; I Jo 5:18,19; Mt 5:37; Mt 13:19 c/ Mc 4:15, Mt 13:38-39 etc.      
*Príncipe deste  mundo – a palavra príncipe no grego é  archon e significa: príncipe, chefe, governante. (aquele que  manda  neste mundo - na NTLH) Jo 14:30; 16:11

  • Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a Bíblia descreve o Diabo como o príncipe, isto é, o governante deste mundo, mantendo controle de seus súditos Ef 2:2; I Jo 5:19. Isto também pode ser visto no trecho da tentação de Jesus Lc 4:5-6 e Mt 4:8-9, onde Jesus não contesta a veracidade do dito de Satanás sob o controle do mundo político. 
  • Deus sustenta o Universo  Hb 1:3; Cl 1:17, porém só reina na vida daqueles que lhe obedecem, porém chegará o dia que o reino deste mundo será integralmente dele Ap 11:15; 12:10. Por isso a Bíblia fala do reino de Deus em confronto com o reino de Satanás Lc 11:2, Mt 12:26,28.  Portanto muitos dos governantes deste mundo não são colocados por Deus e sim pelo Diabo Os 8:4, pois Deus decidiu por sua soberania respeitar a escolha do homem. Rm 13: 1-7 não contradiz o versículo anterior, antes fala da autoridade delegada, isto é, um arranjo de governo constituído por Deus. A Bíblia é também clara no que diz respeito na intervenção de Deus no governo humano em circunstâncias excepcionais Dn 4:17,25


4- SÍMBOLOS DE SATANAS E SEUS ANJOS
Serpente Ap 12:9; Dragão Ap 12:9; Escorpião Lc 10:19; Gafanhoto Ap 9:3-11; Leão I Pe 5:8-9; Sl 91:13; Estrela Ap 9:1


5- LUGAR ONDE ESTÃO
·         Alguns estão presos no tartaroo (traduzido por inferno -porém diferente do lugar onde estão os mortos sem Cristo, que é hades) Jd 6; 2 Pe 2:4
·         Os outros estão soltos no 1o céu (atmosférico) Ef 2:2; 6:12, atuando na vida humana.

6- SATANÁS É UM SER PESSOAL Mt 4:1-11; Jó 1:6-12; Mt 8:28-34 (“diálogos” de Deus e o Diabo/ demônios)

Pela palavra satã no antigo testamento algumas vezes se referir a inimigos humanos  I Sm 29:4; I Rs 11:23,25 , alguns argumentam que o diabo é apenas o mal dentro de cada um, já que não é exclusiva do Diabo. Porém a Bíblia descreve Satanás como um anjo, isto é, um querubim que se rebelou contra Deus. O Diabo por ser oponente de Deus, recebe o nome de Satanás.
·         Intelecto / razão: Ez 28:12,17; Mt 8:29
·         Emoções: Tg 2:19; Ap 12:12,17.
·         Vontade: Is 14:12-14 (ser igual a Deus); Ap 13:4 (receber adoração)

7-  ATUAÇÃO
7.1-De dentro do homem (possessão) : Quando a pessoa tem um demônio dentro de si este atua pelas seguintes formas:
  • manifestação- controle total de todas as faculdades do indivíduo (ao contrário das atuações citadas a seguir) de forma que há a supressão da sua personalidade pela manifestação do demônio em seu corpo Lc 8:27; Mc 1:32; Mc 9:17-18;
  • pensamentos contrários à vontade de Deus Jo 13:27 .
  • Doenças físicas Lc 13:10-13; Mt 12:22-32; Mt 9:32-33.
  • Doenças mentais Mc 5:1-15 (embora este relato já mostre o demônio em manifestação física no corpo do homem gadareno, é comum ver-se pessoas perturbadas que no momento da oração manifestam os espíritos que habitam em seus corpos Mc 1:21-26, neste relato Jesus estava apenas ensinando!)
7.2-De fora para dentro :
  • Pensamentos e palavras At 5:3; Mt 16:23; Jo 13:2; Mt 5:37; Tg 3:6; I Tm 5:14; etc., podendo chegar a se tornar uma opressão 
  • 1 Sm 16:14, 23. 2-Doenças Jó 2:7

