Pesquisar e

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

por que o povo judeu não aceita Jesus como o Messias -resposta ao judaísmo

Resultado de imagem para judeus


O vídeo abaixo e o site http://thejewishhome.org/counter-pt/DireitoTrono.pdf trazem arguementos que afirmam que Jesus não é o Messias.

Leiam abaixo as objeções judaicas e as respostas cristãs logo em seguida:






1-Por que a Genealogia de Jesus tem 41 nomes em vez de 42, visto que são 3 grupos de 14?
Resposta:
1- O texto de Mateus não afirma que devemos esperar 42 nomes diferentes.  Mas especifica que devemos esperar a repetição de dois nomes. De fato temos apenas 41 nomes diferentes.
Mt 1:1-6 - 14 nomes.
Mt 1:7-11  14 nomes
Mt 1:12-17  13  nomes

 TOTAL= 14+14+13= 41

2- O verso 17 ESPECIFICA COMO DEVEMOS CONTAR.
De acordo com o texto de Mateus conta-se assim:
Abraão até DAVI-14- 1Abraao, 2Isaque, 3Jacó, 4judá, 5Perez, 6Esrom, 7Arão, 8Aminadabe, 9Naasom, 10Salmon, 11Boaz, 12Obede,13Jessé,14 Davi

DAVI até o Exílio da Babilônia (Josias) -14 - Mt 1:11  Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia. - 14- 1- Davi, 2 Salomão ,3 roboão, 4Abias, 5Asa, 6Josavá, 7Jorão, 8Uzias, 9 Jotão, 10 Acaz, 11Ezequias, 12Manassés, 13Amom, 14Josias

JOSIAS até Jesus"desde o exílio na Babilônia até Cristo, catorze".,Mt1:12  Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; 1Jeconias, 2Salatiel, 3Zorobabel, 4Abiúde, 5Eliaquim, 6Azor, 7Sadoque, 8Aquim, 9Eliúde, 10Eleazar, 11 Matã, 12 Jacó, 13José, 14 Jesus

O famoso erudito A. T. Robertson comenta:
"Os nomes apresentam três grupos: primeiro, de Abraaõ a Daví (vv.2-6); segundo, de Davi à deportação Babilônica (vv.6-11), terceiro, de Jeconias a Jesus (vv.12-16)... O versículo 17 faz um resumo das três listas, quatorze nomes em cada,contando com Davi duas vezes e omitindo vários nomes, um tipo de dispositivo mnemônico. Mateus não quer dizer que só havia quatorze descendentes em cada uma das três listas genealógicas. Os nomes das mulheres... também não são contados" (Comentário de Mateus e Marcos- A. T. Robertson, CPAD, 2012 p.23)


 Alguns como Hendrisiken propuseram a repetição do nome de Jeconias, mas esta análise náo procede, pois:

A genealogia seria contada da Abraão até Davi, de Davi até Jeconias (exílio babilônico), e de Jeconias (exílio babilônico) a Jesus Cristo (o Messias). Ou seja, o nome de Jeconias deve ser repetido.


De Abraaõ a Davi14 nomes( 1 Abraão, 2 Isaque, 3 Jacó,  4 Judá, 5 Perez,   6 Esrom,  7 Arão,   8 Aminadabe, 9 Naassom, 10 Salmon, 11 Boaz,  12 Obede,  13 Jessé,  14 Davi,

De Davi a Jeconias14 nomes (Salomão, Roboão, Abias, Asa, Josafá, Jorão, Uzias,Jotão, Acaz, Ezequias, Manassés, Amon, Josias, Jeconias)

 De Jeconias a Cristo14 nomes (Jeconias, Salatiel, Zorobabel, Abiúde, Eliaquim, Azor, Sadoque, Aquim, Eliúde, Eleazar, Matã, Jacó, José, Cristo).

"Hendriksen (p. 125-26) sugere que Mateus conta Jeconias propositalmente duas vezes; primeiro, ele apresenta Jeconias como amaldiçoado, sem filho e deportado (2Rs 24.8-12; Jr 22.30); na segunda menção, ele lembra o leitor que, depois, Jeconias foi libertado da prisão, restaurado e tornou-se pai de muitos (2Rs 25.27-30; lC r 3.17,18; Jr 52.31-34) — era um novo homem por assim dizer. Mas Mateus não menciona esses temas, o que não se encaixa claramente com principal intuito desse capítulo." (Comentário de Mateus. D,A .Carson; São Paulo: Shedd, p.93)

Mt 1:1 ¶ Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
2  Abraão gerou a Isaque; Isaque, a Jacó; Jacó, a Judá e a seus irmãos;
3  Judá gerou de Tamar a Perez e a Zera; Perez gerou a Esrom; Esrom, a Arão;
4  Arão gerou a Aminadabe; Aminadabe, a Naassom; Naassom, a Salmom;
5  Salmom gerou de Raabe a Boaz; este, de Rute, gerou a Obede; e Obede, a Jessé;
6  Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi, a Salomão, da que fora mulher de Urias;
7  Salomão gerou a Roboão; Roboão, a Abias; Abias, a Asa;
8  Asa gerou a Josafá; Josafá, a Jorão; Jorão, a Uzias;
9  Uzias gerou a Jotão; Jotão, a Acaz; Acaz, a Ezequias;
10  Ezequias gerou a Manassés; Manassés, a Amom; Amom, a Josias;
11  Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia.
12  Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel, a Zorobabel;
13  Zorobabel gerou a Abiúde; Abiúde, a Eliaquim; Eliaquim, a Azor;
14  Azor gerou a Sadoque; Sadoque, a Aquim; Aquim, a Eliúde;
15  Eliúde gerou a Eleazar; Eleazar, a Matã; Matã, a Jacó.
16  E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama o Cristo.
17  De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze; desde Davi até ao exílio na Babilônia, catorze; e desde o exílio na Babilônia até Cristo, catorze.

3 grupos de 14 nomes, Jeconias e Davi foram contados duas vezes
1 grupo- origem da casa de Davi- ganho da realeza.- (observe-se o v.6a: "o rei Davi")
2º grupo- progresso e declínio- perda do poder real no cativeiro
3º grupo- restauração da realeza

Em Davi a família de Abraão alcançou a realeza . Na deportação para Babilônia esse poder real se perdeu. Em Cristo ele é restaurado, só que num sentido muito mais glorioso.

Conclusões:
1-O verso 17 não diz que temos 42 nomes diferentes
2- O verso 17 nos informa que a lista da genealogia do Messias é dividida em 3 grupos de 14.
3- Especifica ainda que devemos repetir o nome de Davi e de Jeconias. Assim 40 +2= 42 nomes. 3 grupos de 14 gerações perfazem o total de 42 nomes.
4- Portanto não existe nenhuma contradição no texto!


2-As genealogias são sempre citadas tendo em vista o pai natural conforme 1 Cr 3?

1-Errado, basta fazermos uma comparação entre as genealogias do Antigo Testamento. Claramente Zorobabel, o governador e edificador do 2º templo teve um pai legal (ver a resposta a próxima pergunta)
1 Crônicas 3:19  Os filhos de Pedaías: Zorobabel e Simei; os filhos de Zorobabel: Mesulão e Hananias; e Selomite, irmã deles;

Esdras 3:2  Levantou-se Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, sacerdotes, e Zorobabel, filho de Sealtiel, e seus irmãos e edificaram o altar do Deus de Israel, para sobre ele oferecerem holocaustos, como está escrito na Lei de Moisés, homem de Deus.

Neemias 12:1  São estes os sacerdotes e levitas que subiram com Zorobabel, filho de Sealtiel, e com Jesua: Seraías, Jeremias, Esdras,

Ageu 1:1  No segundo ano do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu, a Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, dizendo:


3-O fato de Mateus citar que Zorobabel era filho de Sealtiel (Salatiel) em vez de filho de Pedaías como 1 Cr 3 prova que a genealogia é falsa?

Mateus 1:12  Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel, a Zorobabel;

1 Crônicas 3:19  Os filhos de Pedaías: Zorobabel e Simei; os filhos de Zorobabel: Mesulão e Hananias; e Selomite, irmã deles;



Resposta:
1- Não, pois se fosse assim A Bíblia Hebraica estaria errada também. A própria Bíblia Hebraica, o Antigo Testamento,  diz que Zorobabel era filho de Sealtiel:

Esdras 3:2  Levantou-se Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, sacerdotes, e Zorobabel, filho de Sealtiel, e seus irmãos e edificaram o altar do Deus de Israel, para sobre ele oferecerem holocaustos, como está escrito na Lei de Moisés, homem de Deus.

Neemias 12:1  São estes os sacerdotes e levitas que subiram com Zorobabel, filho de Sealtiel, e com Jesua: Seraías, Jeremias, Esdras,

Ageu 1:1  No segundo ano do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu, a Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, dizendo:

2- Na verdade um deles foi pai biológico de Zorobabel, o outro pai legal (ou por Levirato ou por adoção):
Dt 25:5 ¶ Se irmãos morarem juntos, e um deles morrer sem filhos, então, a mulher do que morreu não se casará com outro estranho, fora da família; seu cunhado a tomará, e a receberá por mulher, e exercerá para com ela a obrigação de cunhado.
6  O primogênito que ela lhe der será sucessor do nome do seu irmão falecido, para que o nome deste não se apague em Israel.

a- Sealtiel morreu sem ter filhos e pela lei do levirato Pedaías casou com a viúva esposa de seu irmão [Sealtiel]

'Se Salatiel (Sealtiel) fosse o irmão mais velho e tivesse morrido sem filhosPedaías poderia muito bem ter se casado com a viúva a fim de “perpetuar a descendência do seu irmão” (Dt 25.9). Em todo caso, Zorobabel mesmo transforma-se em um modelo messiânico"  (cf. Ag 2.20-23). (Comentário de Mateus. D,A .Carson; São Paulo: Shedd, 2011p. 92)



b- Pedaías morreu sem ter filhos e  pela lei do levirato Sealtiel casou com a viúva esposa de seu irmão [Sealtiel]

 "caso Pedaías houvesse morrido jovem sem deixar herdeiros, Sealtiel teria casado com a cunhada, viúva, e assim se tornado pai biológico de seu primogênito, Zorobabael. Todavia legalmente, Zorobabel teria sido considerado filho de Pedaías, exatamente como Cronicas 3:19 o declara" (Enciclopédia de dificuldades Bíblicas. Gleason Archer. São Pualo: Vida, 1998,p. 233)

c-Sealtiel morreu e Zorobabel foi adotado por Pedaías

"Pedaías tenha sido seu pai verdadeiro,talvez com paternidade atribuída aquele por meio do Levirato, ou talvez ele realmente fosse filho de Sealtiel mas Pedaías em seguida tenha se tornado o chefe da família após a morte daquele" (1 e 2 Crônicas. Introdução e Comentário . Matin J. Selman. São Paulo. Vida Nova, 2008, p. 88

d- Pedaías morreu e seu filho Zorobabel foi adotado por Sealtiel
"Sealtiel, parece que esse havia adotado Zorobabel depois da morte prematura de seu pai natural, Pedaías" (Enciclopédia de dificuldades Bíblicas. Gleason Archer. São Pualo: Vida, 1998, p. 232)





4-Por que a lista de Mateus omite alguns nomes na genealogia?
1-os judeus, para efeitos didáticos, omitiam, ou seja, selecionavam, nomes citando apenas personagens principais, de modo que as listas fossem simétricas, divididas em grupos, facilitando assim a memorização. Essa prática era comum no Antigo Testamento: 
"Era costume entre os escritores judeus arrumar as genealogias de acordo com algum esquema conveniente, possivelmente por motivos mnemónicosFalando de forma estrita o texto grego diz respeito à “todas as gerações de Abraão a Davi [...] até o Cristo” (cf. KJV, NASB); mas uma vez que as omissões são óbvias para Mateus e seus leitores, a expressão deve ter o sentido de “todas as gerações [...] incluídas nessa tabela”. Assim, isso se torna um indício de que as quatorze gerações, trazidas com tanta força à atenção dos leitores, são simbólicas.  (Comentário de Mateus. D.A. Carson .São Paulo: Vida Nova, 2011 p. 92)

"1- os termos hebraicos gerou, filho e filha são empregados com grande variedade e podem envolver um parente imediato ou um descendente distante 
2- as dez gerações de Adão até Noé, e as dez de Noé até Abraão evidentemente visam a brevidade e a simetria e não a continua de pais e filhos. 
3- abreviações, devido a simetria são ASPECTOS COMUNS NA GENEALOGIA BIBLICA (COMO EM MT 1).
 4-NA FÓRMULA RECORRENTE a VIVEU----ANOS E GEROU b----ANOS E GEROU FILHOS E FILHAS, b PODE NÃO SER LITERALMENTE FILHO DE a. Neste  caso, a idade de A é a idade que tinha quando b nasceu, o que pode ter sido depois de muitas gerações>portanto pode haver um intervalo indefinido entre A e B" (Enciclopédia da Bíblia- Cultura Cristã  318)

"Warfield e Buswel citam William Henry Green ...extensivamente numa dúzia de listas e passagens de genealogias que mostram com clareza que os escritores bíblicos, ao apresentarem um lista de nomes,jamais, tencionaram dar ao leitor a ideia que todos os elos da cadeia estão incluídos, mas que, pelo contrario, esperam QUE O LEITOR RECONHEÇAM que os nomes dados são Selecionados e que pode haver saltos na lista" ...Buswel destaca que a genealogia de Mateus está divida em 3 seções, cada uma delas contendo 14 nomes. Observamos que existem 40 nomes [excetuando Cristo]  e não 42... 3 grupos e nomes que seriam mais fáceis de se memorizar. Davis mostra que Gênesis está dividido em dez seções, cada uma delas iniciada pela mesma formula (2,3; 6.9; etc). Neste padrão, o diluvio foi um ponto crucial, com dez frações listadas antes e depois. 
Da mesma forma o tempo de Noé a Abraão está dividido em duas seções iguais com cinco gerações listadas de Noé a Pelegue 10:25 e cinco de Pelegue a Abraão (11:10-26) não há base na genealogia de Adão a Noé para o cálculo da cronologia" ( Idem p. 320)

2- Mateus seguindo o costume judaico de apenas citar nomes principais, omite 3 nomes, como fez também Esdras que omitiu 6 nomes de uma vez. Compare Ed 7:2-3 com 1Cr 6:7:
A-
 LISTA DE ESDRAS    -   Meraiote-... Azarias- Amarias- Aitube-Zadoque- Salum
LISTA DE CRONICAS- Meraiote-  Amarias-Aitube-Zadoque- Aimaas-Azarias- Joanã- Azarias- Amarias-Aitube- Zadoque-Salum
Esdras 7:2  filho de Salum, filho de Zadoque, filho de Aitube,
3  filho de Amarias, filho de Azarias, filho de Meraiote,

1 Cr 6:7  Meraiote gerou a Amarias, e Amarias, a Aitube;
8  Aitube gerou a Zadoque, e Zadoque, a Aimaás;
9  Aimaás gerou a Azarias, e Azarias, a Joanã;
10  Joanã gerou a Azarias; este é o que serviu de sacerdote na casa que Salomão tinha edificado em Jerusalém.
11  Azarias gerou a Amarias, e Amarias, a Aitube;
12  Aitube gerou a Zadoque, e Zadoque, a Salum;

B-
 LISTA DE MATEUS 1:8: Jorão (Jeorão)- Uzias.
LISTA DE CRÕNICAS 1 Cr 3:11-12: Jeorão-Acazias-Joás- Amazias-Azarias (Uzias)

C- 
LISTA DE LUCAS 3-34-38: Arfaxade-Cainâ-Salá
LISTA DE CRONICAS 1 Cr 1:1-28-  Arfaxade-Salá 
LISTA DE GÊNESIS - Gn 5:11 Arfaxade-Salá 

3- Mateus omite o nome de Jeoaquim no v.11
Mt 3:11 "Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos".
 A palavra gerou é aqui relacionada com o avó e não com o pai. 
 lCr 3.15  Os filhos de Josias foram: o primogênito, Joanã; o segundo, Jeoaquim; o terceiro, Zedequias; o quarto, Salum.
16  Os filhos de Jeoaquim: Jeconias [Joaquim] e Zedequias.

4- Lucas também, como era o costume judaico, omite nomes:
 Lucas:3-34-38 onde Arfaxade-Cainâ-Salá
enquanto que 1 Cr 1:1-28 Arfaxade-Salá e Gn 5:11 Arfaxade-Salá 

"G. T. Wrigth "como nas genealogias de Cristo, nos evangelhos, o objetivo da tabelas em Gn evidentemente não é dar uma cronologia, mas sim a linhagem de descendentes"(Enciclopédia da Bíblia- Cultura Cristã p.320)

"Não obstante, o propósito de Mateus não é primeiramente trazer à lembrança essas emocionantes histórias, e, sim, fornecer uma lista de ancestrais, a fim de que, em harmonia com a profecia, Jesus Cristo pudesse ser reconhecido como o Filho e ao mesmo tempo o Senhor de Davi. Tudo o mais não pode ter senão uma importância subordinada. Isso também significa que a lista não deve ser utilizada com o propósito de estabelecer conclusões cronológicas; por exemplo, para calcular o tempo transcorrido entre Raabe e Davi. Todavia, se o v. 5 é usado com essa finalidade, na suposição de que nenhum elo messiânico foi omitido, seguiria que Raabe, que viveu no tempo da entrada de Israel em Canaã (Js 2 e 6), foi a trisavô de Davi; porque a seqüência apresentada aqui é Raabe [esposa de Salmom], Boaz, Obede, Jessé, Davi. Esse resultado seria muito difícil de se harmonizar com 1 Rs 6.1, onde, mesmo que se façam as subtrações necessárias, um período consideravelmente longo está subentendido no espaço entre Raabe e Davi. Evidentemente, Mateus não julgou necessário mencionar um representante de cada geração. Tampouco o fizeram os outros escritores (cf. Ed 7.3 com lCr 6.7-9). Isso está em evidência também em Mateus, no estudo do segundo (vv. 6b-ll) e do terceiro quatorze (vv.12-16), como será indicado. O evangelista está interessado em cristologia, não em cronologia. Ele se satisfaz em mostrar que os três catálogos de antecedentes messiânicos, logicamente arranjados segundo os grandes pontos decisivos na dinastia davídica, alcançam o seu cumprimento em Cristo. Com o fim de alcançar esse alvo, nem ele nem o escritor inspirado do livro de Rute julgaram necessário mencionar cada elo na cadeia genealógica. COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001.p. 168

Outro ponto a destacar é a menção de mulheres gentílicas na genealogia, e 3 delas envolvidas em pecados sexuais:"A genealogia de Jesus seleciona apenas a quantidade de ancestrais (“gerou” pode significar “foi o ancestral de”) necessária para criar três séries de catorze nomes, provavelmente fazendo uso de uma gematria (a soma das consoantes hebraicas, de valor numérico, que compõem determinada palavra) baseada no nome דוד”) Davi”), cujas consoantes, se somadas, resultam no número catorze (ד = 4, ו = 6, ד = 4). A primeira série tem seu ápice em Davi; a segunda, na deportação para a Babilônia, momento crítico da história de Israel (2Rs 25). 

