Pesquisar e

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Como identificar uma seita- O que é seita?

Conceito de Seita e Heresia


“Grupo religioso que se separa de uma religião estabelecida, devido ao carismatismo e pregação de um ex-líder local, que geralmente alega ter revelações advindas diretamente do céu” (Dicionário de crenças religiões e ocultismo, Ed. Vida, 2000)


Um grupo de indivíduos reunidos em torno de uma interpretação errônea da Bíblia, feita por uma ou mais pessoas”(O Império das Seitas, vol. 1, 2a edição, 1992)

O Dicionário Houaiss Eletrônico diz:
"Seita:
substantivo feminino 
1 na antiga literatura romana e pré-cristã, partido ou escola filosófica
2 na Vulgata, variedade de tendências religiosas dentro do judaísmo
Ex.: s. dos fariseus *
3 doutrina ou sistema que se afasta da crença ou opinião geral
4 Derivação: por metonímia.
o conjunto das pessoas que seguem essa doutrina ou sistema
5 Derivação: por extensão de sentido. Rubrica: religião.
grupo de dissidentes de uma religião ou de uma comunhão principal
Ex.: <a s. dos fundamentalistas> <a s. dos quacres>
6 Derivação: por analogia. Uso: informal.
grupo de indivíduos partidários de uma mesma causa; partido, bando, facção
7 teoria de um mestre com inúmeros seguidores
8 Rubrica: sociologia.
sociedade cujos membros se agregam voluntariamente e que se mantém à parte do mundo"

 *O Cristianismo também foi chamado de seita por aqueles que pensavam ser este mais um ramo do judaísmo At 24:5,14; 28:22.
A palavra háiresis é traduzida por seita em At 5:17; 15:5; 24:5,14; 26:5; 28:22, por facção em Gl 5:20, por partidos em I Co 11:19 e por heresia em II Pe 2:1.

Heresia
n substantivo feminino 
1 interpretação, doutrina ou sistema teológico rejeitado como falso pela Igreja
2 teoria, idéia, prática etc. que nega ou contraria a doutrina estabelecida (por um grupo)
3 ação, dito ou atitude que desrespeita a religião
4 Derivação: por extensão de sentido, sentido figurado.
contra-senso, opinião absurda; disparate, despautério, tolice

Ex.: uma heresia científica


Características das seitas:
"Não há uma definição mundial de comum acordo a respeito do que caracteriza uma seita; existem apenas algumas características gerais que nos permitem reconhecê-las. 

Há hoje três diferentes dimensões de seitas — doutrinárias, sociológicas e morais....Tenha em mente, contudo, que nem todas as seitas manifestam cada uma das  características que discutimos.

1-Características doutrinárias 

  • Tipicamente dão ênfase a novas revelações “recebidas de Deus”, 
  • negam a autoridade única da Bíblia,
  •  negam a Trindade [divindade de Jesus]
  •  possuem uma visão distorcida de Deus e de Jesus, 
  • ou ainda rejeitam a salvação pela graça." 

2-Características sociológicas de uma seita
Além das características doutrinárias das seitas, muitas delas (não todas) também possuem traços sociológicos que incluem:

  • Autoritarismo — O autoritarismo envolve a aceitação de uma figura de autoridade, que freqüentemente utiliza técnicas de controle mental sobre os membros do grupo. Como profeta e/ou fundador, a palavra desse líder é considerada final. O falecido David Koresh, da seita Branch Davidian (Ramificação Davidiana) emWaco, no estado do Texas, é um exemplo trágico. Outras seitas que envolvem autoritarismo incluem os Meninos de Deus (agora chamados de A Família) e a Igreja da Unificação.
  • Exclusivismo — Outra característica das seitas é um exclusivismo que declara:“Somente nós temos a verdade”. Os mórmons acreditam que são a comunidade exclusiva dos salvos na terra. As Testemunhas de Jeová acreditam que são a comunidade exclusiva dos salvos.
  • Dogmatismo — Relacionadas de perto com o exposto acima, muitas seitas são dogmáticas — e esse dogmatismo é freqüentemente expresso de forma institucional. Por exemplo, os mórmons declaram ser a única igreja verdadeira na terra. As Testemunhas de Jeová dizem que a Sociedade Torre de Vigia é a única voz de Jeová na terra. David Koresh declarou-se a única pessoa capaz de interpretar a Bíblia. Muitas seitas acreditam ter a verdade dentro de uma pasta, como se ela ali estivesse. Pensam que somente elas estão de posse dos oráculos divinos.
  • Mentes fechadas — De mãos dadas com o dogmatismo está a característica de possuir mentes fechadas. Essa indisposição de ao menos considerar qualquer outro ponto de vista tem freqüentes manifestações radicais. Um mórmon educado que encontramos nos disse que não lhe importaria se pudesse ser provado que Joseph Smith foi um falso profeta; ele ainda assim continuaria sendo um mórmon. Um homem testemunha-de-Jeová que certa vez encontramos recusou-se a concluir a leitura de um artigo que provava a divindade de Cristo porque, disse ele:“Isso está incomodando a minha fé”.
  • Susceptibilidade — O perfil psicológico de muitas pessoas que são “sugadas” para dentro de seitas não é do tipo bajulador. Com certa freqüência, as pessoas que se juntam a uma seita são altamente incautas. Algumas vezes são até mesmo psicologicamente vulneráveis. Mas, acima de tudo, a mentalidade nas seitas é caracterizada por uma compartimentalização não saudável (isto é, elas “põem em compartimentos” fatos conflitantes e ignoram qualquer coisa que contradiga as suas afirmações). Muitos mórmons possuem uma “chama em seu seio” que faz com que seja praticamente impossível argumentar com eles sobre a sua fé. Membros de seitas freqüentemente aceitam ensinos conforme um tipo de fé cega, que é insensível à argumentação sensata...
  • Antagonismo — Em um contexto de isolamento, são gerados tanto o medo como o sentimento de hostilidade em relação ao mundo exterior. Todos os outros grupos são considerados apóstatas, “o inimigo” e “as ferramentas de Satanás”. Em casos extremos, esse fato pode levar a conflitos armados, como aconteceu em Jonestown e em Waco.

3-Características morais de uma seita
No topo dos traços doutrinários e sociológicos das seitas existem também algumas dimensões morais a serem consideradas. Em meio às seitas que brotam, estão muito presentes o legalismo, a perversão sexual, a intolerância, abusos psicológicos e até mesmo físicos.Vale lembrar que nem todas as seitas manifestam cada uma dessas características.

  • Legalismo — Para muitas seitas, é comum o estabelecimento de um rigoroso conjunto de regras que devem ser obrigatoriamente vividas pelos devotos. Esses padrões são usualmente extrabíblicos.

O ensino mórmon que proíbe o uso de café, chá, ou qualquer bebida que contenha cafeína é um caso típico. O requisito imposto pela Sociedade Torre de Vigia para que as lestemunhas de Jeová distribuam literatura de porta em porta é outro exemplo. O ascetismo do tipo monástico, com sua rigorosa obrigatoriedade de cumprimento de regras, é freqüentemente visto como um meio de se alcançar o favor de Deus. Como tal, é a manifestação da rejeição comum das seitas à graça de Deus.

  • Perversão sexual — Lado a lado com o legalismo, o vício gêmeo da perversidade moral é bastante encontrado nas seitas. Joseph Smith (e outros líderes mórmons) teve muitas esposas. David Koresh afirmou possuir todas as mulheres em seu grupo, até mesmo as meninas mais novas. De acordo com uma revelação através de uma reportagem em 1989, meninas da idade de dez anos estavam incluídas. A seita Meninos de Deus tem utilizado, através de sua história, técnicas de “pescaria através do flerte”, com a finalidade de atrair pessoas para a seita, com apelos sexuais. Foi denunciada a prática de sexo entre adultos e crianças dentro dessa seita.
  • Abuso físico — De forma trágica, algumas seitas empenham-se em aplicar diferentes formas de abuso físico. Ex- adeptos de seitas acusam com freqüência seus ex-líderes de concentrarem-se em espancamentos, privação do sono, severa privação de alimentos e agressões a crianças até que estas ficassem queimadas ou sangrando. As vezes, há acusações de abusos ritualísticos satânicos, embora tais fatos raramente sejam levados a conhecimento público.

Contudo, os abusos psicológicos como o medo, a intimidação e o isolamento são mais comuns. O abuso físico em seu máximo grau é ilustrado na pessoa do líder Jim Jones, que levou todos os membros de Jonestown a beber ponche envenenado.

  • Intolerância para com as outras pessoas —Tolerância religiosa não é uma das virtudes da mentalidade das seitas. A intolerância é freqüentemente manifestada através de hostilidades, culminando algumas vezes com assassinatos. A história tanto dos mórmons como da seita Branch Davidian '(Resposta às seitas, p. 10-16, CPAD)

Nenhum comentário:

Postar um comentário