7.3-Observações:
  • Os demônios podem atuar em animais Mc 5:13.
  • É importante observarmos que normalmente a opressão precede a possessão (1 Sm 16:14, 23 e compare com 1 Sm 18:8-11; 19:9.
  • As escrituras sagradas mostram que nos casos de possessão , Satanás e seus demônios podem entrar e sair dos corpos! Lc 22:3,4 (antes da ceia);  Jo 13:27 (durante a ceia).
  • O louvor pode não ser eficaz no caso de possessão 1 Sm 18:8-11; 19:9.
  • A pessoa endemoniada pode ter um ou mais demônios Lc 8:2; Mt 17:18; Lc 8:30.
  • Quando uma pessoa é liberta os demônios procurarão entrar na pessoa, porém só entrarão se a casa , a pessoa, estiver receptiva a ela! Lc 11:14-26 e o último estado se tornará pior que o primeiro!
  • Uma pessoa que é de Deus tem o Espírito Santo Rm 8:9; 1 Jo 4:13; 3:24, não vive em pecado e o Diabo não lhe toca! 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3; Nm 23:23.
  • Pessoas que não cristãs não tem êxito real sobre os demônios, mesmo que sejam “exorcistas” At 19:13-16; Mt 12:26; Lc 11:17-18. O homem citado em Lc 9:49-50 e Mc 9:38-40 era um seguidor de Cristo, porém não do grupo de apóstolos! Veja que logo a seguir Jesus designa mais 70 exorcistas “oficiais” Lc 10:1, 19-20
  • A falta de fé impede o exorcismo por parte do cristão Mt 17:19-20; Mc 16:17, os apóstolos haviam recebido autoridade sobre todo tipo de casta! Lc 9:1, observem que o relato do exorcista citado em Mc 9:38-40 e Lc 9:49-50 aparece depois do fracasso dos apóstolos em expulsar o demônio do “lunático”.
  • Os demônios ao se manifestarem podem conversar espontaneamente  e ou gritar Mc 1:24-26. Podem responder com violência At 19:13-26, inclusive apresentando força sobre-humana Mc 5:3-4.
  • Os demônios ao saírem podem: gritar Mc 9:25-26; jogar no chão Lc 4:35; agitar o corpo Mc 1:26; deixar a pessoa em estado aparente de desmaio Mc 9:26.
  • Os demônios ás vezes inicialmente resistem a ordem de saída Mc 5:6-8.
  • Os demônios normalmente tem nome Mc 5:9, isto se dá normalmente para que possam ser cultuados.
  • Os demônios se sentem atormentados ante o poder de Deus Mt 8:29; Mc 5:7; Lc 8:28.
  • Jesus expulsava os demônios até mesmo na sinagoga perante todos Mc 1:21-27
  • A razão pela qual Jesus não permitia que os demônios falassem era porque eles revelavam sua identidade messiânica, e a maioria dos judeus queriam um messias político, um rei uma afronta as autoridades romanas, o que prejudicaria o ministério de Jesus Mc 3:11-12; Lc 4:41;Mt 16:20; Mt 2:1-15; Jo 6:15
                                                                                     
8-OBRAS DO DIABO
                Apesar de alguns negarem a atuação de Satanás não é isso que a Bíblia ensina:

porque não ignoramos as suas maquinações2 Co 2:11
“Revesti-vos de toda a armadura de Deus para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo Ef 5:11
“Para isto se manifestou o Filho de Deus, para desfazer as obras do DiaboI Jo 3:8 b
“... para que não caia em opróbrio, e no laço do diabo” 1 Tm 3:7
“... e que se desprendam do laço do diabo...”  2 Tm 2:26

                Jesus na verdade derrotou Satanás Cl 2:15, assim como levou nossas iniquidades e doenças Is 53:4,6,11. Porém a partir disso não podemos negar a existência das doenças I Tm 5:23, do pecado I Jo 1:9-10 ou da atuação de Satanás, pois este só deixará de atuar futuramente, no milênio Ap 20:2-3 e definitivamente quando for lançado no lago de fogo, ocasião esta que se dará após ser solto depois dos mil anos para tentar a humanidade Ap 20:7-10.