Todos os nomes que vão de “Abraão” a “Zorobabel” aparecem no AT. Os patriarcas Abraão, Isaque, Jacó e Judá figuram com destaque em Gênesis 12—50. Os outros nomes masculinos correspondem a 1Crônicas 2.3-15. Os nomes que vão de “Salomão” a “Josias” (1.6-11) ocorrem em 1Crônicas 3.10-14, se considerarmos que Azarias e Uzias eram a mesma pessoa (cf. 2Rs 15.1,2 com 2Cr 26.3). “Jeconias” (1.12) é uma forma variante de “Joaquim”, mencionado em 1Crônicas 3.17-19 ao lado de Sealtiel e Zorobabel. 

Os demais nomes (de “Abiúde” a “Jacó”) são desconhecidos.... As mulheres são alvo de maior interesse que os homens na genealogia de Jesus. Tamar, Raabe, Rute e Bate-Seba (“que havia sido mulher de Urias” [1.6]) eram gentias e também mulheres de reputação duvidosa, justa ou injustamente, suspeitas de relações sexuais ilícitas (v., respectivamente, Gn 38; Js 2; Rt 3; 2Sm 11)".Comentário do uso do Antigo Testamento no Novo Testamento/ organizado por G. K. Beale e D. A. Carson; tradução de C. E. S. Lopes, F. Medeiros, R. Malkomes e V. Kroker. - São Paulo: Vida Nova, 2014, p.4

"ao contrário do uso judaico, esta lista com os seus três quatorze contém nomes tanto de mulheres como de homens. Inclusive, também, de mulheres estrangeiras — Tamar, Raabe e Rute127 — e nomes daqueles que, num sentido amplo ou restrito, eram judeus. Geralmente dá-se especial ênfase ao fato de que não somente os bons são incluídos; por exemplo, Abraão, Isaque e Jacó; mas também os maus: Jorão, Acaz e Amom, etc. Alguns desses antepassados foram ímpios em grau  inacreditável! Segundo o meu modo de ver, essas opiniões concordam com os fatos, e apoiam as seguintes conclusões:
1. A jactância judaica no tocante à descendência abraâmica equivale a uma atitude injustificável de gloriar-se na carne. Isso é estultície e impiedade. Israel não tinha razão para orgulhar-se de si mesmo. A salvação não é deste mundo, da parte do homem; ela é lá de cima, ela vem de Deus (cf. 2Co 11.17; Fp 3.1-8).
 2. Jesus é deveras Aquele desde muito esperado, enviado por Deus para a redenção do homem; porque é ele quem cumpre a profecia concernente à humilde origem do Messias (Is 11.1; 53.2; cf. Mt 2.23; Jo 1.46; 7.52).

 3. Este Jesus Cristo é o Salvador do mundo (Jo 3.16; 4.42). não somente dos judeus. Sem dúvida, há "amplitude na misericórdia de Deus". Aqueles que foram destinados à salvação por meio da fé seriam tomados de todas as nações. O v. 6 acrescenta ênfase a tudo isto. Quanto ao ponto 1 (acima), os leitores são aqui lembrados do fato de que por poder indicar o ilustre rei Davi, seja como ancestral ou como o primeiro rei de sua nação, não oferece base alguma para jactância; pois ele foi o homem que, por meio da mulher de outro homem, isto é, por meio da mulher que ele roubara e, por ter mandado matar esse outro homem, tornara-se o pai do próximo rei. O primeiro fruto da união adulterosa morrera. Mais tarde, nasceu Salomão dessa mesma união. Leia-se sobre a forma escandalosa como Davi planejou e executou a morte de I frias, a fim de que pudesse casar-se com Batseba, a esposa desse homem, com a qual já havia cometido adultério (2Sm 11).

127 É evidente que Raabe não era israelita (Js 2.2-21). Rute era "'uma jovem moabita" (Rt 2.6). Gn 38 não afirma especificamente que Tamar era cananéia, todavia isso está provavelmente implícito no contexto de Gênesis (ver vv.1,2,6,11-13). Cf. G. Ch. Halders, Genesis (Korte Verklaring); Vol. 3, p. 94." COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001.p p. 169-170)


5-Por que as genealogias de Mateus e Lucas são diferentes?

1-Alguns dizem que as duas genealogias são de José, mas as duas genealogias são bem diferentes
"Se existe algo claro, seguramente é isto: que a intenção de Mateus é que seu Evangelho fosse lido especialmente pelos judeus. Para eles, aliás, a descendência de José (o pai legal de Jesus), de Davi e de Abraão era muito importante. Em contrapartida, Lucas escreve para os gentios, isto é, para todo o mundo. O que lhe interessava, bem como a seus leitores, era o significado de Jesus para a raça humana. Ao apresentar sua genealogia, ele queria mostrar que Jesus verdadeiramente pertencia a essa raça. Como? Sendo descendente de José? Se há algo que Lucas enfatiza é sem dúvida isto: que Jesus não era em qualquer sentido físico descendente de José. Ele nasceu de uma virgem. Portanto, esse evangelista não temia que seus leitores viessem a imaginar que ele pretendia dar-lhes a genealogia de José. Em 1,34, 35, e de fato através de todo o Evangelho, não havia assumido a posição concreta de que, fisicamente falando, Jesus foi somente filho de Maria, e que José não teve nada que ver com a concepção do menino? E porventura não é verdade que Lucas é quem narra a história da natividade pelo prisma das experiências de Maria?
Para tornar bem mais claro este ponto, bem no início da genealogia, Lucas declara que Jesus era o filho de José só na imaginação do povo. Ele escreve: “Jesus mesmo, supostamente, era filho de José”. O que está implícito é que o povo estava equivocado ao considerar José como o verdadeiro pai de Jesus. José é só apenas o suposto pai de Jesus; daí, ele não era seu pai em sentido algum."
(Comentário do Novo Testamento, Exposição do Evangelho de Lucas WILLIAM  HENDRIKSEN. Vol. 1 © 2003, Editora Cultura Cristã. p. 306-307)
  • Lucas apresenta a genealogia de Maria, e Mateus a de José. Mas Lucas substitui o nome pelo de José (Lc 3.23) para evitar mencionar uma mulher (ao contrário da genealogia de mateus que tem muitas mulheres). Lucas 1.32, 69, onde Lucas inclui dados nos quais se afirma claramente que Maria descende de Davi
Lc 3:23  Jesus começou o seu trabalho quando tinha mais ou menos trinta anos de idade. Ele era, conforme pensavam, filho de José, que era filho de Eli,
Lc 1:31  Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. 34  Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum?
  •  Mateus, escrito com o intuito de conquistar os judeus para Cristo, começa sua lista com Abraão, e Lucas, que visa também os gentios, termine com Adão, filho de Deus; pois Jesus, o Messias, tem significado para toda a raça humana, e esta raça procede do próprio Deus.
  • Mateus traça a genealogia por Salomão e Lucas traça por Natã, ambos filhos de Davi.
  • Na lista de Mateus, Salathiel (Selatiel) e Zorobabel são a 15ª e 16ª geração depois de Davi.
  • Na lista de Lucas, eles são a 21ª e 22ª geração depois de Davi
  • Entre Davi e Salatiel (inclusive) a genealogia de Mateus contém dezesseis nomes diferentes da de Lucas 22. Entre Salatiel e Jesus (inclusive), Mateus menciona treze nomes, Lucas 22 novamente.
  • O fato das duas genealogias terem dois nomes em comum (Salatiel e Zorobabel não prova que são a mesma genealogia por duas razões: 1-não são nomes em comum; 2-o próprio Lucas cita nomes iguais de pessoas diferentes na mesma genealogia: José (4 vezes), Matatias (2 vezes), Judá (duas vezes), Matate e Levi  (duas vezes)
  • Lucas enfatiza também o nascimento viriginal ao declarar que José era como "se supunha" filho de José Lc 3:23  Jesus começou o seu trabalho quando tinha mais ou menos trinta anos de idade. Ele era, conforme pensavam, filho de José, que era filho de Eli,

    Lc 3:23  Ora, tinha Jesus cerca de trinta anos ao começar o seu ministério. Era, como se cuidava, filho de José, filho de Eli;
    24  Eli, filho de Matate, Matate, filho de Levi, Levi, filho de Melqui, este, filho de Janai, filho de José;
    25  José, filho de Matatias, Matatias, filho de Amós, Amós, filho de Naum, este, filho de Esli, filho de Nagai;
    26  Nagai, filho de Maate, Maate, filho de Matatias, Matatias, filho de Semei, este, filho de José, filho de Jodá;
    27  Jodá, filho de Joanã, Joanã, filho de Resa, Resa, filho de Zorobabel, este, de Salatiel, filho de Neri;
    28  Neri, filho de Melqui, Melqui, filho de Adi, Adi, filho de Cosã, este, de Elmadã, filho de Er;
    29  Er, filho de Josué, Josué, filho de Eliézer, Eliézer, filho de Jorim, este, de Matate, filho de Levi;
    30  Levi, filho de Simeão, Simeão, filho de Judá, Judá, filho de José, este, filho de Jonã, filho de Eliaquim;
    31  Eliaquim, filho de Meleá, Meleá, filho de Mená, Mená, filho de Matatá, este, filho de Natã, filho de Davi;
    32  Davi, filho de Jessé, Jessé, filho de Obede, Obede, filho de Boaz, este, filho de Salá, filho de Naassom;
    33  Naassom, filho de Aminadabe, Aminadabe, filho de Admim, Admim, filho de Arni, Arni, filho de Esrom, este, filho de Perez, filho de Judá;
    34  Judá, filho de Jacó, Jacó, filho de Isaque, Isaque, filho de Abraão, este, filho de Tera, filho de Naor;
    35  Naor, filho de Serugue, Serugue, filho de Ragaú, Ragaú, filho de Faleque, este, filho de Éber, filho de Salá;
    36  Salá, filho de Cainã, Cainã, filho de Arfaxade, Arfaxade, filho de Sem, este, filho de Noé, filho de Lameque;
    37  Lameque, filho de Metusalém, Metusalém, filho de Enoque, Enoque, filho de Jarede, este, filho de Maalalel, filho de Cainã;
    38  Cainã, filho de Enos, Enos, filho de Sete, e este, filho de Adão, filho de Deus.


    6-A maldição sobre Jeconias[Joaquim]e Joaquim impede Jesus de ser herdeiro do trono de Davi?
    Resposta:
    1-De forma alguma, não há nenhum texto que diga que nenhum descendente de Jeconias poderia ser o Messias! Pelo contrário. Em Zorobabel, descendente de Jeconias há promessas messiânicas. O Talmud acerta neste ponto ao dizer que Jeconias foi perdoado.Enciclopédia Judaica comprova, volume 7 na p. 84:

     "As tristes experiências de Joaquim mudaram a natureza inteiramente, e como ele se arrependeu dos pecados que cometera como rei, ele foi perdoado por Deus, que revogou o decreto no sentido de que nenhum de seus descendentes nunca deveria tornar-se rei (Jer 22:30..; ... Pesiḳ, ed Buber, xxv 163a, b); ele mesmo se tornou o ancestral do Messias (Tanhuma, Toledot, 20 [ed. Buber, i. 140])...
    A vida de Joaquim, é a melhor ilustração da máxima: "Durante a prosperidade de um homem nunca deve esquecer a possibilidade do infortúnio, e na adversidade não devem desespero do retorno de prosperidade" (Seder 'Olam R. xxv.). Seguindo o conselho de Joaquim, filho de Nabucodonosor cortou o corpo do pai em 300 pedaços, que tinha dado a 300 abutres, para que ele pudesse ter certeza de que Nabucodonosor nunca voltar a preocupá-lo ("Chronicles of Jerahmeel,", LXVI. 6). Evil-Merodaque tratou Joaquim, como um rei, vestiram-no de púrpura e arminho, e por causa dele libertou todos os judeus que haviam sido presos por Nabucodonosor (Targum Sheni, near the beginning).Foi Joaquim, também, que ergueu o magnífico mausoléu sobre o túmulo do profeta Ezequiel (Benjamin de Tudela, "Itinerário", ed. Asher, i. 66). No segundo templo havia uma porta chamada "Porta de Jeconias", porque, segundo a tradição, Jeconias (Joaquim) deixou o Templo por aquele portão quando ele foi para o exílio (Middot (Talmud) 2. 6)." http://www.jewishencyclopedia.com/articles/8560-jehoiachin
    "Jeconias, o exilado, tem filhos, num dos quais a linha messiânica tem prosseguimento (1 Cr 3.17,18). Relendo Jr 22.30, começamos a entender que a predição de que ficaria sem filhos não significava outra coisa senão que nenhum de seus filhos ocuparia o trono terreno de Davi. Ora, essa mudança favorável entre o Jeconias antes de sua deportação e aquele depois da deportação,... Se mais é necessário, considere-se também 2Rs 25.27-30. Cf. Jr 52.31-34. Jeconias é solto da prisão, é tratado com humanidade na corte de Evil-Merodaque, rei de Babilônia, em cuja mesa comia regularmente, e se lhe concede uma mesada vitalícia. Concede-se lhe ainda "um trono acima dos tronos dos reis que se achavam com ele em Babilônia". Um contraste mais agudo é dificilmente concebível. Naturalmente Mateus conhecia tudo isso. Por todo o seu Evangelho Mateus está constantemente provando que ele está bem familiarizado com suas fontes....(COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001.p. 181)

    Jr 22:24  Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR, ainda que Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, fosse o anel do selo da minha mão direita, eu dali o arrancaria.
    25  Entregar-te-ei, ó rei, nas mãos dos que procuram tirar-te a vida e nas mãos daqueles a quem temes, a saber, nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e nas mãos dos caldeus.
    26  Lançar-te-ei a ti e a tua mãe, que te deu à luz, para outra terra, em que não nasceste; e ali morrereis.
    27  Mas à terra da qual eles têm saudades, a ela não tornarão.
    28  Acaso, é este Jeconias homem vil, coisa quebrada ou objeto de que ninguém se agrada? Por que foram lançados fora, ele e os seus filhos, e arrojados para a terra que não conhecem?
    29  Ó terra, terra, terra! Ouve a palavra do SENHOR!
    30  Assim diz o SENHOR: Registrai este como se não tivera filhos; homem que não prosperará nos seus dias, e nenhum dos seus filhos prosperará, para se assentar no trono de Davi e ainda reinar em Judá.

    Ageu 2:21  Fala a Zorobabel, governador de Judá: Farei abalar o céu e a terra;
    22  derribarei o trono dos reinos e destruirei a força dos reinos das nações; destruirei o carro e os que andam nele; os cavalos e os seus cavaleiros cairão, um pela espada do outro.
    23  Naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, tomar-te-ei, ó Zorobabel, filho de Salatiel, servo meu, diz o SENHOR, e te farei como um anel de selar, porque te escolhi, diz o SENHOR dos Exércitos.


    Jr 52:31  No trigésimo sétimo ano do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no dia vinte e cinco do duodécimo mês, Evil-Merodaque, rei da Babilônia, no ano em que começou a reinar, libertou a Joaquim, rei de Judá, e o fez sair do cárcere.
    32  Falou com ele benignamente e lhe deu lugar de mais honra do que o dos reis que estavam consigo em Babilônia.
    33  Mudou-lhe as vestes do cárcere, e Joaquim passou a comer pão na sua presença, todos os dias da sua vida.
    34  E da parte do rei da Babilônia lhe foi dada subsistência vitalícia, uma pensão diária, até ao dia da sua morte, durante os dias da sua vida.

     2 Rs 25:27  No trigésimo sétimo ano do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no dia vinte e sete do duodécimo mês, Evil-Merodaque, rei da Babilônia, no ano em que começou a reinar, libertou do cárcere a Joaquim, rei de Judá.
    28  Falou com ele benignamente e lhe deu lugar de mais honra do que a dos reis que estavam com ele na Babilônia.
    29  Mudou-lhe as vestes do cárcere, e Joaquim passou a comer pão na sua presença todos os dias da sua vida.

    30  E da parte do rei lhe foi dada subsistência vitalícia, uma pensão diária, durante os dias da sua vida.

    2-Mesmo que a profecia inclua todos os descendentes de Jeconias, isto não impede Jesus de ser o Messias, pois neste caso José era apenas pai legal e não pai biológico
    "No entanto, como José era apenas o pai legal de Jesus (pelo fato de estar noivo de Maria quando ela engravidou), Jesus não herdou a maldição dos verdadeiros descendentes de Jeconias. E, como Jesus era o filho real de Davi por meio de Maria segundo a genealogia matriarcal de Lucas (Lc 3), cumpriu as condições de vir da descendência de Davi (2Sm 7.12- 16), sem perder os direitos legais ao trono de Davi ao levar a maldição de Jeconias. Assim, o nascimento virginal é sugerido interpretação coerente dessas passagens do at. (Enciclopedia de Apologética,p. 869)

    3- Jeremias apenas disse que os filhos diretos de Jeconias não herdariam o trono. Mas Zorobabel é descendente dele e se torna um símbolo messiânico
    Jr 22:24  Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR, ainda que Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, fosse o anel do selo da minha mão direita, eu dali o arrancaria.
    25  Entregar-te-ei, ó rei, nas mãos dos que procuram tirar-te a vida e nas mãos daqueles a quem temes, a saber, nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e nas mãos dos caldeus.
    26  Lançar-te-ei a ti e a tua mãe, que te deu à luz, para outra terra, em que não nasceste; e ali morrereis.
    27  Mas à terra da qual eles têm saudades, a ela não tornarão.
    28  Acaso, é este Jeconias homem vil, coisa quebrada ou objeto de que ninguém se agrada? Por que foram lançados fora, ele e os seus filhos, e arrojados para a terra que não conhecem?
    29  Ó terra, terra, terra! Ouve a palavra do SENHOR!
    30  Assim diz o SENHOR: Registrai este como se não tivera filhos; homem que não prosperará nos seus dias, e nenhum dos seus filhos prosperará, para se assentar no trono de Davi e ainda reinar em Judá.

    4- Zedequias, tio de Jeconias (Joaquim), filho de Josias, era considerado um figo ruim, ao contrário de Jeconias, que era um figo bom. Os figos bons (incluindo os descendentes de Jeconias, como Zorobabel) voltaram para Judá.
    2 Reis 24:17  O rei da Babilônia estabeleceu rei, em lugar de Joaquim, ao tio paterno deste, Matanias, de quem mudou o nome para Zedequias.