1-TentaÇÃO -I Co 7:5; I Ts 3:5, Gn 3:1-6; I Cr 21:1
2- ACUSAÇÃO- I Tm 5:14-15; Zc 3:1-4; Ap 12:10 (este trecho mostra que o diabo está disposto a nos acusar o tempo todo, e só deixará de exercer esta função na 2ª metade da tribulação, após o arrebatamento da Igreja Ap 3:10)
3- ROUBO -Jó 1:12-15,17. (Morte e prejuízos)
4- CATÁSTROFES NATURAIS, DESASTRES – Jó 1:16,19  (Morte e prejuízos)
5- DOENÇAS FÍSICAS- Jó 2:6-7; Lc 11:14;  Lc 13:11-13; Mt 9:32-33.
6- DISCÓRDIA/aversão- Jz 9:23 Ver Obs*; Jó 2:7-9
7- MENTIRA/ engano  Jo 8:44; 1 Tm 4:1; At 5:1-4; Ap 20:3; 13:14;  I Rs 22:21-23 Ver Obs*. Satanás pode até se desfarçar de anjo de luz! 2 Co 11:14
8- SOBERBA- 1 Cr 21:1,7; Is 14:13-14; I Tm 3:6;
9- INVEJA, HOMICÍDIO-  Jo 8:44 ; 1 Jo 3:12. 1 Sm 18:8-9; 19:8-9 Ver Obs*.
10- SUICÍDIO- 1 Sm 31:4; Mt 27:3-5 (ambos, Saul e Judas, eram endemoniados Jo 13:27; )
11- PROSTITUIÇÃO (PECADOS SEXUAIS)- 1 Co 7:5; Os 4:10-14.
12- BEBEDICE- Os 4:10-12.
13- IDOLATRIA-Veja que a idolatria está vinculada a adoração de demônios! 1 Co 10:19-21; Dt 32:16-17; Ap 9:20;  Sl 106:37-38; Lv 17:7.  
14- ANTROPOLATRIA (Culto ao homem)- Ap 13:4-5
15- SATANISMO (adoração direta ao diabo) - Lc 4:5-6 e Mt 4:8-9; Ap 13:4
16- CONFUSÃO- Is 19:14. Ver Obs*
17- OPRESSÃO- 1 Sm 16:14; 16:23 Ver Obs*
18- ENTORPECIMENTO, LETARGIA, INSENSIBILIDADE OU “PROFUNDO SONO” Rm 11:8; Is 29:10 ( Veja que não foi Deus que endureceu o coração dos judeus, mas eles mesmos Rm 11:20, tanto que podem se converterem Rm 11:23; leia Hb 3:13-19) Ver Obs*
19- ENDURECIMENTO Mt 13:15-19; Mc 4:15; Is 29:10; Hb 3:13-19. Ninguém pode entender a palavra com o coração endurecido ou ouvir de má vontade, esta indisposição já é a ação (sugestão) de Satanás
20- DOENÇAS MENTAIS- Lc 8:26-30; Mt 17:15-18.
21- ADIVINHAÇÃO- At 8:16-18;
22- PERSEGUIÇÃO- Ap 2:9-10; 1 Ts 2:18;  compare 2 Co 12:7 c/ 1 Co 4:11 (o termo espinho na carne é um hebraísmo, se refere ao incomodo trazido pelo oponentes Nm 33:55; Josué 23:13, logo, muito provavelmente o “espinho na carne” era um anjo,mensageiro humano, um servo de satanás que estava literalmente esbofeteando a Paulo.
23- TIRA O ENTENDIMENTO e mantém as pessoas cativas – 2 Co 4:4.; At 26:18; Mt 13:38-39
24- TRAIÇÃO- Jo 13:2; Lc 22:3
25- AVAREZA- At 5:1-4;
26- HERESIAS OU FACÇÕES, RELIGIÕES, APOSTASIA -  1 Tm 4:1-3;  Ap 20:3; 13:14; 1 Tm 5:15 (1 Tm 1:20)
27- FEITIÇARIA/ OPERAÇÃO DE MILAGRES  - Ap 13:4, 11-15; 16:13-14; 2 Ts 2:9. 24; 19:20.
28- DESVIO DO PROPÓSITO DE DEUS- Mt 16:21-23.
29- INSPIRAÇÃO- Mt 16:21-23; At 5:3-4; Ap 16:13-14;  Tg 3:6 (Pois a língua fala dos pensamentos que Satanás colocou no nosso coração)
30- REBELIÃO CONTA DEUS/ BLASFÊMIAS- Ap 13:5-6 ; 2 Ts 2:3-4; Ap 16:13-14;


Obs-
1- Is 19:14; Jz 9:23; 1 Sm 18:10 e outros expressam que isto se deve por permissão de Deus, pois a permissão de Deus com exceção do caso de Jó, se dá quando alguém dá lugar ao Diabo Ef 4:17; 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3 ; pois ele está buscando alguém para destruí-lo 1 Pe 5:8-9.
3- Podemos também observar que as obras da carne (natureza pecaminosa) se relacionam diretamente com as obras de Satanás Gl 5:19-21 . Veja Tg 3:14-4:7, aqui  Tiago cita inveja, facção, perturbação, cobiça, adultério, soberba, individualismo. Começa nos v. 13-15 falando sobre a origem de tais obras e conclui no v. 7 afirmando que isto provém de Satanás.
4-  Satanás usa [nos tenta] nossos desejos e necessidades naturais (fome, sede, provisão financeira, sexo, Deus, etc) e incita o homem a satisfaze-los de forma errada, ou na hora indevida (glutonaria, bebedice, adultério, fornicação, homossexualidade, idolatria, feitiçaria, inveja,  roubo, etc.) 

9-EXORCISMOS DE JESUS

perto da Casa de Pedro Mc 1:32-34; Mt 8:16; Lc 4:40-41
 sinagoga Mc 1:21-28; Lc 4:31-37
nas sinagogas da galiléia Mc 1:39
pessoas vindas da Síria Mt 5:24
pessoas da Judéia , Síria e Sidon Lc 6:17-18
pessoas da galiléia,, Iduméia (sul) além do Jordão (Peréia) arredores de Tiro e Sidon Mc 3:7-11
quando interrogado por João Lc 7:18-21
Maria Madalena Lc 8:2
Gadara Mc 5:1-20; Lc 8:26-39; Mt 8 :28-34
Lunático e mudo Mt 17:14-20; Mc 9:14-29; Lc 9 :37-45
Menino mudo Mt 9:32-33
Cego e mudo Mt 12:22-32; Lc 11:14-23
Mulher paralítica Lc 13:10-13
Menina endemoniada de Tiro e Sidon Mt 15:21-28; Mc 7:24-30

 10-TIPOS DE EXORCISMOS
ordem verbal e imposição das mãos Lc 13:12-13
objetos pessoais- At 19:11-12
a distância- Mt 15:21-28
ordem verbal – Lc 4:35-36; Mt 8:16



11-SINAIS E SINTOMAS DE POSSESSÃO DEMONÍACA (citadas na bíblia)
  • Distúrbios  físicos : cegueira, mudez, surdez, desmaios, problemas na coluna.(ver número 9)
  • Disturbios mentais:

a- hábitos estranhos (morar nos sepulcros Mc 5:3);
b-(atitudes suicidas); ferir-se com pedras Mc 5:5-15,
cair no fogo
c-  atitudes estranhas: gritar Mc 5:5; andar sem roupa Mc 5:15; Lc 8:27.
d- nervosismo Mt 8:28; 1 Sm 18:8-9; 19:8-9
e- tormento (acontece até mesmo na opressão demoníaca)- At 5:16; 1Sm 16:14,23
f-poderes sobrenaturais: milagres Ap 19:20; Mt 24:24; 2 Ts 2:9; Ap 13:13; adivinhação At 16:16-18
g- mudança de voz Mc 5:9

Observação:
Pessoas portadoras da maioria destes sintomas podem estar sendo acometidas de causas naturais (físicas, psíquicas, químicas, germes patológicos, endócrinas, etc.). Portanto não se deve dizer que uma pessoa NECESSSARIAMENTE esta sob a influência de demônios apenas por apresentar estes sintomas!
Normalmente são sintomas demoníacos quando tem causas não diagnosticadas pela medicina!


12-AUTORIDADE SOBRE OS DEMÔNIOS

“Ele nos resgatou do poder das trevas e nos transportou para o reino de seu Filho amado” Cl 1:13
“Para lhes abrir os olhos e os converterdes das trevas para a luz e do poder de Satanás para Deus, a fim de que recebam perdão dos pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim” At 26:18
“e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nas regiões celestiais  em Cristo Jesus””muito acima de todo principado e potestade e poder e domínio e todo nome que se nomeia..” Ef 2:6 e 1:21
“em meu nome expulsarão demônios” Mc 16:17
“quem é de Deus o Maligno não lhe toca” 1 Jo 5:18
“fiel é Deus, que nos guardará do Maligno”Fl  3:3
“para que por sua morte destruísse (tornar sem efeito) aquele que tem poder sobre a morte, a saber, o Diabo” Hb 2:14
“despojando ele os principados e potestades, os expôs em público (humilhação), e triunfou deles em si mesmo.” Cl 2:15
“para isto se manifestou o filho de Deus , para destruir as obras do Diabo” 1 Jo 3:8
“eles pois o venceram por causa do sangue (sacrifício) de Jesus” Ap 12:11
“o Senhor me livrará de toda obra maligna” 2Ttm 4:18
“porque não vale encantamento contra Jacó, nem adivinhação contra Israel” Nm 23:23