    Jr 24:1 ¶ Fez-me ver o SENHOR, e vi dois cestos de figos postos diante do templo do SENHOR, depois que Nabucodonosor, rei da Babilônia, levou em cativeiro a Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, e os príncipes de Judá, e os artífices, e os ferreiros de Jerusalém e os trouxe à Babilônia.
    2  Tinha um cesto figos muito bons, como os figos temporãos; mas o outro, ruins, que, de ruins que eram, não se podiam comer.
    3  Então, me perguntou o SENHOR: Que vês tu, Jeremias? Respondi: Figos; os figos muito bons e os muito ruins, que, de ruins que são, não se podem comer.
    4  A mim me veio a palavra do SENHOR, dizendo:
    5  Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Do modo por que vejo estes bons figos, assim favorecerei os exilados de Judá, que eu enviei deste lugar para a terra dos caldeus.
    6  Porei sobre eles favoravelmente os olhos e os farei voltar para esta terra; edificá-los-ei e não os destruirei, plantá-los-ei e não os arrancarei.
    7  Dar-lhes-ei coração para que me conheçam que eu sou o SENHOR; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus; porque se voltarão para mim de todo o seu coração.
    8  Como se rejeitam os figos ruins, que, de ruins que são, não se podem comer, assim tratarei a Zedequias, rei de Judá, diz o SENHOR, e a seus príncipes, e ao restante de Jerusalém, tanto aos que ficaram nesta terra como aos que habitam na terra do Egito.
    9  Eu os farei objeto de espanto, calamidade para todos os reinos da terra; opróbrio e provérbio, escárnio e maldição em todos os lugares para onde os arrojarei.
    10  Enviarei contra eles a espada, a fome e a peste, até que se consumam de sobre a terra que lhes dei, a eles e a seus pais.

    5- José é descendente de Jeconias por meio de Sealtiel e de seu descendente o famoso Zorobabel, que foi governador de Judá, que foi um tipo do Messias.
    1 Cr 3:17  Os filhos de Jeconias, o cativo: Sealtiel,
    18  Malquirão, Pedaías, Senazar, Jecamias, Hosama e Nedabias.
    Esdras 3:2  Levantou-se Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, sacerdotes, e Zorobabelfilho de Sealtiel, e seus irmãos e edificaram o altar do Deus de Israel, para sobre ele oferecerem holocaustos, como está escrito na Lei de Moisés, homem de Deus

    Ageu 2:21  Fala a Zorobabel, governador de Judá: Farei abalar o céu e a terra;
    22  derribarei o trono dos reinos e destruirei a força dos reinos das nações; destruirei o carro e os que andam nele; os cavalos e os seus cavaleiros cairão, um pela espada do outro.
    23  Naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, tomar-te-ei, ó Zorobabel, filho de Salatiel, servo meu, diz o SENHOR, e te farei como um anel de selar, porque te escolhi, diz o SENHOR dos Exércitos.

    "As  aspirações messiânicas que dantes estavam ligadas ao reino davídico, Ageu as transfere a Zorobabel, que em virtude desta posição nomeada, torna-se um tipo de Cristo" (Comentário Bíblico Beacon. Rio de Janeiro:CPAD, 2012,p. 287)

    "até hoje ele consta do hino do Hanucá que conta as libertações que Deus operou: Eu quase morri, quando o fim trazido por Babilônia se aproximou: através de Zorobabel eu fui salvo depois de setenta anos" (Ageu, Zacarias e Malaquias. Introdução e Comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008)p. 43

    6- Zorobabel era um príncipe UNGIDO, junto com Josué,por direito de herança e  não por ter sido ungido por homens. Nos seus dias Houve a profecia do Messias prometido
    Zc 3:8 ¶ Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens de presságio; eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo.
    9  Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu lavrarei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, tirarei a iniqüidade desta terra, num só dia.
    10  Naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, cada um de vós convidará ao seu próximo para debaixo da vide e para debaixo da figueira.


    Zc 4:1 ¶ Tornou o anjo que falava comigo e me despertou, como a um homem que é despertado do seu sono,
    2  e me perguntou: Que vês? Respondi: olho, e eis um candelabro todo de ouro e um vaso de azeite em cima com as suas sete lâmpadas e sete tubos, um para cada uma das lâmpadas que estão em cima do candelabro.
    3  Junto a este, duas oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e a outra à sua esquerda.
    4  Então, perguntei ao anjo que falava comigo: meu senhor, que é isto?
    5  Respondeu-me o anjo que falava comigo: Não sabes tu que é isto? Respondi: não, meu senhor.
    6  Prosseguiu ele e me disse: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel: Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.
    7  Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel serás uma campina; porque ele colocará a pedra de remate, em meio a aclamações: Haja graça e graça para ela!
    8  Novamente, me veio a palavra do SENHOR, dizendo:
    9  As mãos de Zorobabel lançaram os fundamentos desta casa, elas mesmas a acabarão, para que saibais que o SENHOR dos Exércitos é quem me enviou a vós outros.
    10  Pois quem despreza o dia dos humildes começos, esse alegrar-se-á vendo o prumo na mão de Zorobabel. Aqueles sete olhos são os olhos do SENHOR, que percorrem toda a terra.
    11 ¶ Prossegui e lhe perguntei: que são as duas oliveiras à direita e à esquerda do candelabro?
    12  Tornando a falar-lhe, perguntei: que são aqueles dois raminhos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro, que vertem de si azeite dourado?
    13  Ele me respondeu: Não sabes que é isto? Eu disse: não, meu senhor.
    14  Então, ele disse: São os dois ungidos, que assistem junto ao Senhor de toda a terra.

    7-Zacarias põe a coroa na cabeça de Josué  que é o Renovo (ou melhor, um tipo do Renovo), o Messias prometido, o antítipo de Josué, Jesus*,  poderia exercer ao mesmo tempo Rei e Sacerdote. Exatamente como Melquisedeque, símbolo (tipo) do Messias
    Zc 6:9 ¶ A palavra do SENHOR veio a mim, dizendo:
    10  Recebe dos que foram levados cativos, a saber, de Heldai, de Tobias e de Jedaías, e vem tu no mesmo dia e entra na casa de Josias, filho de Sofonias, para a qual vieram da Babilônia.
    11  Recebe, digo, prata e ouro, e faze coroas, e põe-nas na cabeça de Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote.
    12  E dize-lhe [A Josué]: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis aqui o homem  cujo nome é Renovo; ele brotará do seu lugar e edificará o templo do SENHOR.
    13  Ele mesmo edificará o templo do SENHOR e será revestido de glória; assentar-se-á no seu trono, e dominará, e será sacerdote no seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios.

    *Josué e Jesus no Hebraico é Yeshua. Sendo que Jesus é a forma grega do nome em portugues e Josué a forma hebraica.
    Sl 110:1 ¶ Disse o SENHOR ao meu Senhor {o Messias}: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
    2  O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos.
    3  Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.
    4  O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Gn 14:18  Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; era sacerdote do Deus Altíssimo;

    Hebreus 6:20  onde Jesus, como precursor, entrou por nós, tendo-se tornado sumo sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
    Hebreus 7:1  Porque este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão, quando voltava da matança dos reis, e o abençoou,
    Hebreus 7:10  Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.
    Hebreus 7:11  Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?

    Hebreus 7:15  E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote,

    Como Jeconias poderia ser perdoado sem um templo?


    'Jeconias foi levado cativo pelo rei Nabucodonosor e logo depois Jerusalém foi conquistada e o Templo destruído. De dentro da prisão Jeconias se arrpende e é libertado nos dias do rei Evil Merodach. Seu arrependimento foi aceito por D’us e a maldição removida. Mas com o Templo destruído, e sem a possibilidade de sacrifícios, como um pecado tão grande como o de Jeconias poderia ter sido perdoado? Afinal de contas, toda a razão pela qual Jesus morreu na cruz foi porque: “Sem derramamento de sangue não há perdão” (Hebreus 9:22)." http://www.judaismoemacao.net.br/a-arvore-sem-logica-e-a-confusao-genealogica-de-jesus/

    Resposta:
    1- Será que toda pessoa que viveu entre a destruição do templo por Nabucodonosor e a reconstrução 
    do templo na época de Esdras ficaram sem perdão? Claro que não!! Observe o profeta Daniel:
    Dn 9:1 ¶ No primeiro ano de Dario, filho de Assuero, da linhagem dos medos, o qual foi constituído rei sobre o reino dos caldeus,
    2  no primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, entendi, pelos livros, que o número de anos, de que falara o SENHOR ao profeta Jeremias, que haviam de durar as assolações de Jerusalém, era de setenta anos.
    3  Voltei o rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, pano de saco e cinza.
    4 ¶ Orei ao SENHOR, meu Deus, confessei e disse: ah! Senhor! Deus grande e temível, que guardas a aliança e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos;
    5  temos pecado e cometido iniqüidades, procedemos perversamente e fomos rebeldes, apartando-nos dos teus mandamentos e dos teus juízos;
    6  e não demos ouvidos aos teus servos, os profetas, que em teu nome falaram aos nossos reis, nossos príncipes e nossos pais, como também a todo o povo da terra.
    7  A ti, ó Senhor, pertence a justiça, mas a nós, o corar de vergonha, como hoje se vê; aos homens de Judá, os moradores de Jerusalém, todo o Israel, quer os de perto, quer os de longe, em todas as terras por onde os tens lançado, por causa das suas transgressões que cometeram contra ti.
    8  Ó SENHOR, a nós pertence o corar de vergonha, aos nossos reis, aos nossos príncipes e aos nossos pais, porque temos pecado contra ti.
    9  Ao Senhor, nosso Deus, pertence a misericórdia e o perdão, pois nos temos rebelado contra ele
    10  e não obedecemos à voz do SENHOR, nosso Deus, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os profetas.
    11  Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando-se, para não obedecer à tua voz; por isso, a maldição e as imprecações que estão escritas na Lei de Moisés, servo de Deus, se derramaram sobre nós, porque temos pecado contra ti.
    12  Ele confirmou a sua palavra, que falou contra nós e contra os nossos juízes que nos julgavam, e fez vir sobre nós grande mal, porquanto nunca, debaixo de todo o céu, aconteceu o que se deu em Jerusalém.
    13  Como está escrito na Lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não temos implorado o favor do SENHOR, nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades e nos aplicarmos à tua verdade.
    14  Por isso, o SENHOR cuidou em trazer sobre nós o mal e o fez vir sobre nós; pois justo é o SENHOR, nosso Deus, em todas as suas obras que faz, pois não obedecemos à sua voz.
    15  Na verdade, ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo da terra do Egito com mão poderosa, e a ti mesmo adquiriste renome, como hoje se vê, temos pecado e procedido perversamente.
    16  Ó Senhor, segundo todas as tuas justiças, aparte-se a tua ira e o teu furor da tua cidade de Jerusalém, do teu santo monte, porquanto, por causa dos nossos pecados e por causa das iniqüidades de nossos pais, se tornaram Jerusalém e o teu povo opróbrio para todos os que estão em redor de nós.
    17  Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo e as suas súplicas e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o rosto, por amor do Senhor.
    18  Inclina, ó Deus meu, os ouvidos e ouve; abre os olhos e olha para a nossa desolação e para a cidade que é chamada pelo teu nome, porque não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias.
    19  Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age; não te retardes, por amor de ti mesmo, ó Deus meu; porque a tua cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome.
    20 ¶ Falava eu ainda, e orava, e confessava o meu pecado e o pecado do meu povo de Israel, e lançava a minha súplica perante a face do SENHOR, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus.

    Da mesma forma os Nivitas:
    5 ¶ Os ninivitas creram em Deus, e proclamaram um jejum, e vestiram-se de panos de saco, desde o maior até o menor.
    6  Chegou esta notícia ao rei de Nínive; ele levantou-se do seu trono, tirou de si as vestes reais, cobriu-se de pano de saco e assentou-se sobre cinza.
    7  E fez-se proclamar e divulgar em Nínive: Por mandado do rei e seus grandes, nem homens, nem animais, nem bois, nem ovelhas provem coisa alguma, nem os levem ao pasto, nem bebam água;
    8  mas sejam cobertos de pano de saco, tanto os homens como os animais, e clamarão fortemente a Deus; e se converterão, cada um do seu mau caminho e da violência que há nas suas mãos.
    9  Quem sabe se voltará Deus, e se arrependerá, e se apartará do furor da sua ira, de sorte que não pereçamos?
    10  Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.

    2- O texto do Novo Testamento é simplesmente uma citação do Antigo:
    Levítico 17:11  Porque a vida da carne está no sangue. Eu vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação em virtude da vida.
    Levítico 5:9  Do sangue da oferta pelo pecado aspergirá sobre a parede do altar e o restante do sangue, fá-lo-á correr à base do altar; é oferta pelo pecado.
    Levítico 16:19  Do sangue aspergirá, com o dedo, sete vezes sobre o altar, e o purificará, e o santificará das impurezas dos filhos de Israel.
    Hebreus 9:22  Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e, sem derramamento de sangue, não há remissão.

    3- O Messias daria sua alma em expiação, levando sobre si a iniquidade de outros, cmo o bode emissário;
    Is 53:10 ¶ Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.
    11  Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.

    Lv 16:10  Mas o bode sobre que cair a sorte para bode emissário será apresentado vivo perante o SENHOR, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário.
    21  Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, todas as suas transgressões e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem à disposição para isso.
    22  Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles para terra solitária; e o homem soltará o bode no deserto.

    Conclusão: 
    Todo pecado só é perdoado tendo em vista a morte do Messias como oferta pelo pecado. Os sacrifícios apenas tipificavam (eram sombra, tipo) a morte do Messias.
     
     ¶ Ora, visto que a lei tem sombra dos bens vindouros, não a imagem real das coisas, nunca jamais pode tornar perfeitos os ofertantes, com os mesmos sacrifícios que, ano após ano, perpetuamente, eles oferecem.
    2  Doutra sorte, não teriam cessado de ser oferecidos, porquanto os que prestam culto, tendo sido purificados uma vez por todas, não mais teriam consciência de pecados?
    3  Entretanto, nesses sacrifícios faz-se recordação de pecados todos os anos,
    4  porque é impossível que o sangue de touros e de bodes remova pecados.
    5  Por isso, ao entrar no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste; antes, um corpo me formaste;
    6  não te deleitaste com holocaustos e ofertas pelo pecado.
    7 ¶ Então, eu disse: Eis aqui estou (no rolo do livro está escrito a meu respeito), para fazer, ó Deus, a tua vontade.
    8  Depois de dizer, como acima: Sacrifícios e ofertas não quiseste, nem holocaustos e oblações pelo pecado, nem com isto te deleitaste (coisas que se oferecem segundo a lei),
    9  então, acrescentou: Eis aqui estou para fazer, ó Deus, a tua vontade. Remove o primeiro para estabelecer o segundo.
    10  Nessa vontade é que temos sido santificados, mediante a oferta do corpo de Jesus Cristo, uma vez por todas.
    11  Ora, todo sacerdote se apresenta, dia após dia, a exercer o serviço sagrado e a oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca jamais podem remover pecados;
    12  Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus

    7-Por que a lista dos nomes de Mt 1:13 -16 não consta no AT?
    Resposta:
    Por que o período que aborda o v.13-16 é o período intertestamentário, no qual não houve Escritos Inspirados, ou seja, o período em que não foi escrito nenhum oficial do Antigo Testamento.
    "Visto que a maior parte do período coberto pelos vv. 13 -16 pertence à história intertestamentária, não causa surpresa que os homens cujos nomes são citados não aparecem noutra parte da Escritura. Eles viveram em meio a circunstâncias difíceis, sob o domínio de reis estrangeiros e entre vizinhos hostis. As vezes a perseguição se abateu ferozmente, especialmente durante a guerra dos Macabeus." COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001, p.183)

    "Pode-se acrescentar que, quanto à preservação das listas genealógicas (provavelmente escritas e orais), maior evidência é fornecida pelo fato de que Lucas sabia que Zacarias, pai de João Batista, era "do turno de Abias", e era casado com uma "das filhas de Arão" (Lc 1.5). Ele também sabia que José era "da casa e família de Davi" (2.4); e que a profetisa Ana era "da tribo de Aser" (2.36). Semelhantemente, Paulo sabia que ele mesmo era "da tribo de Benjamim" (Rm 11.1; Fp 3.5). Portanto, é evidente que a consciência de uma distinção entre as tribos continua no período neotestamentário, e que o povo sabia de que tribo e família cada um era pertencente. Os sacerdotes e os demais também devem ter conservado os registros, e estes foram transmitidos de geração a geração.132 Josefo foi capaz de dar a sua própria genealogia. Ele nos conta que a encontrou nos "registros públicos (The Life 1.6). Ver também sua obra Contra Apion 1.30." COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001, p.184)

    "Depois de Zorobabel, Mateus depende de fontes extrabíblicas das quais não sabemos nada. Mas há boa evidência de que os registros foram mantidos, pelo menos, até o fim do século I. Josefo
    (Life [Vida] 6 [1]) refere-se a “registros públicos” dos quais extraiu a informação genealógica que utilizou (cf. também Josefo, Contra Apion {Contra Apiãó\ I, 28-56 [6-10]). De acordo com Gênesis R 9 8 .8, foi provado que o rabi Hillel é descendente de Davi porque um pergaminho de genealogia foi encontrado em Jerusalém. Eusébio [EcclesiasticalHistory {História eclesiástica], 3.19-20) cita Hegésipo para a finalidade de que o imperador Domiciano (81-96 d.C.) ordenou a morte de todos
    os descendentes de Davi." (Comentário de Mateus. D.A .Carson. São Paulo Shedd, 2011,p. 87)

    "Assim, aqueles que exercem o sacerdócio não se podem casar, senão com mulheres de sua mesma tribo, e sem considerar outros bens nem vantagens materiais e temporais, é preciso ter uma prova, constante, de diversas testemunhas, de que elas são descendentes de uma dessas antigas famílias da tribo de Levi; essa ordem é observada não somente na Judéia, mas também em todos os lugares onde a nossa nação está espalhada, como no Egito, em Babilônia e em todos os outros lugares. Eles mandam a Jerusalém o nome do pai daquela que eles querem desposar, com um relato de sua

    genealogia, garantida por testemunhas. (Flávio Josefo. História dos hebreus. Obra Completa.- Resposta de Flávio Josefo a Ápio,Cap. 2 p. 1432)

    Como a minha origem remonta a uma longa série de antepassados de família sacerdotal, eu poderia vangloriar-me da nobreza do meu nascimento, pois cada nação, estabelecendo a grandeza de uma família em certos sinais de honra que a acompanham, entre nós uma das mais notáveis é ter-se a administração das coisas santas. Mas não sou apenas oriundo da família dos sacerdotes: sou também da primeira das vinte e quatro linhas que a compõem e cuja dignidade está acima de todas. A isso posso acrescentar que, do lado de minha mãe, tenho reis entre meus antepassados. O ramo dos hasmoneus, de que ela é proveniente, possuiu durante um longo tempo, entre os hebreus, o reino e o sumo sacerdócio.  Eis a série dos últimos dos meus predecessores: Simão, cognominado Psello, avô de meu bisavô, viveu no tempo em que Hircano, primeiro desse nome, filho de Simão, sumo sacerdote, exercia o sumo sacerdócio. Psello teve nove filhos, um dos quais de nome Matias, cognominado Aflias, desposou no primeiro ano do reinado de Hircano, a filha de Jônatas, sumo sacerdote, e teve
    Matias, cognominado Curo, que no nono ano do reinado de Alexandre teve um filho de nome José, que no décimo ano do reinado de Arqueiau teve um filho de nome Matias, do qual eu tenho meu nascimento, no primeiro ano do reinado do imperador Caio César. Quanto a mim, tenho três filhos: o primeiro dos quais, chamado Hircano, nasceu no quinto ano do reinado de Vespasiano; o segundo,
    chamado Justo, nasceu no sétimo; e o terceiro, de nome Agripa, no nono ano do reinado do mesmo imperador. Eis minha descendência como está escrita nos registros públicos e que eu julguei dever relatar aqui a fim de desmanchar as calúnias de meus inimigos. (Flávio Josefo. História dos hebreus. Obra Completa.- Vida de Flávio Josefo. Rio de Janeiro:CPAD, 2009,p. 943)

    8-Jesus não pode ser o Messias porque ele é apenas descendente legal de Davi por parte de pai?
    "Por outro lado, os direitos de sangue, tais como a linhagem tribal e sacerdotal levítica, só podem ser transmitidos de pai para seus filhos biológicos, inclusive quaisquer bênçãos especiais e, sim, maldições. Se a adoção na linhagem real fosse possível, Atalia não teria que tomar medidas drásticas após a morte de seus filhos nas mãos de Jeú e seus homens (ver 2Reis 9:27, 10:13-14):
    Se a adoção fosse uma solução viável para o problema de um herdeiro, Atalia teria sido capaz de buscar esse caminho para selecionar a próxima pessoa a sentar-se no trono de Davi."  http://thejewishhome.org/counter-pt/DireitoTrono.pdf
    Resposta:
    1- De fato por José não ter tido relações com Maria para nascer Jesus, José era apenas pai adotivo dele, pai legal..