 1-       JESUS

Jesus sendo Deus (Is 9:6; 1 Jo 5:20; Jo 1:1,18; Jo 5:18; 10:33; Jo 8:58;  Rm 5:9; Tt 2:13;; Hb 1:8-12; 2 Pe 1:1; Cl 1:15-18; 2:9; etc) ao somar a sua natureza divina `a humana, esvaziou-se da manifestação de alguns de seus atributos (Fl 2:6-10) como onisciência, onipotência, onipresença, imortalidade, intentabilidade, etc.; tornando-se voluntariamente dependente da unção (poder ) do Espírito Santo para realizar coisas sobrenaturais como :revelações, curas, exorcismos e outros milagres (At 10:38; Lc 4:18; Mt 12:28; etc.). Por isso Jesus disse que aquele que cresse nele poderia fazer sinais MAIORES que ele! Jo 14:11-12

2-       DISCÍPULOS E APÓSTOLOS ANTES DA MORTE DE JESUS
Jesus delegou aos discípulos autoridade recebida pelo Espírito Santo, sem que estes tivessem o Espírito dentro deles Jo 14:17 ainda:
·       Aos doze :Mt 10:1-8; Mc 6:7-13; Lc 9:1-6 (sobre todos os demônios)
·       Aos setenta Lc 10:1, 19-20 (nenhum demônio lhes poderia causar dano algum)

3-       APÓS O SACRIFÍCIO DE CRISTO

Com sua vida de obediência, morte e ressurreição, Jesus derrotou o diabo Cl 2:15; Hb 2:14; e concedeu o Espírito Santo a todos que nele creu Ef 1:13; fazendo-os “assentar nas regiões celestiais acima de todo principado e potestade” Ef 1:19-23; 2:6,7 (pois se Jesus que é a cabeça está sobre os demônios , nós que somos se “corpo” estamos também sobre os demônios)por isso disse que aqueles que cressem nele expulsariam os demônios Mc 16:15-20.

Temos alguns fatos:
1-       O Diabo foi derrotado Cl 2:15; Hb 2:14
Por termos o selo da salvação Ef 1:12, o Espírito Santo  1 Jo 4:13; 3:24, não vivemos em pecado e o Diabo não pode nos tocar! 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3; Salmo 91; 34:7; Nm 23:23

2-       Jesus e seu “corpo”, a igreja, tem autoridade sobre todos os demônios Ef 2:6-7;  1:19-23. Em outras palavras Jesus delegou poderes a igreja para que expulsasse os demônios em seu nome Mc 16:17, já que eles foram derrotados .

4- CONCLUSÃO:
Se mesmo antes do sacrifício de Jesus seus discípulos já expulsavam os demônios, apesar de Cristo, ainda não os ter despojado e os humilhado, muito mais AGORA  não conseguiríamos expulsar estes seres fracassados? Se antes do sacrifício nenhum demônio poderia fazer mal algum com quem exercesse autoridade, muito menos  agora! Lc 10:19-20; 1 Jo 5:18; 2 Ts 3:3.
Se temos uma procuração de Cristo dizendo que em nome dele expulsaríamos demônios por que duvidaríamos dela?
A única coisa que impede um Cristão salvo  de expulsar os demônios é a incredulidade! (como já demonstrado)

5-Observações e MITOS sobre expulsão de demônios- Direito legal?

5.1-Alguns alegam que se um Salvo não tem os pecados confessados, o demônio tem base legal para amaldiçoar a pessoa, a isso chamam  direito de posse,porque Satanás passa a ter o direito de posse sobre uma determinada área da vida da pessoa, podendo permanecer e atura na vida dela...”  (Vida em abundância através da libertação e quebra de maldições- editora IFC,p.89) e para isto citam Jo 8:34”todo o que comete pecado é escravo do pecado” e 1 Jo 3:8 “aquele que pratica o pecado é do diabo” querendo dizer que aqueles que cometem um pecado isolado MESMO QUE SEJA SALVO faz com que Satanás tenha autoridade (legalidade) sobre ele! 
Também utilizam essas passagens para dizer que se uma pessoa não confessa seus pecados o demônio não sai dela! “quando um demônio têm direito legal sobre a vida de uma pessoa, para sua expulsão deve-se quebrar primeiro este direito legal” (Idem, p. 128, observação 18)
  
“Deus é tão justo que respeita até mesmo o direito do demônio, de não sair, quando há pecado não confessado na vida da pessoa. Será necessário, então primeiro quebrar o direito de legal do demônio, para depois expulsá-lo” (idem, p.126)

“De igual modo podemos entender Romanos 7:20: Mas se eu faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, e sim o pecado (o demônio) que habita em mim” (Idem p. 103, nota 6)


REFUTAÇÃO:
·         João em sua carta diz que aquele que vive na prática do pecado (vive pecando) (o tempo verbal no grego dá idéia de pecado contínuo) 1 Jo 3:6 “não o viu nem o conhece”, ou seja quem é nascido de Deus (um salvo) “todo aquele que permanece nele não vive pecando”. Então quem vive no pecado não é salvo!
·         Em relação a Jo 8:34 Jesus logo em seguir disse que se “o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livres”Jo 8:36. Também Paulo  disse: “Porque quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça... Agora no entanto, já fostes libertos do pecado e feitos servos de Deus, colhei fruto para a santificação, cujo fim é a vida eterna” Rm 6:20,22. Portanto estes textos 1 Jo 3:8 e Jo 8:34 não dá base para afirmar que um salvo pode receber retaliações.
·         A bíblia é enfática: um salvo não vive no pecado, o maligno não lhe toca, não pode ter um demônio dentro de si, nenhum mal, maldição, encantamento lhe atinge, Deus o guarda de todo mal, os anjos de Deus o livra, etc. Sl 34:7; Sl 91; Nm 23:23; 1 Jo 5:18; Fl 3:3; 2 Tm 4:18.
·         Quanto a questão se o demônio tem o direito para não sair de uma pessoa que está em pecado, isto não tem base bíblica! Estes dois textos citados não dão esta base como já explicado. Vou citar o próprio livro na explicação de Mt 17:14-18 “O demônio teve que obedecer não porque o seu direito legal tivesse sido quebrado por um pedido de perdão (o menino endemoniado não pediu perdão nem renunciou nada), mas o espírito maligno teve de obedecer em decorrência da imposição de um poder maior, o poder do nível espiritual de Jesus.” (Idem , p.131). Ora como já demonstrei Jesus já nos deu uma procuração nos dando direitos legais para agir em seu nome para expulsar os demônios.

5.2- Alguns alegam que existe vários níveis de unção para expulsar demônios. Dividem os salvos figuradamente em “soldados rasos, sargentos , coronéis,etc”
“quando alguém tem o status de um soldado raso e defronta-se com um inimigo que tem um status maior do que ele, este inimigo não lhe respeita em nada, a não ser que não tenha direito” (Idem, p.133), ou seja a não ser que o inimigo não  tenha o suposto direito legal de posse.
“Uma coisa é termos recebido do Senhor a ‘exousia’, a autoridade e o poder para expulsar os demônios; outra coisa ´´e receber uma unção específica para isso”(Idem p. 130) Para isto lançam mão de Mc 16:17 dizendo que todos tem autoridade para curar, assim como todos tem autoridade para expulsar demônios e também que Deus confere a alguns uma unção específica de cura ou seja os dons de curar.
REFUTAÇÃO:
  • A bíblia não ensina em nenhum lugar que há diferença entre unção e autoridade para expulsar demônios como ensina esses grupos. A unção refere-se a capacitação dada pelo Espírito para realização de algo, no caso da expulsão de demônios refere-se a autoridade conquistada pro Cristo e repassada por meio da pessoa do Espírito Santo para expulsão do espíritos maus.
  • A comparação entre a cura e a expulsão de demônios é falsa, pois a bíblia não fala de expulsar demônios como um dom, mas fala da existência de dons de curar 1 Co 12:9, também é provável que em Marcos 16 quando Jesus disse sobre curar os enfermos estava se referindo aos dons de curar, porque também fala sobre o falar em novas línguas (que é um dom citado também em  1Co 12:10). Soma-se a isso o fato da promessa da proteção contra serpentes e contra veneno não serem citadas na bíblia como dons espirituais! Assim conclui-se que não há base bíblica para dizer que há vários níveis de unção para expulsar demônios. Expulsar demônios não é descrito como dom no sentido dos outros dons 1 Co 12:1-11.
  • Somos todos soldados de Cristo, mas em nome dele até o Diabo tem de se dobrar Fl 2:10.

5.3- Há pessoas que dizem que 1 Jo 5:18 diz que Satanás só não toca no homem espiritual e que essa passagem não se refere ao crente mas ao homem espiritual, um ser que surgiu  com o novo nascimento, que com isso um demônio pode habitar no corpo de um salvo:
O que acontece na hora da conversão? O homem espiritual (...1 Co 2:15) foi gerado. Este é o ser  que surgiu com o novo nascimento. Um homem espiritual foi gerado por Deus em nosso espírito. E é no homem espiritual que o Espírito Santo habita” (Idem p. 192)