    2- O fato é que Atalia, ex esposa de Jorão, rei de Judá, queria reinar sozinha, e de fato fez isso por 6 anos, e se ela se casasse com um homem , após matar todos os outros descendentes de Acazias, no caso ele seria rei legalmente, como tentou fazer Adonias, pois este queria casar com Abisague:

    2 Cr 22:10 ¶ Vendo Atalia, mãe de Acazias, que seu filho era morto, levantou-se e destruiu toda a descendência real da casa de Judá.
    11  Mas Jeosabeate, filha do rei, tomou a Joás, filho de Acazias, e o furtou dentre os filhos do rei, aos quais matavam, e o pôs e à sua ama numa câmara interior; assim, Jeosabeate, a filha do rei Jeorão, mulher do sacerdote Joiada e irmã de Acazias, o escondeu de Atalia, e não foi morto.
    12  Joás esteve com eles seis anos na Casa de Deus, e Atalia reinou no país.

    2 Reis 11:2  Mas Jeoseba, filha do rei Jorão e irmã de Acazias, tomou a Joás, filho de Acazias, e o furtou dentre os filhos do rei, aos quais matavam, e pôs a ele e a sua ama numa câmara interior; e, assim, o esconderam de Atalia, e não foi morto

    "No que concerne às mulheres de Saul — ou às de qualquer outro rei falecido, quanto a essa questão —, elas geralmente recebiam o encargo de proteger e cuidar do sucessor do marido. De outra forma, o casamento posterior de alguém com a viúva de um rei poderia conceder ao novo esposo o direito ao trono. (Essa foi a razão por que Salomão ficou alarmado diante da proposta de Adonias de casar-se com a viúva mais jovem do rei Davi, Abisague. Ele entendeu esse ato como uma esperta manobra, como parte de um complô para derrubá-lo [1Rs 2.22].) Portanto, essa norma funcionava desde que uma mulher se tornasse a esposa de um rei (como rainha, esposa secundária ou concubina). Era seu o direito reter esse status ainda que o marido tivesse falecido. O sucessor do monarca tomá-la-ia. Presumivelmente, porém, os filhos tratariam de todas as esposas de seu pai como pensionistas respeitáveis, no palácio, evitando um relacionamento incestuoso com elas."  (Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas, Gleason Archer, Ed. Vida, p. 132, 1988) 

    Conclusão:
    Havia sim o direito ao trono ao trono por meios legais, como visto acima


    9-A tribo era contada pelo pai biológico?
    "Jesus não tem tribo porque a tribo se recebe pelo pai e não pela mãe.E como Jose não teve relações com Maria, segue-se que José não passou seus genes a Jesus."
    Resposta:
    1-Se uma judia da tribo de Benjamim casa com um gentio, não tem portanto pai judaico, logo o filho não é da tribo de Benjamim?  Claro que sim. Neste caso o filho traz em seus genes a carga genética de Benjamim e portanto é descente de Benjamim!! Assim Biologicamente Jesus traz a carga genética de Maria que por sua vez era da tribo de Judá.
    "a descendência judia ou não judia é invariavelmente traçada pela mãe, não pelo pai. O filho de uma mãe judia e um pai gentio é judeu, o filho de uma mãe gentia e pai judeu é gentio. Se uma mulher gentia se converte ao judaísmo, ela é judia; os filhos que tiver após a conversão são igualmente judeus" (Comentário Judaico do Novo Tetamento, São Paulo, 2008,p. 311)


    2- Se formos levar em conta as tradições judaicas, nem Boaz nem Obede são judeus de sangue, pois Rute (uma Moabita) foi a mãe de Obede, e Raabe (prostituta da cidade de Jericó) a mãe de Boaz. A tradição judaica diz que para uma pessoa ser judia a mãe tem que ser judia, caso contrário descendente não é judeu. Rute se tornou judia pela conversão Rt 1:16, assim como Raabe.
    Rute 4:17  As vizinhas lhe deram nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho. E lhe chamaram Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi.

    Rute 4:22  Obede gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi.
    Mateus 1:5  Salmom gerou de Raabe a Boaz; este, de Rute, gerou a Obede; e Obede, a Jessé;
    Mateus 1:6  Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi, a Salomão, da que fora mulher de Urias;

    Lucas 3:32  Davi, filho de Jessé, Jessé, filho de Obede, Obede, filho de Boaz, este, filho de Salá, filho de Naassom;


    2- O único critério genealógico do Messias é ser descendente de Davi. O texto não diz se por pai ou por mãe!! Dizer que tem que ser pelo pai é invencionice judaica.

    Jeremias 23:5  Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, rei que é, reinará, e agirá sabiamente, e executará o juízo e a justiça na terra.

    Salmo 132:11 - O Eterno fez a Davi uma promessa da qual não voltará atrás: “Da sua descendência farei subir a seu trono”.

    Romanos 1:3 - Relativamente ao seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que foi feita da semente de Davi segundo a carne;

    2 Timóteo 2:8  Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho;
    Apocalipse 22:16  Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas às igrejas. Eu sou a Raiz e a Geração de Davi, a brilhante Estrela da manhã.

    João 7:42  Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi e da aldeia de Belém, donde era Davi?

    3- Tanto José como Maria eram descendentes de Davi
    Lucas 2:4  José também subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, para a Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém, por ser ele da casa e família de Davi,
    Lucas 1:27  a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria.
    Mateus 1:20  Enquanto ponderava nestas coisas, eis que lhe apareceu, em sonho, um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.

    4-A profecia de Gn 49:8-10 comprova que Jesus é o Messias.
    Judá, tu és aquele que teus irmãos louvarão: a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos, os filhos de teu pai se prostrarão diante de ti. Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu, tu subiste: ele se encurva e se deita como um leão, e como um leão velho. Quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló, e a ele se congregarão os povos (Gênesis 49:8-10)
    O historiador Eusébio de Cesaréia explica:
    "1. Foi nesse tempo que assumiu o reinado sobre o povo judeu, pela primeira  vez, Herodes, de família estrangeira, e cumpriu-se a profecia feita por meio de Moisés, que dizia: Não faltará chefe saído de Judá nem governante nascido de sua carne até que chegue aquele para quem está reservado 46, e sinaliza-o como esperança das nações. 

    2. Esta predição efetivamente não havia sido cumprida durante o tempo em que ainda lhes era permitido viver sob governantes de sua própria nação, começando com o próprio Moisés e continuando até o império de Augusto. Nos tempos deste é que pela primeira vez um estrangeiro, Herodes, se vê investido pelos romanos com o governo dos judeus: segundo nos informa Josefo, era idumeu por parte de pai e árabe por parte de mãe. Mas, segundo Africanus - que não era mau historiador —, os que dão informação exata sobre Herodes dizem que Antípatro (este era seu pai) era filho de um certo Herodes de Ascalon, um dos chamados hieródulos 47, que servia no templo de Apolo. 

    3. Este Antípatro, ainda criança, foi raptado por bandidos idumeus e viveu com eles, porque seu pai, pobre como era, não podia oferecer resgate por ele. Criado em meio a seus costumes, mais tarde firmou amizade com Hircano, sumo sacerdote judeu. Dele nasceu o Herodes dos tempos de nosso Salvador... 

    4. Tendo pois o reino judeu vindo às mãos de tal pessoa, a expectativa das nações, conforme a profecia, estava também à porta; haviam desaparecido do reino os príncipes e mandatários descendentes por via de sucessão entre si do próprio Moisés. 

    5. Ao menos tinham reinado antes do cativeiro e da migração para a Babilônia, começando com Saul - o primeiro - e por Davi. E antes dos reis, foram governados por mandatários chamados juízes, que tinham começado também depois de Moisés e de seu sucessor, Josué. 

    6. Pouco depois do regresso da Babilônia serviram-se ininterruptamente de um regime político de oligarquia aristocrática (eram os sacerdotes que estavam à frente dos assuntos), até que o general romano Pompeu atacou Jerusalém, assaltou-a à força e profanou os lugares santos entrando até a parte mais escondida do templo. E àquele que até esse momento havia se mantido por sucessão hereditária, na qualidade de rei e de sumo sacerdote - chamava-se Aristóbulo - mandou acorrentado a Roma, junto com seus filhos, e entregou o sumo sacerdócio a seu irmão Hircano. A partir daquele momento o povo judeu inteiro tornou-se tributário dos romanos. 

    7. Desta forma, assim que Hircano, último a quem chegou a sucessão dos sumos sacerdotes, foi levado cativo pelos partos, o senado romano e o imperador Augusto colocaram a nação judia nas mãos de Herodes, o primeiro estrangeiro, como já foi dito.

     8. Em seu tempo ocorreu visivelmente a vinda de Cristo e, segundo a profecia, seguiu-se a esperada salvação e vocação dos gentios. A partir desse tempo, efetivamente, os príncipes e mandatários originários de Judá, quero dizer, os que vinham do povo judeu, desapareceram, e em seguida naturalmente viram perturbados também os assuntos do sumo sacerdócio, que até então vinha sendo passado de modo estável de pais a filhos em cada geração. 

    9. Encontramos importante testemunho de tudo isso em Josefo, que explica como Herodes, assim que os romanos lhe confiaram o reino, deixou de instituir sumos sacerdotes vindos da antiga linhagem, pelo contrário, distribuiu esta honra entre gente sem expressão. E diz ainda que na instituição dos sacerdotes Herodes foi imitado por seu filho Arquelau e depois dele pelos romanos, quando tomaram para si o governo dos judeus. 

    10. O mesmo Josefo explica como Herodes foi o primeiro a fechar sob seu próprio selo as vestimentas sagradas do sumo sacerdote, não permitindo mais aos sumos sacerdotes levá-las sobre si, e que o mesmo foi feito por seu sucessor Arquelau, e depois deste pelos romanos. 

    11. Tudo o que foi dito sirva também como prova do cumprimento de outra profecia referente à manifestação de Jesus Cristo nosso Salvador. No livro de Daniel 48, a Escritura determina clara e expressamente um número de semanas até o Cristo-príncipe - acerca do que fiz uma exposição detalhada em outra obras - e profetiza que, depois de cumpridas estas semanas, seria extinta por completo a unção entre os judeus. Agora, pois, demonstra-se claramente que também isto se cumpriu com o nascimento de nosso Salvador Jesus Cristo. Sirva o dito como exposição necessária para a verdade das datas.
    43 Mq 5:1 (5:2). 
    44 Lc 2:2. 
    45 At 5:37.
     46 Gn 49:10.
    47 Escravos dos templos. 
    48 Dn 9:24-27." (Eusebio de Casaréia- História Eclesiastica- livro 1 cap. VI)

    17. Estabelecida desta maneira a genealogia de José, também Maria aparece junto a ele, obrigatoriamente, como sendo da mesma tribo, já que, ao menos segundo a lei de Moisés, não era permitido misturar-se às outras tribos 60, pois é prescrita a união em matrimônio com um do mesmo povo e da mesma tribo, para que a herança familiar não rodasse de tribo em tribo. Que seja isto o bastante.* (Eusebio de Casaréia- História Eclesiastica- livro 1 cap. VII- 17)

    60 Nm 36:8-9 
    8  Qualquer filha que possuir alguma herança das tribos dos filhos de Israel se casará com alguém da família da tribo de seu pai, para que os filhos de Israel possuam cada um a herança de seus pais.
    9  Assim, a herança não passará de uma tribo a outra; pois as tribos dos filhos de Israel se hão de vincular cada uma à sua herança.

    *Obs O casamento entre tribos ás vezes aconteciam mesmo em oposição a esta lei:
    O fato de que Maria tinha relação com Isabel, casada com o levita Zacarias (Lc 1.5-36), não representa um problema, uma vez que o casamento entre as tribos não era incomum. Na verdade, a esposa de Arão podia bem ser descendente de Judá (cf. Êx 6.23; Nm 2.3; também Beng. CHS, Lutero).(Comentário de Mateus. D.A. Carson. São Paulo: Shedd, p. 87-88, 2011)

    Arão era da tribo de Levi e casou com uma mulher da tribo de Judá. 
    Êxodo 6:23  Arão tomou por mulher a Eliseba, filha de Aminadabe, irmã de Naassom; e ela lhe deu à luz Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.
    Nm 2:3 ¶ Os que se acamparem ao lado oriental (para o nascente) serão os do estandarte do arraial de Judá, segundo as suas turmas; e Naassom, filho de Aminadabe, será príncipe dos filhos de Judá

    “Isabel sua parenta.” Muito se tem escrito sobre isso. Quase incrivelmente, alguns têm chegado à conclusão que, já que Isabel era descendente de Arão e, portanto, de Levi (v. 5), e uma vez que Maria era sua parenta (v. 36), segue-se que Maria não podia ser da tribo de Judá! A partir disso, eles dão o próximo passo, dizendo que Jesus não procedeu de Judá.

    Comentário. Já se demonstrou - veja sobre o versículo 32 - que, segundo o ensino uniforme da Escritura, em sua natureza humana, Jesus era de fato.de Davi e de Judá. Além disso, dado dois ancestrais - Judá ancestral de Maria e Levi, de Isabel - é certamente concebível que um parente anterior ou lateral de Maria ou de Isabel houvesse se casado com um descendente de outro ancestral. O resultado foi que, até certo ponto, as tribos se mesclavam, de modo que, no presente caso, Maria, que certamente pertencia à tribo de Judá, e Isabel, que era também definidamente descendente de Levi, puderam ser parentas por vínculo sangüíneo. Enquanto está escrevendo sobre isto, o autor está recordando de certo ministro do evangelho, já jubilado, que é caucási- co por parte de mãe e pai. Não obstante, tem primos com vínculos sangüíneos que, além de serem caucásicos, são em parte chineses, malaios e etíopes! Aliás, o fato de Maria ser descendente de Davi e Judá, e sua parenta Isabel, descendente de Arão e Levi, não oferece nenhuma dificuldade. (Comentário do Novo Testamento, Exposição do Evangelho de Lucas WILLIAM HENDRIKSEN. Vol. 1 © 2003, Editora Cultura Cristã, p.130)

    10-Se Jesus não foi ungido com óleo ele pode ser o Messias?
    "Jesus não foi ungido para ser Messias. A unção para ser messias deve ser feita pelo Sinédrio (Sinedrim)  ou por um profeta. Porém os descendentes de Davi não precisam ser ungidos.A unção deve ser feita com oleo ou pomada/creme!
    Resposta:
    1-Alguns personagens da bíblia foram chamados de ungidos e nunca foram ungidos por alguém autorizado por Deus: Ciro, Satanás, Josué[sacerdote]e Zorobabel
    Isaías 45:1  Assim diz o SENHOR ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações ante a sua face, e para descingir os lombos dos reis, e para abrir diante dele as portas, que não se fecharão

    Ezequiel 28:14  Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci; permanecias no monte santo de Deus, no brilho das pedras andavas.


    Zc 4:1 ¶ Tornou o anjo que falava comigo e me despertou, como a um homem que é despertado do seu sono,
    2  e me perguntou: Que vês? Respondi: olho, e eis um candelabro todo de ouro e um vaso de azeite em cima com as suas sete lâmpadas e sete tubos, um para cada uma das lâmpadas que estão em cima do candelabro.
    3  Junto a este, duas oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e a outra à sua esquerda.
    4  Então, perguntei ao anjo que falava comigo: meu senhor, que é isto?
    5  Respondeu-me o anjo que falava comigo: Não sabes tu que é isto? Respondi: não, meu senhor.
    6  Prosseguiu ele e me disse: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel: Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos.
    7  Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel serás uma campina; porque ele colocará a pedra de remate, em meio a aclamações: Haja graça e graça para ela!
    8  Novamente, me veio a palavra do SENHOR, dizendo:
    9  As mãos de Zorobabel lançaram os fundamentos desta casa, elas mesmas a acabarão, para que saibais que o SENHOR dos Exércitos é quem me enviou a vós outros.
    10  Pois quem despreza o dia dos humildes começos, esse alegrar-se-á vendo o prumo na mão de Zorobabel. Aqueles sete olhos são os olhos do SENHOR, que percorrem toda a terra.
    11 ¶ Prossegui e lhe perguntei: que são as duas oliveiras à direita e à esquerda do candelabro?
    12  Tornando a falar-lhe, perguntei: que são aqueles dois raminhos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro, que vertem de si azeite dourado?
    13  Ele me respondeu: Não sabes que é isto? Eu disse: não, meu senhor.