“Porque diz que todo aquele que é nascido de Deus não peca”. Ora, como o crente peca, o versículo não pode estar se referindo ao crente em seu corpo natural”
“O maligno não toca no homem espiritual, aquele que é nascido de Deus. Ma ele seguradamente pode tocar no homem natural, que possui um corpo ,uma alma e um espírito” (idem p. 192)
REFUTAÇÃO:
  • 1 Jo 4:7”todo aquele que é ama é nascido de Deus e conhece a Deus.” Se refere a pessoa humana como um todo e não ao homem espiritual. Leia também Jo 1:10-13; 1 Jo 3:9; 1 Jo 5:1,4-5
  • Em todas essas passagens inclusive 1 Jo 5:18 o termo “aquele” se refere a pessoa humana.
  • 1 Jo 5:18 está num tempo verbal no grego que se refere a uma ação repetida como traduz a ARA “todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado” “O tempo presente do grego sugere comportamento característico ou costumeiro” (Bíblia de estudo de Genebra)
  • O homem espiritual 1 Co 2:15 é o homem guiado pelo Espírito e não um ser que surgiu dentro do homem! Ver 1 Co 3:1
  • 1 Co 6:19 diz que o Espírito Santo habita no nosso corpo. Logo um salvo não pode ter demônios em seu corpo.
Logo este ensino não passa de engenharia bíblica , sim com distorções de textos.


13-COMO LIDAR COM DEMÔNIOS 
"EXEMPLOS ESPIRITUAIS
Através dos exemplos que o Senhor Jesus e Seus discípulos nos dão na Palavra de Deus, tomamos conhecimento de determinados procedimentos para expulsarmos os demônios e libertar as pessoas.
Vejamos algumas observações:
1. Jesus dava ordens diretas aos demônios: cale-se, saia, nunca mais entre nele etc. As pessoas que O viam realizar essas libertações maravilharam-se, porque Ele falava com autoridade e poder e dava ordens aos demônios (Marcos 1.25-27; Lucas 8.29) - Como se libertar?
2. Jesus sempre estava no controle da situação; os demônios não tinham permissão para fazer o que quisessem. Ele fazia perguntas aos demônios e aos parentes para receber informações e, certa vez, os demônios tiveram de Lhe pedir permissão para entrar em uma manada de porcos (Marcos 5.9-13; Marcos 9.21).
3. Ele Se dirigia ao espírito maligno ou à doença diretamente. Por exemplo: ―Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: sai deste jovem e nunca mais tornes a ele.‖ Suas orações eram claras e específicas e direcionadas à raiz do problema. No exemplo da filha de Abraão, Jesus falou com a enfermidade que a estava aprisionando por dezoito anos‖ (Marcos 9.25; Lucas 13.12).
4. Alguns demônios manifestavam e outros não. Nos nove exemplos específicos de Jesus expulsando demônios, alguns falaram através de suas vítimas, as jogaram no chão ou lhes causaram convulsões, enquanto outros sequer apresentaram sinais de manifestação. Porém, em todas as situações, o Senhor Jesus não perdeu a visão de que a raiz do problema era demoníaca (Mateus 8.28-32; 9.32,33; 12.22; Marcos 1.24; 7.29; 16.9; Lucas 9.42; 13.10-13; João 13.27).
5. Jesus e Seus discípulos ensinaram e aconselharam aqueles que eles libertaram. Um homem da região dos gerasenos que estivera possesso, sentou-se aos pés de Jesus, vestido e em perfeito juízo após sua libertação. Dois capítulos depois, Maria fez o mesmo, sentando-se aos pés de Jesus e ouvindo Seus ensinamentos (Lucas 8.35; 10.39).
6. A libertação era simples e rápida. Não havia orações escritas ou cerimônias, e nem durava horas. Ele usava Sua autoridade e mandava os demônios embora. 7. Jesus expulsava os demônios sozinho. Quando os doze e os setenta foram enviados (Marcos 6.7-13; Lucas 10.1-20), foram em pares e, provavelmente, expulsaram demônios sozinhos (ou, no máximo, em pares, mas é mais provável que eles tenham seguido o exemplo de Jesus). A única ―equipe" que tentou expulsar demônios na Bíblia foi a dos filhos de Ceva, a qual levou uma surra e teve de fugir dos demônios (Atos 19.15).
8. A libertação era feita em público. Por esse motivo, era uma ferramenta poderosa de ensino para todos os presentes. Eles viam o diabo derrotado, e viam a autoridade do homem de Deus. Hoje, podemos estar muito preocupados com nossa imagem, muito orgulhosos para aceitar o método do nosso Senhor. '
(Crentes Possessos, p.161-163)
Ser crente não significa ser salvo