    14  Então, ele disse: São os dois ungidos, que assistem junto ao Senhor de toda a terra

    2- A unção física representa a presença do Espírito Santo.
    1 Samuel 16:13  Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do SENHOR se apossou de Davi. Então, Samuel se levantou e foi para Ramá.


    3- Jesus como sendo o verdadeiro Messias, o ungido, não recebe o tipo, o azeite, mas o que o azeite representa, a Unção do Espírito Santo.E a recebe direto do Pai, sem intermediários!
    Atos 10:38  como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele;

    Lucas 4:18  O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos
    Isaías 61:1  O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados;

    4- Jesus como descendente de Davi , não precisa ser ungido com óleo.Até porque o óleo é tipo do Espírito Santo.


    11-Para ser Messias tem que descender de Salomão, segundo 1 Cr 22:10?
    Resposta:
    1-Jesus é descendente de Salomão (por parte de pai adotivo) e de Natã (por meio de mãe) como vimos acima

    2-O texto de 1 Cr 22:10 é repetição condensada de uma profecia dita em 2 Sm 7 :12 pelo profeta NATÃ que diz duas coisas:
    a- Um descendente de Davi iria edificar o primeiro Templo e iria ser rei (Salomão) ver abaixo 3-
    b- A casa de Davi e o reino de Davi seriam eternos (por meio de seus descendentes)

     2 Sm 7:8  Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tomei-te da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses príncipe sobre o meu povo, sobre Israel.
    9  E fui contigo, por onde quer que andaste, eliminei os teus inimigos diante de ti e fiz grande o teu nome, como só os grandes têm na terra.
    10  Prepararei lugar para o meu povo, para Israel, e o plantarei, para que habite no seu lugar e não mais seja perturbado, e jamais os filhos da perversidade o aflijam, como dantes,
    11  desde o dia em que mandei houvesse juízes sobre o meu povo de Israel. Dar-te-ei, porém, descanso de todos os teus inimigos; também o SENHOR te faz saber que ele, o SENHOR, te fará casa.
    12  Quando teus dias se cumprirem e descansares com teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino.
    13  Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino.
    14  Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; se vier a transgredir, castigá-lo-ei com varas de homens e com açoites de filhos de homens.
    15  Mas a minha misericórdia se não apartará dele, como a retirei de Saul, a quem tirei de diante de ti.
    16  Porém a tua casa e o teu reino [de Davi] serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre
    Em suma, todo descendente de Davi que viesse a ser rei teria o reino confirmado para sempre, pois o reino herdado é o de Davi! Observe com atenção:
    Sl 89:20  Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi.
    21  A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá.
    22  O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade.
    23  Esmagarei diante dele os seus adversários e ferirei os que o odeiam.
    24  A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder.
    25  Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios.
    26  Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus e a rocha da minha salvação.
    27  Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra.
    28  Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança.
    29  Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu.
    30  Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos,
    31  se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos,
    32  então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniqüidade.
    33  Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade.
    34  Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram.
    35  Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?):
    36  A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim.
    37  Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço.


    A citação de 2 Cr 22 não è completa como a de 2 Sm 7 :
     1 Cr 22:7  Disse Davi a Salomão: Filho meu, tive intenção de edificar uma casa ao nome do SENHOR, meu Deus.
    8  Porém a mim me veio a palavra do SENHOR, dizendo: Tu derramaste sangue em abundância e fizeste grandes guerras; não edificarás casa ao meu nome, porquanto muito sangue tens derramado na terra, na minha presença.
    9  Eis que te nascerá um filho, que será homem sereno, porque lhe darei descanso de todos os seus inimigos em redor; portanto, Salomão será o seu nome; paz e tranqüilidade darei a Israel nos seus dias.
    10  Este edificará casa ao meu nome; ele me será por filho, e eu lhe serei por pai; estabelecerei para sempre o trono do seu reino sobre Israel.

    11  Agora, pois, meu filho, o SENHOR seja contigo, a fim de que prosperes e edifiques a Casa do SENHOR, teu Deus, como ele disse a teu respeito.
    O que significa?  Significa que Salomão é apenas um dos descendentes de Davi que chegou a ser rei e por isso teve o reino confirmado pára sempre, pois o reino herdado era o de Davi!


    3-Para ser Messias tem de  ser descendente de Davi, sem especificação de filhos
    Jeremias 23:5 - Eis que dias estão chegando, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um renovo justo; e reinará como rei e prosperará, e ele praticará o juízo e a justiça na terra. 
    Salmo 132:11 - O Eterno fez a Davi uma promessa da qual não voltará atrás: “Da sua descendência farei subir a seu trono”.
    1 Reis 2:45  Mas o rei Salomão será abençoado, e o trono de Davi, mantido perante o SENHOR, para sempre.
    1 Reis 9:5  então, confirmarei o trono de teu reino sobre Israel para sempre, como falei acerca de Davi, teu pai, dizendo: Não te faltará sucessor sobre o trono de Israel.


    Sl 89:20  Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi.
    21  A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá.
    22  O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade.
    23  Esmagarei diante dele os seus adversários e ferirei os que o odeiam.
    24  A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder.
    25  Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios.
    26  Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus e a rocha da minha salvação.
    27  Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra.
    28  Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança.
    29  Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu.
    30  Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos,
    31  se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos,
    32  então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniqüidade.
    33  Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade.
    34  Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram.
    35  Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?):
    36  A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim.
    37  Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço.


    4-O texto de 2 Sm 7:12 se refere a Salomão
    2 Crônicas 6:5  Desde o dia em que eu tirei o meu povo da terra do Egito, não escolhi cidade alguma de todas as tribos de Israel, para edificar uma casa a fim de ali estabelecer o meu nome; nem escolhi homem algum para chefe do meu povo de Israel.
    2 Crônicas 6:7  Também Davi, meu pai, propusera em seu coração o edificar uma casa ao nome do SENHOR, o Deus de Israel.
    2 Crônicas 6:8  Porém o SENHOR disse a Davi, meu pai: Já que desejaste edificar uma casa ao meu nome, bem fizeste em o resolver em teu coração.
    2 Crônicas 6:9  Todavia, tu não edificarás a casa; porém teu filho, que descenderá de ti, ele a edificará ao meu nome.
    2 Crônicas 6:10  Assim, cumpriu o SENHOR a sua palavra que tinha dito, pois me levantei em lugar de Davi, meu pai, e me assentei no trono de Israel, como prometera o SENHOR; e edifiquei a casa ao nome do SENHOR, o Deus de Israel.
    1 Crônicas 28:6  E me disse: Teu filho Salomão é quem edificará a minha casa e os meus átrios, porque o escolhi para filho e eu lhe serei por pai.

    1 Crônicas 28:10  Agora, pois, atende a tudo, porque o SENHOR te escolheu para edificares casa para o santuário; sê forte e faze a obra

    Conclusão:
    Um dos requisitos é ser descendente de Davi, não necessariamente de Salomão, como já exposto.
    Mesmo que um requisito seja, ser descendente de Salomão, Jesus é descendente legal dele por meio de José!


    12-O Messias na sua vinda iria reconstruir o templo? ou viria no templo já construído?
    Resposta:
     1-As profecias dizem que na sua primeira vinda o tempo estaria de pé e depois da morte do Messias disso seria destruído, exatamente como aconteceu com Jesus.

    Dn 9:25  Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Ungido [Messias], ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos.
    26  Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será  como num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas.
    27  Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele.

    Ml 3:1 ¶ Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos

    Sl 118:26  Bendito o que vem em nome do SENHOR. A vós outros da Casa do SENHOR, nós vos abençoamos.


    Zc 11:13  Então, o SENHOR me disse: Arroja isso ao oleiro, esse magnífico preço em que fui avaliado por eles. Tomei as trinta moedas de prata e as arrojei ao oleiro, na Casa do SENHOR.
    Se cumpriram estas profecias acima:
    Mt 24:1 ¶ Tendo Jesus saído do templo, ia-se retirando, quando se aproximaram dele os seus discípulos para lhe mostrar as construções do templo.
    2  Ele, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.

    Jo 12:12 ¶ No dia seguinte, a numerosa multidão que viera à festa, tendo ouvido que Jesus estava de caminho para Jerusalém,
    13  tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor e que é Rei de Israel!
    14  E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:
    15  Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.

    Mateus 11:10  Este é de quem está escrito: Eis aí eu envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti.


    Mateus 26:15  Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E pagaram-lhe trinta moedas de prata.


    Mateus 27:3  Então, Judas, o que o traiu, vendo que Jesus fora condenado, tocado de remorso, devolveu as trinta moedas de prata aos principais sacerdotes e aos anciãos, dizendo:



    2-As profecias de Zacarias no entanto falam  do Messias reedificando o templo:

    Zacarias 6:12  E dize-lhe: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis aqui o homem cujo nome é Renovo; ele brotará do seu lugar e edificará o templo do SENHOR.
    Zacarias 6:13  Ele mesmo edificará o templo do SENHOR e será revestido de glória; assentar-se-á no seu trono, e dominará, e será sacerdote no seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios.
    Se este templo for literal se refere ainda ao futuro.


    3- 2 Sm 7:12 se refere a Salomão (veja a resposta a pergunta anterior em preto)
    Conclusão:
    É errado pegar apenas uma parte da profecia e desprezar outra, pois a Bíblia ensina que quando o Messias viesse o templo já estava de pé e também que ele iria edificá-lo.


    13-O Messias deveria reinar para sempre ou morrer?
    Na sua primeira vinda morrer.
    Zc 3:8 ¶ Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens de presságio; eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo.
    9  Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu lavrarei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, tirarei a iniqüidade desta terra, num só dia.

    Dn 9:25  Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Ungido [Messias], ao Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as praças e as circunvalações se reedificarão, mas em tempos angustiosos.
    26  Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será  como num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas.
    27  Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele.

    Is 53:5  Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
    6  Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
    7  Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.
    8  Por juízo opressor foi arrebatado, e de sua linhagem, quem dela cogitou? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido.
    9  Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca.
    Para detalhes e refutação da tese judaica que Is 53 não se refere ao Messias veja http://averacidadedafecrista.blogspot.com.br/2016/11/is-53-israel-ou-jesus-um-resposta-aos.html

    Na sua segunda reinar e ser sacerdote
    Zacarias 6:12  E dize-lhe: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis aqui o homem cujo nome é Renovo; ele brotará do seu lugar e edificará o templo do SENHOR.
    Zacarias 6:13  Ele mesmo edificará o templo do SENHOR e será revestido de glória; assentar-se-á no seu trono, e dominará, e será sacerdote no seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios.

    Sl 110:1 Disse o SENHOR ao meu SenhorAssenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
    2  O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos.
    3  Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.
    4  O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.


    E as profecias ainda não cumpridas?

    • paz universal, Isaías 2:2-4; Miquéias 4:1-4; Ezequiel 39:9
    • unico Deus Isaías 11:9
    • reunião das tribos de Israel Ezequiel 36:20
    • fim da fome Ezequiel 36:29-30
    • fim da morte Isaías 25:8

    Resposta:
    Como vimos acima, o Messias deveria morrer e ressuscitar, logo estas profecias ainda serão cumpridas

    14-O Messias é apenas homem ou é o Ser Eterno, Deus?
    O Messias existe desde toda a eternidade,mas nasceria em Belém
    Miquéias 5:2  E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.


    Mateus 2:1  Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, em dias do rei Herodes, eis que vieram uns magos do Oriente a Jerusalém.

    Mateus 2:5  Em Belém da Judéia, responderam eles, porque assim está escrito por intermédio do profeta:

    Mateus 2:6  E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar a meu povo, Israel.


    O messias seria morto
    Dn 9:26  Depois das sessenta e duas semanas, será morto o Ungido e já não estará; e o povo de um príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será  como num dilúvio, e até ao fim haverá guerra; desolações são determinadas.

    O Messias era o Senhor de Davi e é Rei e Sacerdote Já existia na época de Davi 
    1 ¶ Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
    2  O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos.
    3  Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.
    4  O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Mt 22:42  Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Responderam-lhe eles: De Davi.
    43  Replicou-lhes Jesus: Como, pois, Davi, pelo Espírito, chama-lhe Senhor, dizendo:
    44  Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés?
    45  Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é ele seu filho?
    46  E ninguém lhe podia responder palavra, nem ousou alguém, a partir daquele dia, fazer-lhe perguntas.


    O messias nascia como menino, mas era o Deus Poderoso, O Ser Eterno
    Is 9:1 ¶ Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus, nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios.
    2  O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz.
    3  Tens multiplicado este povo, a alegria lhe aumentaste; alegram-se eles diante de ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando repartem os despojos.
    4  Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre eles, a vara que lhes feria os ombros e o cetro do seu opressor, como no dia dos midianitas;
    5  porque toda bota com que anda o guerreiro no tumulto da batalha e toda veste revolvida em sangue serão queimadas, servirão de pasto ao fogo.
    6  Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;
    7  para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.

    O Messias seria Rei, mas viria num jumentinho
    Zc 9:9 Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei, justo e salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumenta.

    Jo 12:12 ¶ No dia seguinte, a numerosa multidão que viera à festa, tendo ouvido que Jesus estava de caminho para Jerusalém,

    13  tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor e que é Rei de Israel!

    14  E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:

    15  Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.

    16  Seus discípulos a princípio não compreenderam isto; quando, porém, Jesus foi glorificado, então, eles se lembraram de que estas coisas estavam escritas a respeito dele e também de que isso lhe fizeram.


    ver também http://averacidadedafecrista.blogspot.com.br/2016/11/is-53-israel-ou-jesus-um-resposta-aos.html

    15-O Messias deveria nascer de uma virgem, ter uma concepção sobrenatural?
    Sim. por 4 motivos

    1-O Messias é santo,sem pecado como os animais que o prefiguravam, tanto é que foi feito oferta pelo pecado (ver 13-)
    Zc 3:8 ¶ Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens de presságio; eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo.
    9  Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu lavrarei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, tirarei a iniqüidade desta terra, num só dia.


    Levítico 16:5  Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes, para a oferta pelo pecado, e um carneiro, para holocausto.
    Is 53:10 ¶ Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma (vida) como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.

    11  Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.

    2- Toda concepção natural nasce com a natureza do pecado e como o Messias seria sem pecado, necessariamente não poderia ser concebido de forma natural
    Salmos 51:5  Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe.
    Salmos 58:3  Desviam-se os ímpios desde a sua concepção; nascem e já se desencaminham, proferindo mentiras

    3- O messias era eterno (ver 14-), deveria portanto encarnar. Logo não poderia ter uma concepção natural
    Miquéias 5:2  E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.
    1 ¶ Disse o SENHOR ao meu SenhorAssenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
    2  O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos.
    3  Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.
    4  O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

    Mt 22:42  Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Responderam-lhe eles: De Davi.
    43  Replicou-lhes Jesus: Como, pois, Davi, pelo Espírito, chama-lhe Senhor, dizendo:
    44  Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés?
    45  Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é ele seu filho?
    46  E ninguém lhe podia responder palavra, nem ousou alguém, a partir daquele dia, fazer-lhe perguntas.

    Is 9:6  Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus FortePai da Eternidade, Príncipe da Paz;

    4- Por que foi predito, em razão dos motivos acima  ver 16-
    Conclusão:
    Por ser Eterno, Santo nascer como homem, o messias não poderia ser concebido de forma natural
    Para ver um estudo sobre Is 53 veja:
    http://averacidadedafecrista.blogspot.com.br/2016/11/is-53-israel-ou-jesus-um-resposta-aos.html

    16-A profecia  sobre Emanuel fala de uma jovem e não uma virgem e se refere só a época? 
    Resposta:
    1- A tradução grega Septuaginta LXX foi feita por Judeus e não por Cristãos, e estes judeus tinham familiaridade com o hebraico, e sta usa o termo parthenos, o mesmo usado no Novo Testamento

    2- De fato o texto hebraico traz a palavra ‘alma’, porém todas as vezes que ela aparece no Antigo Testamento ela implica em virgindade como por exemplo: Gn 24:16 “E a donzela era mui formosa à vista, virgem, a quem varão não havia conhecido; e desceu à fonte, e encheu o seu cântaro, e subiu.”.

    3- “Almah é utilizada 7 vezes na Bíblia Hebraica,e em cada aparição explicita uma virgem ou implica nisso, porque a palavra bíblica ‘almah’ sempre se refere a uma mulher solteira de boa reputação” (Comentáriio Judaico do Novo Testamento, MT 1:23, 2008)
    As ocorrências são Gn 24:16; 43; Ex 2:8(onde Myrian tinha 9 anos de idade); Sl 68:25; PV 31:19; Ct 1:3; 6:8. Não há ocorrência pela qual possa ser provado que esta palavra designa uma mulher que não é virgem.

    4- O termo hebraico “bethuwlah” em pelo menos Joel 1:8 (Lamenta como a moça que está cingida de pano de saco pelo marido da sua mocidade) implica necessariamente em uma mulher não virgem, a menos que ela estivesse apenas noiva.


    5- "Se, ao contrário da LXX, as traduções gregas posteriores (século II d.C.) do texto hebraico de Isaías 7.14 preferem neanis (“jovem mulher”) a parthenos (conforme Áquila, Símaco, Teodócio), podemos suspeitar legitimamente de um esforço consciente dos tradutores judeus para evitar a interpretação cristã de Isaías 7.14"  O comentário de Mateus / D.A. Carson ; São Paulo : Shedd Publicações, 2010.p. 104


    6- A profecia de Isaías se refere a um duplo cumprimento, o filho de Isaías com a profetiza e o filho de Maria, Jesus o Messias. Sendo que o filho de Isaías era o tipo e Jesus o antíitipo
    "Devemos observar que 'almah' era um termo ideal para descrever o duplo aspecto da profecia de Isaías 7:14, sobre o Emanuel. A futura mãe do tipo, a noiva de Isaías, era uma virgem até a idade de seu casamento. Também Maria era virgo intatcta à época em que o anjo lhe anunciou que ela seria a mãe de Jesus. José não coabitou com ela, senão depois do nascimento de seu primeiro filho, segundo Mateus 1:24-25"  (Enciclopédia de dificuldades bíblicas. Gleason Archer. São Pauulo, Vida, 1998 p. 286)
    Is 7:1 ¶ Sucedeu nos dias de Acaz, filho de Jotão, filho de Uzias, rei de Judá, que Rezim, rei da Síria, e Peca, filho de Remalias, rei de Israel, subiram a Jerusalém, para pelejarem contra ela, porém não prevaleceram contra ela.
    2  Deu-se aviso à casa de Davi: A Síria está aliada com Efraim. Então, ficou agitado o coração de Acaz e o coração do seu povo, como se agitam as árvores do bosque com o vento.
    3  Disse o SENHOR a Isaías: Agora, sai tu com teu filho, que se chama Um-Resto-Volverá, ao encontro de Acaz, que está na outra extremidade do aqueduto do açude superior, junto ao caminho do campo do lavadeiro,
    4  e dize-lhe: Acautela-te e aquieta-te; não temas, nem se desanime o teu coração por causa destes dois tocos de tições fumegantes; por causa do ardor da ira de Rezim, e da Síria, e do filho de Remalias.
    5  Porquanto a Síria resolveu fazer-te mal, bem como Efraim e o filho de Remalias, dizendo:
    6  Subamos contra Judá, e amedrontemo-lo, e o conquistemos para nós, e façamos reinar no meio dele o filho de Tabeal.
    7  Assim diz o SENHOR Deus: Isto não subsistirá, nem tampouco acontecerá.
    8  Mas a capital da Síria será Damasco, e o cabeça de Damasco, Rezim, e dentro de sessenta e cinco anos Efraim será destruído e deixará de ser povo.
    9  Entretanto, a capital de Efraim será Samaria, e o cabeça de Samaria, o filho de Remalias; se o não crerdes, certamente, não permanecereis.
    10 ¶ E continuou o SENHOR a falar com Acaz, dizendo:
    11  Pede ao SENHOR, teu Deus, um sinal, quer seja embaixo, nas profundezas, ou em cima, nas alturas.
    12  Acaz, porém, disse: Não o pedirei, nem tentarei ao SENHOR.
    13  Então, disse o profeta: Ouvi, agora, ó casa de Davi: acaso, não vos basta fatigardes os homens, mas ainda fatigais também ao meu Deus?
    14  Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel.
    15  Ele comerá manteiga e mel quando souber desprezar o mal e escolher o bem.
    16  Na verdade, antes que este menino saiba desprezar o mal e escolher o bem, será desamparada a terra ante cujos dois reis tu tremes de medo.
    17 ¶ Mas o SENHOR fará vir sobre ti, sobre o teu povo e sobre a casa de teu pai, por intermédio do rei da Assíria, dias tais, quais nunca vieram, desde o dia em que Efraim se separou de Judá.
    18  Porque há de acontecer que, naquele dia, assobiará o SENHOR às moscas que há no extremo dos rios do Egito e às abelhas que andam na terra da Assíria;
    19  elas virão e pousarão todas nos vales profundos, nas fendas das rochas, em todos os espinhos e em todos os pastios.
    20  Naquele dia, rapar-te-á o Senhor com uma navalha alugada doutro lado do rio, a saber, por meio do rei da Assíria, a cabeça e os cabelos das vergonhas e tirará também a barba.
    21  Naquele dia, sucederá que um homem manterá apenas uma vaca nova e duas ovelhas,
    22  e será tal a abundância de leite que elas lhe darão, que comerá manteiga; manteiga e mel comerá todo o restante no meio da terra.
    23  Também, naquele dia, todo lugar em que houver mil vides, do valor de mil siclos de prata, será para espinheiros e abrolhos.
    24  Com flechas e arco se entrará aí, porque os espinheiros e abrolhos cobrirão toda a terra.
    25  Quanto a todos os montes, que os homens costumam sachar, para ali não irás por temeres os espinhos e abrolhos; serão para pasto de bois e para serem pisados de ovelhas.

    8:1 ¶ Disse-me também o SENHOR: Toma uma ardósia grande e escreve nela de maneira inteligível: Rápido-Despojo-Presa-Segura.
    2  Tomei para isto comigo testemunhas fidedignas, a Urias, sacerdote, e a Zacarias, filho de Jeberequias.
    3  Fui ter com a profetisa; ela concebeu e deu à luz um filho. Então, me disse o SENHOR: Põe-lhe o nome de Rápido-Despojo-Presa-Segura.
    4  Porque antes que o menino saiba dizer meu pai ou minha mãe, serão levadas as riquezas de Damasco e os despojos de Samaria, diante do rei da Assíria.
    5  Falou-me ainda o SENHOR, dizendo:
    6  Em vista de este povo ter desprezado as águas de Siloé, que correm brandamente, e se estar derretendo de medo diante de Rezim e do filho de Remalias,
    7  eis que o Senhor fará vir sobre eles as águas do Eufrates, fortes e impetuosas, isto é, o rei da Assíria, com toda a sua glória; águas que encherão o leito dos rios e transbordarão por todas as suas ribanceiras.
    8  Penetrarão em Judá, inundando-o, e, passando por ele, chegarão até ao pescoço; as alas estendidas do seu exército cobrirão a largura da tua terra, ó Emanuel.
    9 ¶ Enfurecei-vos, ó povos, e sereis despedaçados; dai ouvidos, todos os que sois de países longínquos; cingi-vos e sereis despedaçados, cingi-vos e sereis despedaçados.
    10  Forjai projetos, e eles serão frustrados; dai ordens, e elas não serão cumpridas, porque Deus é conosco.
    11  Porque assim o SENHOR me disse, tendo forte a mão sobre mim, e me advertiu que não andasse pelo caminho deste povo, dizendo:
    12  Não chameis conjuração a tudo quanto este povo chama conjuração; não temais o que ele teme, nem tomeis isso por temível.
    13  Ao SENHOR dos Exércitos, a ele santificai; seja ele o vosso temor, seja ele o vosso espanto.
    14  Ele vos será santuário; mas será pedra de tropeço e rocha de ofensa às duas casas de Israel, laço e armadilha aos moradores de Jerusalém.
    15  Muitos dentre eles tropeçarão e cairão, serão quebrantados, enlaçados e presos.
    16 ¶ Resguarda o testemunho, sela a lei no coração dos meus discípulos.
    17  Esperarei no SENHOR, que esconde o seu rosto da casa de Jacó, e a ele aguardarei.
    18  Eis-me aqui, e os filhos que o SENHOR me deu, para sinais e para maravilhas em Israel da parte do SENHOR dos Exércitos, que habita no monte Sião.
    19  Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos?
    20  À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva.
    21  Passarão pela terra duramente oprimidos e famintos; e será que, quando tiverem fome, enfurecendo-se, amaldiçoarão ao seu rei e ao seu Deus, olhando para cima.

    22  Olharão para a terra, e eis aí angústia, escuridão e sombras de ansiedade, e serão lançados para densas trevas.
    A profecia tem um aspecto presente- sinal natural dado a Acaz
    Quando Isaías casa com a profetiza virgem e ela concebe, se cumpre uma parte da profecia.
    Is 8:3  Fui ter com a profetisaela concebeu e deu à luz um filho. Então, me disse o SENHOR: Põe-lhe o nome de Rápido-Despojo-Presa-Segura.
    4  Porque antes que o menino saiba dizer meu pai ou minha mãe, serão levadas as riquezas de Damasco e os despojos de Samaria, diante do rei da Assíria.
    A profecia tem um aspecto futuro- sinal sobrenatural dado a casa de Davi.
    Is 7:1  Pede ao SENHOR, teu Deus, um sinal, quer seja embaixo, nas profundezas, ou em cima, nas alturas.
    12  Acaz, porém, disse: Não o pedirei, nem tentarei ao SENHOR.
    13  Então, disse o profeta: Ouvi, agora, ó casa de Davi: acaso, não vos basta fatigardes os homens, mas ainda fatigais também ao meu Deus?
    14  Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel.
    15  Ele comerá manteiga e mel quando souber desprezar o mal e escolher o bem.
    16  Na verdade, antes que este menino saiba desprezar o mal e escolher o bem, será desamparada a terra ante cujos dois reis tu tremes de medo.
    17 ¶ Mas o SENHOR fará vir sobre ti, sobre o teu povo e sobre a casa de teu pai, por intermédio do rei da Assíria, dias tais, quais nunca vieram, desde o dia em que Efraim se separou de Judá.
    • a previsão obviamente vai além de Acaz para os “descendentes de Davi” (Is 7.13). Isso dificilmente se aplicaria a um nascimento natural pela profetisa na época de Isaías.
    • O contexto de Isaías 7—11 forma uma cadeia inquebrável de profecia messiânica:
    “Por isso, 0 Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e 0 chamará Emanuel” (7.14).
    “Seus braços abertos se espalharão por toda a tua terra, ó Emanuel!” (8.8).
    Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e governo está sobre os seus ombros e ele será chamado 0 seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai, Príncipe da Paz” (9.6).
    Um ramo surgirá do tronco de Jessé, e das suas raízes bro- tará um renovo. O Espírito do Senhor repousará sobre ele, 0 Espírito que dá sabedoria e entendimento, 0 Espírito que traz conselho e poder, 0 Espírito que dá conhecimento e temor do Senhor. E ele se inspirará com base no que ouviu; mas com retidão julgará os necessitados, com justiça tomará decisões em favor dos pobres. Com suas palavras, como se fossem um cajado, ferirá a terra; com 0 sopro de sua boca, e a fidelidade 0 seucinturão(11.l-5).
    " Mesmo que o contexto imediato revele que a profecia teve um cumprimento a curto prazo, isso não significa que também não haja um cumprimento mais amplo numa referência posterior a Cristo...
    Em termos definitivos, foi um sinal do livramento do Israel espiritual do cativeiro de Satanás. O primeiro aspecto do sinal foi cumprido no nascimento de Maher-Shalal- Hash-Baz, o segundo aspecto no nascimento de Jesus da verdadeira virgem, Maria. Esses cumprimentos duplos são claros em outras profecias. Zacarias 12.10 pode ser aplicado à primeira (Jo 19.37) e à segunda vinda (Ap 1.7) de Cristo. Parte de Isaías 61 foi cumprida na primeira vinda de Jesus (Is 61.1,2a; cf. Lc 4.18,19), e parte resta cumprir na segunda vinda (Is 61.2M1).

    Segundo a teoria da referência dupla, ‘almâ [virgem][ refere- se a uma jovem que nunca teve relações sexuais. A esposa de Isaías que deu à luz o filho em cumprimento do primeiro aspecto da profecia era uma virgem até conceber por meio de Isaías. Mas em Maria, mãe de Jesus, houve um cumprimento completo — ela era virgem quando concebeu Jesus (Mt 1.24,25)." (Enciclopedia de Apologética. Norman Geisler. São Paulo: Vida, 2001, p. 870)


    17-Jesus não é o Messias, porque Deus não aceita sacrifícios humanos?
    "Deus só aceita sacrifícios  bíblicos: bovinos, caprinos e ovinos, rola e pombo."
    Resposta:
    1- Os sacrficios de animais representavam a morte do messias, que foi um oferta pelo pecado na qual ele levou simbolicamente nosso pecados, como o bode emissário, num só dia!
    Levítico 16:5  Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes, para a oferta pelo pecado, e um carneiro, para holocausto.
    Lv 16:22  Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles para terra solitária; e o homem soltará o bode no deserto.

    Is 53:8  Por juízo opressor foi arrebatado, e de sua linhagem, quem dela cogitou? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido
    9  Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca.
    10 Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.
    11  Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si

    Zc 3:8 ¶ Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens de presságio; eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo.
    9  Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu lavrarei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, tirarei a iniqüidade desta terra, num só dia.
     veja  15-

    Veja com detalhes Is 53
    http://averacidadedafecrista.blogspot.com.br/2016/11/is-53-israel-ou-jesus-um-resposta-aos.html

    18-Jesus disse que devemos seguir todos mandamentos dos fariseus e eles dizem que Jesus não é o Messias."
    Resposta:

    1- Jesus disse que os discúpulos deveriam seguir tudo o que os escribas e fariseus dissessem, menos usas doutrinas e erros humanos:
    Mt 23:1 ¶ Então, falou Jesus às multidões e aos seus discípulos:
    2  Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e os fariseus.
    3  Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem.
    4  Atam fardos pesados e difíceis de carregar e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los.
    6  Ai de vós, guias cegos, que dizeis: Quem jurar pelo santuário, isso é nada; mas, se alguém jurar pelo ouro do santuário, fica obrigado pelo que jurou!
    17  Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro ou o santuário que santifica o ouro?
    18  E dizeis: Quem jurar pelo altar, isso é nada; quem, porém, jurar pela oferta que está sobre o altar fica obrigado pelo que jurou.
    19  Cegos! Pois qual é maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta?
    20  Portanto, quem jurar pelo altar jura por ele e por tudo o que sobre ele está.
    21  Quem jurar pelo santuário jura por ele e por aquele que nele habita;
    22  e quem jurar pelo céu jura pelo trono de Deus e por aquele que no trono está sentado.
    23  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!

    Jesus rejeitou outras tradições dos escribas e fariseus
    Mc 7:5  interpelaram-no os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos de conformidade com a tradição dos anciãos, mas comem com as mãos por lavar?
    6  Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
    7  E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.
    8  Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens.
    9  E disse-lhes ainda: Jeitosamente rejeitais o preceito de Deus para guardardes a vossa própria tradição.
    10  Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe seja punido de morte.
    11  Vós, porém, dizeis: Se um homem disser a seu pai ou a sua mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta para o Senhor,
    12  então, o dispensais de fazer qualquer coisa em favor de seu pai ou de sua mãe,
    13  invalidando a palavra de Deus pela vossa própria tradição, que vós mesmos transmitistes; e fazeis muitas outras coisas semelhante

    Lc 11:38  O fariseu, porém, admirou-se ao ver que Jesus não se lavara primeiro, antes de comer.
    39  O Senhor, porém, lhe disse: Vós, fariseus, limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e perversidade.




    19- Jo 1:12 é um texto mentiroso pois  95% dos judeus não moravam em Israel e os Judeus só ficaram sabendo depois que os cristãos mataram o judeus?
    Resposta:
    1-A maioria dos judeus não aceitou o Messias. Muitos que o seguiam iam apenas interessados em seus milagres
    Jo 6:26  Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes.

    64  Contudo, há descrentes entre vós. Pois Jesus sabia, desde o princípio, quais eram os que não criam e quem o havia de trair.
    65  E prosseguiu: Por causa disto, é que vos tenho dito: ninguém poderá vir a mim, se, pelo Pai, não lhe for concedido.

    66  À vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele.

    2- Muitos dos judeus de foram ouviram a Palavra de Deus
    At 2:5 ¶ Ora, estavam habitando em Jerusalém judeus, homens piedosos, vindos de todas as nações debaixo do céu.
    6  Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua.
    7  Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando?
    8  E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna?
    9  Somos partos, medos, elamitas e os naturais da Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Ásia,
    10  da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia, nas imediações de Cirene, e romanos que aqui residem,
    11  tanto judeus como prosélitos, cretenses e arábios. Como os ouvimos falar em nossas próprias línguas as grandezas de Deus?

    Além disso os seguidores de Jesus foram enviados por todo o mundo conhecido da época
    Cl 1:23  se é que permaneceis na fé, alicerçados e firmes, não vos deixando afastar da esperança do evangelho que ouvistes e que foi pregado a toda criatura debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, me tornei ministro
    etc.
    Atos 8:4  Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra.
    Atos 11:19  Então, os que foram dispersos por causa da tribulação que sobreveio a Estêvão se espalharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus.

    Atos 13:5  Chegados a Salamina, anunciavam a palavra de Deus nas sinagogas judaicas; tinham também João como auxiliar.
    Atos 13:46  Então, Paulo e Barnabé, falando ousadamente, disseram: Cumpria que a vós outros, em primeiro lugar, fosse pregada a palavra de Deus; mas, posto que a rejeitais e a vós mesmos vos julgais indignos da vida eterna, eis aí que nos volvemos para os gentios.
    etc.

    20- O Relato do nascimento de Jesus é contraditório? 
    "Em um evangelho vem magos, no outro reis, pessoas que vieram de longe, um diz que eles saem em silêncio  para que Herodes não saiba e o no outro ele fala que sairam anunciando.Um diz que eles foram embora no mesmo dia, no Egito e o outro diz que ele ficou até que eles crescessem."
    Resposta:
    • O relato de Mateus diz que Jesus já havia nascido, e de Lucas narra o dia do nascimento
    • Mateus fala de Magos e Lucas de pastores de ovelhas
    • A fuga para o Egito deu-se após Herodes não receber noticias dos magos e mandar matar as crianças de dois anos para baixo.
    • Lucas diz que Jesus e sua familia foram a Jerusalém  após os dias da purificação de Maria
    • Mateus diz que só depois que os Magos chegam a Belém é que a família foge para o Egitoe fica até a morte de Herodes 4 a.C (Cristo morreu perto do ano 5 a.C)


    Mt 2:1 ¶ Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, em dias do rei Herodes, eis que vieram uns magos do Oriente a Jerusalém.
    9 ¶ Depois de ouvirem o rei, partiram; e eis que a estrela que viram no Oriente os precedia, até que, chegando, parou sobre onde estava o menino.
    10  E, vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo.
    11  Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
    12  Sendo por divina advertência prevenidos em sonho para não voltarem à presença de Herodes, regressaram por outro caminho a sua terra.
    13 ¶ Tendo eles partido, eis que apareceu um anjo do Senhor a José, em sonho, e disse: Dispõe-te, toma o menino e sua mãe, foge para o Egito e permanece lá até que eu te avise; porque Herodes há de procurar o menino para o matar.
    14  Dispondo-se ele, tomou de noite o menino e sua mãe e partiu para o Egito;
    15  e lá ficou até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que fora dito pelo Senhor, por intermédio do profeta: Do Egito chamei o meu Filho.
    16 ¶ Vendo-se iludido pelos magos, enfureceu-se Herodes grandemente e mandou matar todos os meninos de Belém e de todos os seus arredores, de dois anos para baixo, conforme o tempo do qual com precisão se informara dos magos.
    17  Então, se cumpriu o que fora dito por intermédio do profeta Jeremias:
    18  Ouviu-se um clamor em Ramá, pranto, choro e grande lamento; era Raquel chorando por seus filhos e inconsolável porque não mais existem.
    19 ¶ Tendo Herodes morrido, eis que um anjo do Senhor apareceu em sonho a José, no Egito, e disse-lhe:
    20  Dispõe-te, toma o menino e sua mãe e vai para a terra de Israel; porque já morreram os que atentavam contra a vida do menino.
    21  Dispôs-se ele, tomou o menino e sua mãe e regressou para a terra de Israel.

    Lc 2:6  Estando eles ali, aconteceu completarem-se-lhe os dias,
    7  e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
    8 ¶ Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite.
    9  E um anjo do Senhor desceu aonde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e ficaram tomados de grande temor.
    10  O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo:
    11  é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
    12  E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura.
    13  E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo:
    14  Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.
    15  E, ausentando-se deles os anjos para o céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos até Belém e vejamos os acontecimentos que o Senhor nos deu a conhecer.
    16  Foram apressadamente e acharam Maria e José e a criança deitada na manjedoura.
    17  E, vendo-o, divulgaram o que lhes tinha sido dito a respeito deste menino.
    18  Todos os que ouviram se admiraram das coisas referidas pelos pastores.
    21 ¶ Completados oito dias para ser circuncidado o menino, deram-lhe o nome de JESUS, como lhe chamara o anjo, antes de ser concebido.
    22  Passados os dias da purificação deles segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentarem ao Senhor,
    23  conforme o que está escrito na Lei do Senhor: Todo primogênito ao Senhor será consagrado;
    24  e para oferecer um sacrifício, segundo o que está escrito na referida Lei: Um par de rolas ou dois pombinhos.




    21-Onde as pessoas arrumariam pedras para a apedrejar, se não havia pedras no templo?
    Resposta: 
    1-Na ocasião da mulher adútera eles já poderiam ter chegado com pedras
    2-Se não as levaram pode ser o mesmo caso do v. 58 onde mais uma vez os judeus pegam em pedras, possivelmente da construção do templo, pois o mesmo só foi finalizado no  ano 63 d.C
    'A oposição contra Jesus, nessa ocasião, alcançou um outro nível. Os judeus, incapazes de conter a si e a sua indignação, e aparentem ente vendo na declaração de Cristo (8.58) uma terrível blasfêmia que deveria ser punida com a morte por apedrejamento (Lv 24.16), correram para um a parte do templo que ainda estava em construção. Ver sobre João 2.20. Havia muitas pedras espalhadas pelo chão. Eles pegaram algumas delas, com a intenção de apedrejá-lo até a morte, sem dar-lhe a chance de se defender num julgamento justo.(COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO JOÃO WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001 p. 408) 

    "por quarenta e seis anos (para a cronologia, ver Josefo, Antiguidades, Livro 15, xi; E. Schurer, A History o f the Jewish People in the Time o f Christ, 2° ed., I, i, p. 438; e nosso Bible survey, pp. 61 e 415). Herodes, o Grande, começou a reinar no ano 37 a.C., e, de acordo com Josefo, iniciou a construção do templo no décimo oitavo ano de seu reinado, portanto entre os anos 20 e 19 a.C. Assim, na prim avera de 27 d.C., os judeus podiam dizer que a construção do templo já tinha levado46 anos. É interessante observar que aquela grande estrutura ainda não tinha sido concluída... e isso somente alguns anos antes de ser destruída pelos romanos! (COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO JOão. WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001 p. 171-172)

    "Jo 2:20. A construção do segundo templo foi começada no décimo oitavo ano de Herodes, o Grande, isto é, 20/19 a.C. (Josefo, Ant. xv. 380; embora Josefo, Bei. i. 401 estipule o décimo quinto ano de Herodes - possivelmente um erro, talvez essa fosse a data do começo do planejamento e aquisição dos materiais). Quarenta e seis anos nos levam até 27/28 d. C. Mas todo o complexo só foi completado em 63 d.C. (Josefo, Ant. xx. 219), meros sete anos antes de sua destruição na guerra judaica (66-70 d.C.), mesmo que alguns pensem que a leitura mais original do grego implique que a construção tinha levado quarenta e seis anos, e ele estivesse completo no tempo em que os judeus falaram. Disso alguns deduzem que João se confundiu com suas datas, outros que o projeto de construção, que procedeu em estágios, pode ter sido temporariamente parado por volta desse tempo. É ainda mais provável que se esteja concluindo demais a partir do verbo aoristo passivo"(cf Porter, pp. 52, 183, 185).  (Comentário de João. . São Paulo Vida, .   p. 184)
    3- Jesus desfiou as testemunhas a atirarem a primeira pedra  
    Dt 17:7  A mão das testemunhas será a primeira contra ele, para matá-lo; e, depois, a mão de todo o povo; assim, eliminarás o mal do meio de ti.

    4-Como os judeus não podiam apedrejar a mulher por causa da lei romana, saíram
    João 18:31  Replicou-lhes, pois, Pilatos: Tomai-o vós outros e julgai-o segundo a vossa lei. Responderam-lhe os judeus: A nós não nos é lícito matar ninguém;

    "Quando Roma conquistou a Judéia e iniciou um governo direto por meio de um prefeito no ano 6 d.C., o direito de aplicar pena de morte foi tirado dos judeus e concedido ao governador (Josefo, Bei. ii. 117) - que era a prática comum de Roma na administração provincial. De fato, “o poder capital era o mais zelosamente guardado de todos os atributos de governo” (Sherwin-White, pp. 24-47, esp. p. 36). A evidência judaica do século II (j. Sanhedrin 1.1; 7.2) afirma que esse poder foi tirado dos judeus quarenta anos antes da queda do templo, isto é,no ano 30 d.C., por volta da época da morte de  Jesus. A data atribuída é curiosa; segundo a evidência proveniente de Josefo, podemos esperar por sessenta e quatro anos antes da destruição do templo. A sugestão de Bruce é muito boa (p. 351):“Pode ser que persistiu a lembrança de uma situação por volta do ano 30 d.C., quando uma privação desse direito teve um significado especial.” Comentário de João. A.D Carson. São Paulo: Vida Nova.p. 592)
     “Não temos o direito de executar ninguém ”. Por meio dessa resposta, eles deixaram claro que tipo de castigo desejavam que fosse aplicado: nada menos que a pena de morte. Em bora sob a lei romana tivessem o direito de pronunciar essa sentença, eles não tinham o direito de executá-la. (No caso de Estêvão, eles sim plesmente tom aram

    a lei nas próprias mãos, At 7.58.) Eles tam bém sabiam, é claro, que se Pilatos, 0 romano, cedesse a seus desejos, Jesus seria crucificado (não apedrejado ou estrangulado); ele seria “levantado da terra” (12.32; cf. 3.14). E isso era exatam ente o que queriam. Isso era exatamente o que - por razões totalmente diferentes - o próprio Jesus queria! Então,

    segue-se que;" (COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO João Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001 p. 824)



    22-No patio dos gentios não havia ensino?
    Resposta:
    Claro que sim, observe:
    "Pode-se perguntar por que Jesus, se ele estava tentando manter o anonimato,resolveu ir para os pátios do templo e ensinar. Certamente, o ambiente era adequado para ensino: outros rabis ensinavam seus seguidores lá também." (Comentário de João. D. A Carson. São Paulo: Vida Nova, 2007,p.312)
    "O pátio externo servia como ponto de encontro para muitos escribas reunirem seus alunos ao redor deles e expor a lei. Jesus usava as mesmas instalações, mesmo que seu conteúdo não pudesse facilmente ser comparado com o que os outros ensinavam...
    A mulher que traziam com eles foi surpreendida em ato de adultério. Adultério não é um pecado que se comete sozinho: pode-se perguntar por que não se trouxe o homem com ela. Ou ele correu mais rápido que ela e escapou, deixando-a para enfrentar os acusadores hostis sozinha; ou os próprios acusadores foram machistas o suficiente para focalizar exclusivamente a mulher. A injustiça da situação desperta nossos sentimentos de compaixão, por mais culpada que ela fosse. Em todo caso, os versículos seguintes sugerem que, nesse caso, as autoridades estão menos interessadas em assegurar que a justiça imparcial seja atendida do que em prender Jesus em um dilema. 
     5-6a. A citação da lei que as autoridades fazem (Moisés nos ordena apedrejar tais mulheres) levanta uma questão amplamente controversa: a mulher era casada, solteira ou noiva? Apedrejamento era a punição biblicamente prescrita para uma virgem noiva que fosse sexualmente infiel a seu noivo, uma punição que devia ser aplicada aos dois parceiros sexuais (Dt 22.23-24). Em outras passagens (Lv 20.10; Dt 22.22), a morte é prescrita para todas as esposas infiéis e seus amantes, mas não se estabelece nenhum método (como apedrejamento). Na Mishná (Sanhedrin 7.4), entretanto, os dois casos são rigorosamente diferenciados: a ofensa, na primeira instância, é punível por  apedrejamento (é vista como a mais séria das duas), e a segunda por estrangulamento. Isso significaria que a mulher nessa passagem era noiva, não casada. E bastante duvidoso, entretanto, que a distinção existisse nos dias de Jesus.144
     144 Cf. J. Blinzler, N T S 4, 1957, pp. 32-47; Daube, p. 307.
    ( Comentário de João. D. A Carson. São Paulo: Vida Nova, 2007,p. 335
    "Também aqui há um paralelo próximo de Lucas 221:38: "E todo o povo madrugava para ir ter com ele no templo, a fim de ouvi-lo". Muitos escribas tinham suas tendas de ensino, no patio exterior, onde se assentavam e expunham a lei aos seus alunos; Jesus fez a mesma coisa - com uma diferença..." (João . Introdução e Comentário. F. F. Bruce. São Paulo: Vida Nova, 2008 p. 351-352)
    João 8:2  De madrugada, voltou novamente para o templo, e todo o povo ia ter com ele; e, assentado, os ensinava.
    João 8:20  Proferiu ele estas palavras no lugar do gazofilácio, quando ensinava no templo; e ninguém o prendeu, porque não era ainda chegada a sua hora.
    João 8:59  Então, pegaram em pedras para atirarem nele; mas Jesus se ocultou e saiu do templo.
    João 10:23  Jesus passeava no templo, no Pórtico de Salomão.
    João 11:56  Lá, procuravam Jesus e, estando eles no templo, diziam uns aos outros: Que vos parece? Não virá ele à festa?
    João 18:20  Declarou-lhe Jesus: Eu tenho falado francamente ao mundo; ensinei continuamente tanto nas sinagogas como no templo, onde todos os judeus se reúnem, e nada disse em oculto.
    Atos 2:46  Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração,
    Atos 3:1  Pedro e João subiam ao templo para a oração da hora nona.
    João 7:14  Corria já em meio a festa, e Jesus subiu ao templo e ensinava.
    João 7:28  Jesus, pois, enquanto ensinava no templo, clamou, dizendo: Vós não somente me conheceis, mas também sabeis donde eu sou; e não vim porque eu, de mim mesmo, o quisesse, mas aquele que me enviou é verdadeiro, aquele a quem vós não conheceis.
    Lucas 21:5  Falavam alguns a respeito do templo, como estava ornado de belas pedras e de dádivas;
    Lucas 21:37  Jesus ensinava todos os dias no templo, mas à noite, saindo, ia pousar no monte chamado das Oliveiras.

    23-Como Jesus escreveu no chão do templo? Se ele era de Mármore?
    Resposta:
    Jesus escreveu na terra e não no templo. Poderia ter escrito sobre a poeira do chão por exemplo

    João 8:6  Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo.
    Jr 17:13  Ó SENHOR, Esperança de Israel! Todos aqueles que te deixam serão envergonhados; o nome dos que se apartam de mim será escrito no chão; porque abandonam o SENHOR, a fonte das águas vivas.



    24-Os evangelhos foram escritos no séc. oitavo? 
    Resposta:
    Os mais antigos manuscritos dos Novo Testamento datam do séc. 2, especificamente no ano 125 d.C
    Vejam:
    "e até o mais antigo papiro do Novo Testamento que dispomos, o P 52 de 125 d.C, foi escrito como um Códice"
    (O texto do Novo Tetamento, São Paulo: SBB, 2013,p. 51)

    "O P 52...Os mais importantes estudiosos dos papiros dataram o documento por volta de 125 d.C. Este 'por volta de 125' inclui uma margem de 25 anos para cima ou para baixo, sendo que recentemente ganhou força o ponto de vista que esse manuscrito não pode ter sido produzido depois do ano 125. Isto faz com que o P 52 se aproxime bastante da provável data da origem do Evangelho de João, entre 90 e 95 d.C. Recentemente veio a tona mais um fragmento do Evangelho de João, remontando ao segundo século, a saber o P 90" (O texto do Novo Testamento, São Paulo: SBB, 2013, p. 91)

    Vejam a lista dos manuscritos gregos e suas respectivas datas:











    25-O Relato do sepultamento de Jesus é falso? 
    "Os judeus não abrem sepulcro para embalsamar pois tudo deve ser feito antes do sepultamento. Mulheres não cuidam de corpos masculinos. Num são duas, outro três. Mulher enlutada não sai de casa."
    Resposta:
    1-Quantidade de mulheres- era mais de uma
     Mc 15:46 46  Este, baixando o corpo da cruz, envolveu-o em um lençol que comprara e o depositou em um túmulo que tinha sido aberto numa rocha; e rolou uma pedra para a entrada do túmulo

    Mc 16:1 ¶ Passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem embalsamá-lo.

    Mt 27:59  E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho
    55  As mulheres que tinham vindo da Galiléia com Jesus, seguindo, viram o túmulo e como o corpo fora ali depositado.
    56  Então, se retiraram para preparar aromas e bálsamos. E, no sábado, descansaram, segundo o mandamento.

    Mt 28:1 ¶ Mas, no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas ao túmulo, levando os aromas que haviam preparado.
    2  E encontraram a pedra removida do sepulcro;
    3  mas, ao entrarem, não acharam o corpo do Senhor Jesus.

    JO 19:39  E também Nicodemos, aquele que anteriormente viera ter com Jesus à noite, foi, levando cerca de cem libras de um composto de mirra e aloés.
    40  Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com os aromas, como é de uso entre os judeus na preparação para o sepulcro.

    2- Os costumes de luto total judaico era restrito apenas a alguns graus de parentesco
     "O luto completo é limitado às seguintes ocasiões: a morte de um (1) pai, (2) a mãe, (3) filho (4), filha (5), irmão (6), irmã, (7) esposa ou marido ( comp. Lev. XXI. 2, 3). Os rabinos incluído um meio-irmão e meia-irmã.O luto não precisa ser observado para uma criança que viveu menos de trinta dias. As cerimônias observadas em luto por um parente são as seguintes: O tempo entre a morte e o sepultamento é chamado de "aninut" (= "profunda tristeza"), durante o qual o enlutado não deve comer na mesma casa com os mortos, e, com exceção no sábado ou num dia santo, não deve comer na empresa, nem comer carne, nem beber vinho. Ao voltar do enterro "Shib'ah" começa-os sete dias durante o qual o enlutado está confinada à casa, onde ele se senta no chão ou em um banco baixo, dedicando seu tempo a ler o Livro de Job. Ele é dispensado de subir quando uma pessoa idosa, ou mesmo um nasi, passa. A lamentação enquanto está sentado pode ter sido derivada de Neemias.1: 4." http://www.jewishencyclopedia.com/articles/11191-mourning

    As mulheres que foram ao sepulcro não tinham nenhum grau de parentesco com Jesus (como pode ser visto acima)! portanto não precisavam ficar em casa!


    3- Quantidade de especiarias
    JO 19:38  Depois disto, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, ainda que ocultamente pelo receio que tinha dos judeus, rogou a Pilatos lhe permitisse tirar o corpo de Jesus. Pilatos lho permitiu. Então, foi José de Arimatéia e retirou o corpo de Jesus.
    39  E também Nicodemos, aquele que anteriormente viera ter com Jesus à noite, foi, levando cerca de cem libras de um composto de mirra e aloés.

    40  Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com os aromas, como é de uso entre os judeus na preparação para o sepulcro.

    "A época de Cristo era costume utilizar grandes quantidades de especiarias para embalsamar o morto,
    especialmente no caso em que a pessoa morta era muito estimada.
    Michael Green dá alguns detalhes sobre a preparação que os restos mortais de Jesus receberam para o
    sepultamento: "O corpo foi posto numa saliência de pedra, envolvido e bem apertado em tiras de pano, e coberto com especiarias. O Evangelho de João nos diz que cerca de 32 quilos de especiarias foram utilizados, e essa quantidade foi provavelmente suficiente. José era um homem rico e, sem sombra de dúvida, queria compensar a covardia que tinha tido durante a vida de Jesus dando-lhe um esplêndido funeral. A quantidade, embora grande, tem inúmeros paralelos. O rabino Gamaliel, um contemporâneo de Jesus, ao morrer foi embalsamado com cerca de 36 quilos de especiarias". 19/33
    19. GREEN, Michael. Man Alive (O Homem em seu Vigor). Downers Grove: Inter-Varsity, 1968.

    Por ocasião do funeral de Aristóbulo, Herodes "providenciou para que a cerimônia fosse bem
    imponente, através de grandes preparativos para o sepulcro receber o seu corpo, e através de uma grande quantidade de especiarias, e mediante a colocação junto ao corpo de muitos objetos de adorno" (Antigüidades dos Judeus, 17.8.3).
    "Chegamos agora à questão das especiarias. Nem no Evangelho de São João, nem em qualquer dos outros se diz que foram vistas especiarias no túmulo. Isso assume um aspecto significativo em meu raciocínio. Em geral já se tem observado que a quantidade de especiarias que, segundo São João, Nicodemos levou para preparar o corpo para o túmulo, era extremamente grande. No entanto, para mim a quantidade não é tão importante quanto o fato, que parece ser confirmado pelos principais estudiosos do assunto, de que as especiarias eram secas e que, assim sendo cairiam pelo chão caso o corpo fosse colocado de pé ou caso os panos fossem removidos. Cem libras de especiarias faziam uma quantidade que seria facilmente vista devido ao grande volume que ocupava. O que é chamado de 'aloés' era um tipo aromático triturado ou reduzido a pó, enquanto a mirra era uma cola muito perfumada, que, em pequenas quantidades, era misturada a madeira em pó. Conforme ainda podemos descobrir, também era costume ungir o corpo com um ungüento semi-líquido, o nardo, por exemplo. Um dos efeitos dessa unção era fazer com que o pó imediatamente grudasse no corpo, mas em sua maior parte o pó permanecia seco. Também ungiam a cabeça e o cabelo com esse ungüento. Não encontro informações de que a especiaria em pó fosse aplicada no rosto ou na cabeça. No entanto, quando o corpo de Nosso Senhor foi rapidamente preparado para o sepultamento, acredita-se que não houve tempo para ungir o corpo ou para qualquer processo mais elaborado, pois o pôr-do-sol rapidamente se aproximava e, junto com ele, chegaria o sábado. É possível que o corpo tenha sido apenas envolto com especiarias em . Pode ser que as mulheres, dentro do que estava ao seu alcance, tenham desejado reparar essa omissão e que aquilo que elas levaram na manhã de domingo tenha sido nardo, ou algum ungüento precioso, a fim de terminar a unção. João menciona apenas mirra e aloés, mas Lucas diz que as mulheres prepararam aromas e bálsamos, e em Marcos lemos que elas 'compraram aromas para irem embalsamá-lo' (16:1). Provavelmente elas não pretendiam remover os panos, mas apenas ungir a cabeça e o pescoço com os ungüentos". 33/35-37     33. LATHAM, Henry. The Risen Master (O Mestre Ressurreto). Cambridge: Deighton, Bell and Co.,1904.

    4- As mulheres não precisavam tocar no corpo de Jesus

    • Jesus já tinha sido envolto em faixas por homens  (ver acima)
    • As mulheres poderiam apenas derramar os perfumes por cima do corpo, pois este seria absorvido pelas faixas, dispensando assim o toque no corpo do morto, como já descrito acima!
    para saber mais sobre SEPULTAMENTO veja em: http://www.jewishencyclopedia.com/articles/14199-taharah

    26-O relato da mulher que enxugou os pés de Jesus é incabível pois ela entra num recinto masculino e enxuga os pés de Jesus?
    Resposta:
    Lc 7:36 Convidou-o um dos fariseus para que fosse jantar com ele. Jesus, entrando na casa do fariseu, tomou lugar à mesa.
    37  E eis que uma mulher da cidade, pecadora, sabendo que ele estava à mesa na casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;
    38  e, estando por detrás, aos seus pés, chorando, regava-os com suas lágrimas e os enxugava com os próprios cabelos; e beijava-lhe os pés e os ungia com o ungüento.
    39  Ao ver isto, o fariseu que o convidara disse consigo mesmo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, porque é pecadora.
    40  Dirigiu-se Jesus ao fariseu e lhe disse: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. Ele respondeu: Dize-a, Mestre.
    41  Certo credor tinha dois devedores: um lhe devia quinhentos denários, e o outro, cinqüenta.
    42  Não tendo nenhum dos dois com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Qual deles, portanto, o amará mais?
    43  Respondeu-lhe Simão: Suponho que aquele a quem mais perdoou. Replicou-lhe: Julgaste bem.
    44  E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; esta, porém, regou os meus pés com lágrimas e os enxugou com os seus cabelos.
    45  Não me deste ósculo; ela, entretanto, desde que entrei não cessa de me beijar os pés.
    46  Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta, com bálsamo, ungiu os meus pés.
    47  Por isso, te digo: perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama.
    48  Então, disse à mulher: Perdoados são os teus pecados.

    49  Os que estavam com ele à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este que até perdoa pecados?

    1- O recinto não era masculino, era uma casa, um contexto familiar
    "Não causa estranheza que, em certo sentido, lhe tenha sido permitido entrar na casa. Não era de todo incomum que pessoas não convidadas entrassem numa casa onde se oferecia uma ceia. Geralmente se sentavam ao longo das paredes a observar tudo o que se passava, e até mesmo se punham a dialogar com alguns dos convidados.292 Não obstante, que essa mulher em particular, bem conhecida como “pecadora”, teve coragem de entrar na casa de um fariseu rigoroso, é de fato algo inusitado. O único modo de explicá-lo é presumir que a urgência que ela tinha de expressar sua gratidão a Jesus era tão irresistível que nada pôde detê-la de fazer o que tanto desejava. Comentário do Novo Testamento, Exposição do Evangelho de Lucas WILLIAM HENDRIKSEN. Vol. 1 © 2003, Editora Cultura Cristã. p. 544

    27- Zc 12 está traduzido errado nas Bíblias Cristãs?

    Resposta:
    As bíblias cristãs estão corretas. O texto Massorético diz olharão para mim
    1- Existe uma contradição entre os judeus sefarditas x caraítas:
    Alegação dos judeus sefarditas:" olharão para MIM JUNTAMENTE com AQUELES a quem traspassaram"
    A editora Sefer- Bíblia Hebraica assim traduz:
    10 e derramarei sobre a Casa de David e sobre os moradores de Jerusalém o espírito da graça e das súplicas, e olharão para Mim por causa daqueles que foram traspassados e gemerão como se fosse pela morte de seu filho único, e sofrerão como quem sofre por seu primogênito

    A nota da Bíblia Hebraica (Editora Sefer) explica no Tópico- Considerações Gerais:
    "...adotou-se determinada tradução não literal a fim de possibilitar sua leitura à luz dos ensinamentos e orientações técnicas dos Sábios do Talmud e dos consagrados exegetas bíblicos judeus dos últimos dois mil anos."

    judaísmo caraíta afirma que o texto Massorético diz "a mim"
    "Em Zacarias 12:10 está escrito:

    ZC 12:10 MAS SOBRE A CASA DE DAVI, E SOBRE OS HABITANTES DE JERUSALÉM, DERRAMAREI O ESPÍRITO DE GRAÇA E DE SÚPLICAS; E OLHARÃO PARA AQUELE QUE FURARAM; E PRANTEARÃO SOBRE ELE, COMO QUEM PRANTEIA PELO FILHO UNIGÊNITO; E CHORARÃO AMARGAMENTE POR ELE, COMO SE CHORA AMARGAMENTE PELO PRIMOGÊNITO.

    Na maioria das traduções para o português consta “e olharão para mim a quem traspassaram”, porque no texto hebraico massorético consta וְהִבִּיטוּ אֵלַי אֵת אֲשֶׁר-דָּקָרוּ vehibitu elai et asher daqaru, que significa “e olharão para mim a quem furaram”."

    Os judeus caraítas dizem que sinal massorético, feito pelos judeus , foi colocado errado e portanto os judaísmo atual não aceita esta parte do texto massorético como correto
    ""No entanto, a pontuação (vocalização) correta da palavra hebraica אלי, neste caso, é אֱלֵי (elei), e não אֵלָי (elai), porque neste versículo quem está falando é Deus, de modo que a pontuação (vocalização) que os massoretas colocaram na palavra אלי, neste caso, conduz ao absurdo, pois אֵלָי(elai) significa “para mim”, de modo que, com esta pontuação (vocalização), estaria escrito que Deus disse “e olharão para mim a quem furaram”, o que é absurdo, pois Deus não pode ser furado por ninguém, pois ele é o Onipotente, e ele não é carne, de modo que é óbvio que neste caso a pontuação (vocalização) correta é אֱלֵי (elei), que significa “para”, de modo que a tradução correta é “e olharão para aquele que furaram” ou “e olharão para aquele a quem furaram”.

    O alfabeto hebraico, originalmente, somente tinha consoantes, e somente a partir do século V EC é que os massoretas inventaram o sistema de pontuação (niqud, ou nikud) para representar as vogais. 

    O texto sagrado e divinamente inspirado da Bíblia Hebraica (Tanakh) é constituído somente por consoantes, pois quando os profetas escreveram os livros sagrados (do século XV AEC ao século V AEC) o alfabeto hebraico era constituído somente por consoantes, e ainda não tinha sido inventado o sistema de pontuação massorético (niqud) para indicar as vogais.

    Os massoretas, que colocaram os sinais vocálicos no texto do Tanakh (Bíblia Hebraica), não eram profetas, de modo que os sinais vocálicos que se encontram nas edições do Tanakh (Bíblia Hebraicaeventualmente podem estar equivocados, de modo que, quando a vocalização (pontuação) que consta no texto massorético não está correta, nós devemos alterar a pontuação (vocalização), corrigindo o erro.

    No caso do versículo Zacarias 12:10, a vocalização (pontuação) correta da palavra אלי é אֱלֵי (elei), e não אֵלָי (elai), conforme demonstrado acima, de modo que devemos alterar a pontuação da palavra אלי, para que conste אֱלֵי (elei) (que significa “para”) ao invés de אֵלָי (elai) (que significa para mim).

    Assim sendo, o texto hebraico correto do referido trecho é וְהִבִּיטוּ אֱלֵי אֵת אֲשֶׁר-דָּקָרוּ vehibitu elei et asher daqaru, que significa “e olharão para aquele que furaram” ou “e olharão para aquele que traspassaram” ou “e olharão para aquele a quem furaram” ou “e olharão para aquele a quem traspassaram”.

    Portanto, a tradução correta é “e olharão para aquele que furaram” ou “e olharão para aquele que traspassaram” ou “e olharão para aquele a quem furaram” ou “e olharão para aquele a quem traspassaram”....Os versículos Zacarias 12:1-9 mostram que haverá uma guerra de todas as nações contra Israel, e o versículo Zacarias 12:10 mostra que, naquela guerra, um líder judeu será furado (ou traspassado) pelos exércitos das nações e morrerá, e todo o povo de Israel lamentará por ele, fazendo uma lamentação muito grande. http://www.caraita.teo.br/qual_a_correta_interpretacao_de_zacarias_12_10.htm


    2- O Texto Massorético de fato diz "a mim" e recebe apoio das seguintes versões antigas:

    • Versão Aramaica
    • Versão Siríaca
    • Versão Grega Septuaginta  (LXX)
    • Vulgata de Jerõnimo
    E o termo "aquele" no lugar de "a mim" só tem apoio da versão Judaica pós cristã de Theodócio:
    "As versões grega, siríaca,, aramaica e latina seguem os melhores manuscrito hebraicos e trazem "a mim".... É evidente que alguns copistas daquele tempo concluiram que o profeta não podia estar pondo na boca do Senhor esta aparente contradição de que ele foi morto, e por isso mudaram o pronome. O texto mais difícil tem mais probabilidade de ser o original, e deve ser mantido. É possível manter os dois pronomes: Olharão para mim, aquele a quem traspassaram. Isto envolve pequenas alterações de consoantes e vogais hebraicas e só encontra apoio em uma tradução grega tardia (Theodócio, segundo século d.C),... (Ageu, Zacarias e Malaquias. Introdução e Comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008,p.160) 

    3-O próprio Judaísmo identifica este verso como sendo referente ao Messias

    "Talmude entende esse versículo como se referindo ao assassínio do Messias (Sukka, 52a); João 19.37 identifica Jesus"
    (Novo Dicionário Internacional de Teologia e Exegese do Antigo Testamento 2011 Editora Cultura Cristâ, Vida Nova, 2011.)



    4- A citação que João faz de Zc 12:10 não pode ser usada como evidência de que a passagem não fala do Messias:

    • João cita Zc 12:10 para se referir a Jesus como o Messias, assim como Zc 9:9 (ver abaixo)
    •  pronome "aquele" no lugar de "a mim", porque muitas vezes os Evangelistas faziam o que se chama "citações livres" mas com o sentido geral do texto original:

    Jo 19:37  E outra vez diz a Escritura: Eles verão aquele a quem traspassaram

    Zc 12:10  E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e o prantearão como quem pranteia por um unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.

    Zacarias 9:9  Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei, justo e salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumenta.
    Mt 21:4  Ora, isto aconteceu para se cumprir o que foi dito por intermédio do profeta:
    5  Dizei à filha de Sião: Eis aí te vem o teu Rei, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de animal de carga.

    JO 12:14  E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:
    15  Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.

    ...Jo 19:37. A citação que João faz do versículo não pode ser tomada como evidência porque os autores do Novo Testamento usavam o Antigo Testamento muito livremente (c.f. o comentário sobre Zc 9:9...talvez sua intensão tenha sido transmitir somente o sentido geral." (Ageu, Zacarias e Malaquias. Introdução e Comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008,p.160)


    5- Mesmo que o texto original seja "olharão para aquele",  isto não se refere a um líder judeu qualquer, mas ao Messias, nos últimos dias (o termo "naquele dia" se refere ao "dia do Senhor" pois o texto diz que

    • os líderes judeus não serão mortos 
    •  Deus derramará o Espírito de Graça e Súplica - isto não seria preciso caso o morto fosse apenas um rei comum!

    ZC 12:6  Naquele dia, porei os chefes de Judá como uma brasa ardente debaixo da lenha e como um facho entre as gavelas; e à direita e à esquerda eles consumirão a todos os povos em redor, e Jerusalém será habitada outra vez no seu próprio lugar, mesmo em Jerusalém.
    7  E o SENHOR primeiramente salvará as tendas de Judá, para que a glória da casa de Davi e a glória dos habitantes de Jerusalém não sejam exaltadas acima de Judá.
    8  Naquele dia, o SENHOR amparará os habitantes de Jerusalém; e o que dentre eles tropeçar, naquele dia, será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do SENHOR diante deles.
    9 ¶ E acontecerá, naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém.
    10  E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e o prantearão como quem pranteia por um unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
    11  Naquele dia, será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido.
    12  E a terra pranteará, cada linhagem {ou família} à parte; a linhagem da casa de Davi, à parte, e suas mulheres, à parte, e a linhagem da casa de Natã, à parte, e suas mulheres, à parte;
    13  a linhagem da casa de Levi, à parte, e suas mulheres, à parte; a linhagem de Simei, à parte, e suas mulheres, à parte.

    14  Todas as mais linhagens, cada linhagem, à parte, e suas mulheres, à parte.

    Zc 13 fala do pastor morto:

    7 ¶ Ó espada, ergue-te contra o meu Pastor e contra o varão que é o meu companheiro, diz o SENHOR dos Exércitos; fere o Pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas; mas volverei a minha mão para os pequenos.

    O lamento será por causa do reconhecimento de que os antepassados judeus foram os culpados da morte do Messias e se converterão mediante a súplica e graça de Deus a eles concedida





    Bibliografia Consultada:

    1- Novo Comentário Contemporâneo de Mateus. Robert h. Mounce. São Paulo: Vida, 1996.
    2- Comentário de João. D.A. Carson. São Paulo: Vida Nova.
    3-Comentário Judaico do Novo Testamento.David Stern.  São Paulo, 2008.
    4- História Eclesiástica. Eusebio de Cesaréia
    5-COMENTÁRIO DO NOVO TESTAMENTO Mateus Volume 1 WILLIAM HENDRIKSEN. São Paulo: Cultura Cristã, 2001.
    6- Comentário do uso do Antigo Testamento no Novo Testamento/ organizado por G. K. Beale e D. A. Carson; São Paulo: Vida Nova, 2014.
    7-Novo Comentário Bíblico Contemporâneo de João. J. Ramsey Michaels, São Paulo: Vida, 1994, 
    8- Enciclopédia da Bíblia. São Paulo: Cultura Cristã.
    10- Comentário de Mateus e Marcos- A. T. Robertson, CPAD, 2012.
    11- O texto do Novo Testamento.Kurt Aland e Barbara Aland São Paulo: SBB, 2013.
    12- O comentário de Mateus / D.A. Carson ; São Paulo : Shedd Publicações, 2010.
    13- Evidência que exige um verdito- vol 1. Josh Mc Dowell. Ed. Candeia.
    14-Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas. Gleason Archer. São Pauulo, Vida, 1998.
    15-Enciclopédia de Apologética-. Norman Geisler. São Paulo: Vida, 2001.
    16- Ageu, Zacarias e Malaquias. Introdução e Comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008.
    17- Comentário do Novo Testamento, Exposição do Evangelho de Lucas WILLIAM HENDRIKSEN. Vol. 1 © 2003, Editora Cultura Cristã.
    18- João . Introdução e Comentário. F. F. Bruce. São Paulo: Vida Nova, 2008 
    19-  Comentário Bíblico Beacon. Rio de Janeiro:CPAD, 2012.
    20- 1 e 2 Crônicas. Introdução e Comentário . Matin J. Selman. São Paulo. Vida Nova, 2008.
    21-Flávio Josefo. História dos hebreus. Obra Completa.- Rio de Janeiro:CPAD, 2009


    3 comentários:

    1. Shalom!! Li como prometido, li todo o conteúdo exposto a cima; porém, temos alguns problemas. .. "A profecia é específica a Salomão e não a Natan" Maria Levita, José Judeu...

      O Texto Profético diz: Eis que o filho que te nascer será homem de repouso; porque repouso lhe hei de dar de todos os seus inimigos ao redor; portanto, SALOMÃO SERÁ O SEU NOME, e paz e descanso darei a Israel nos seus dias.

      10 ELE edificará uma casa ao meu nome, e me será por filho, e eu lhe serei por pai, E CONFIRMAREI o TRONO de SEU REINO sobre Israel, PARA SEMPRE.

      A especificidade no texto. E Natã não entra nessa.


      Att: Adriel Silva

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. o texto que vc citou É UMA REPETIÇÃO RESUMIDA da profecia dita anteriormente:

        O texto de 1 Cr 22:10 é repetição condensada de uma profecia dita em 2 Sm 7 :12 pelo profeta NATÃ que diz duas coisas:
        a- Um descendente de Davi iria edificar o primeiro Templo e iria ser rei (Salomão) ver abaixo 3-
        b- A CASA de Davi e o reino de Davi seriam eternos (por meio de seus descendentes)

        2 Sm 7:8 Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tomei-te da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses príncipe sobre o meu povo, sobre Israel.
        9 E fui contigo, por onde quer que andaste, eliminei os teus inimigos diante de ti e fiz grande o teu nome, como só os grandes têm na terra.
        10 Prepararei lugar para o meu povo, para Israel, e o plantarei, para que habite no seu lugar e não mais seja perturbado, e jamais os filhos da perversidade o aflijam, como dantes,
        11 desde o dia em que mandei houvesse juízes sobre o meu povo de Israel. Dar-te-ei, porém, descanso de todos os teus inimigos; também o SENHOR te faz saber que ele, o SENHOR, te fará casa.
        12 Quando teus dias se cumprirem e descansares com teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino.
        13 Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino.
        14 Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; se vier a transgredir, castigá-lo-ei com varas de homens e com açoites de filhos de homens.
        15 Mas a minha misericórdia se não apartará dele, como a retirei de Saul, a quem tirei de diante de ti.
        16 Porém a tua casa e o teu reino [de Davi] serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre
        Em suma, todo descendente de Davi que viesse a ser rei teria o reino confirmado para sempre, pois o reino herdado é o de Davi! Observe com atenção:
        Sl 89:20 Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi.
        21 A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá.
        22 O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade.
        23 Esmagarei diante dele os seus adversários e ferirei os que o odeiam.
        24 A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder.
        25 Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios.
        26 Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus e a rocha da minha salvação.
        27 Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra.
        28 Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança.
        29 Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu.
        30 Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos,
        31 se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos,
        32 então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniqüidade.
        33 Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade.
        34 Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram.
        35 Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?):
        36 A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim.
        37 Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço.



        Excluir
    2. A citação de 2 Cr 22 não è completa como a de 2 Sm 7 :
      1 Cr 22:7 Disse Davi a Salomão: Filho meu, tive intenção de edificar uma casa ao nome do SENHOR, meu Deus.
      8 Porém a mim me veio a palavra do SENHOR, dizendo: Tu derramaste sangue em abundância e fizeste grandes guerras; não edificarás casa ao meu nome, porquanto muito sangue tens derramado na terra, na minha presença.
      9 Eis que te nascerá um filho, que será homem sereno, porque lhe darei descanso de todos os seus inimigos em redor; portanto, Salomão será o seu nome; paz e tranqüilidade darei a Israel nos seus dias.
      10 Este edificará casa ao meu nome; ele me será por filho, e eu lhe serei por pai; estabelecerei para sempre o trono do seu reino sobre Israel.

      11 Agora, pois, meu filho, o SENHOR seja contigo, a fim de que prosperes e edifiques a Casa do SENHOR, teu Deus, como ele disse a teu respeito.
      O que significa? Significa que Salomão é apenas um dos descendentes de Davi que chegou a ser rei e por isso teve o reino confirmado pára sempre, pois o reino herdado era o de Davi!

      ResponderExcluir