Retaliação do diabo?
Outro falso ensinamento, que infelizmente parece ser muito comum, é que aqueles que entram para o ministério de libertação  sofrerão ataques demoníacos terríveis e não conseguirão viver uma vida normal por ser este um chamado muito difícil. 
Autores de vários livros vistos nas prateleiras de livrarias cristãs alegam que, por estarem na linha de frente da guerra espiritual, têm de lidar com visões demoníacas, não podem se casar ou ter filhos, ou devem sofrer de alguma doença incurável porque eles intervém por aqueles que estão endemoninhados.
É ridículo e antibíblico! Não posso contar o número de demônios que minha esposa e eu já expulsamos - muito menos os que todos os outros pastores com quem trabalhei expulsaram durante anos. Tenho pregado direta e enfaticamente contra aqueles que praticam feitiçaria nas igrejas, levantando a ira das igrejas africanas locais que misturam espiritismo com cristianismo. Bruxas têm feito sacrifícios contra mim e os demais pastores, na intenção de destruir nossas igrejas e nossas vidas, mas nunca passamos sequer uma vez por qualquer tipo de tormento que esses autores mostram em seus livros. Minha esposa e meus filhos são felizes, saudáveis e abençoados, como são as famílias dos pastores que conhecemos. Perseguições fazem parte de nossas vidas, mas não somos, de modo algum, atormentados ou amarrados pelos demônios!
O Deus que expulsa os demônios quando eu oro é o mesmo que coloca Seus braços carinhosos de proteção ao nosso redor. Mas se um dia eu me tornar tolo o suficiente para virar as costas para Ele, posso estar certo de que o diabo terá imenso prazer em usar essa pequena brecha para me destruir depois de todos os anos que passei lutando contra ele. A única conclusão que chego sobre aqueles que estão envolvidos em guerras espirituais, mas que também estão sob a opressão, é que eles mesmos estão endemoninhados e ainda não conhecem a plenitude da presença de Deus em suas vidas. Somos todos chamados para lutar nessa batalha contra o trabalho do diabo em nossas vidas e em nossas famílias e amigos. Toda igreja tem a obrigação de ensinar a seus membros como vencer as lutas, o que significa que em toda igreja deveria ter o ministério de libertação junto aos outros ministérios de pregação, doutrina, evangelização, (Crentes possessos, p.168-169)

Apêndice: 
Deus envia demônios?
 Como pode Deus permitir a atuação de demônios?

"Lemos em 1 Samuel 18.10 que um espírito mau da parte de Deus sobreveio ao rei Saul. Como podemos explicar isso, se de Deus só vêm coisas boas? 
... No entanto, também é verdade que a bondade genuína em um Deus justo exige que se faça uma diferença distinta entre o bem e o mal. Como aquele que ordenou e preservou a ordem moral, é absolutamente necessário que ele traga punição ao pecado, independentemente do grande amor e compaixão que possa sentir pelo pecador.
..... Observe que Tiago prossegue e mostra o funcionamento do processo maligno: "Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por este arrastado e seduzido. Então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte" (Tg 1.14, 15).

Saul havia conscientemente quebrado a lei de Deus. Primeiro, profanou o altar de Deus, ao executar um sacrifício sacerdotal que contrariava a ordem divina (1 Sm 13.12, 13), e, em segundo lugar, ao poupar o rei Agague e certa porção do gado dos amalequitas, embora houvesse recebido ordens para executar a todos (1 Sm 15.20- 23). Além do mais, em 1 Samuel 18.8, lemos que Saul ficou louco de ciúmes por causa do louvor público que o jovem Davi recebera, à vista da façanha de matar
Golias e os filisteus. Por causa desses sucessivos atos de rebelião contra a lei e a vontade de Deus, ele tornou-se passível de sofrer a influência de Satanás, tal como Judas Iscariotes que se deixou influenciar pelo diabo, ao decidir que trairia o Senhor Jesus (cf. Jo 13.2).

Visto que Deus estabeleceu as leis espirituais de causa e efeito, é correto afirmar que a desobediência de Saul cortou-lhe o acesso à orientação do Espírito Santo e sua comunhão com ele. Antes, o rei Saul tinha total acesso a Deus. Agora, ele se tornara presa do espírito maligno da depressão e do ciúme, que o empurrava cada vez mais em direção à paranóia. Embora estivesse sem a menor dúvida servindo como joguete de Satanás, a queda de Saul ocorreu por permissão de Deus e segundo seu plano. Devemos entender que, na verdade, todas as conseqüências das penalidades do pecado provêm de Deus, que é o Autor da lei moral, a Pessoa que sempre faz justiça (Gn 18.25)." (Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas. Editora Vida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário