Pesquisar e

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Biólogo desmascara biólogo por manipular dados sobre homossexualidade!!!

Video 1- Geneticista

http://www.youtube.com/watch?v=3wx3fdnOEos


Vídeo 2- Silas Malafaia- defende fatores ambientais


http://www.youtube.com/watch?v=iTVGH6rfE4M

Video 3- Resposta ao Geneticista por outro geneticista




O mais novo manual de psiquiatria diz sobre a formação do gênero:
"o termo gênero surgiu a partir da constatação de que, para indivíduos com indicadores biológicos conflitantes ou ambíguos de sexo (i.e., "intersexuais"), o papel desempenhado na sociedade e/ou a identificação como masculino ou feminino não poderiam ser associados de maneira uniforme com ou ser preditos a partir de indicadores biológicos e, mais tarde, de que alguns indivíduos desenvolvem uma identidade masculina ou feminina em desacordo com seu conjunto uniforme de indicadores biológicos clássicos.
Assim, o termo gênero é utilizado para denotar o papel público desempenhado (e em geral juridicamente reconhecido) como menino ou menina, homem ou mulher; porém, diferentemente de determinadas teorias construcionistas sociais, os fatores biológicos, em interação com fatores sociais e psicológicos, são considerados como contribuindo para o desenvolvimento do gênero. (DSM V, p. 451)

Veja trechos do debate e depois uma resposta em vermelho:

Silas: "Ninguem NASCE Gay; homossexualismo é um comportamento...não exite ordem cromossomica homossexual"
Eli: "é difícil saber o que vc quer dizer como o que "não é de nascença, é comportamento"...eu acho que o que vc quer dizer e se há uma contribuição de coisas herdadas biologicamente para esse comportamento que é a orientação sexual...o que eu posso garantir é que há uma contribuição dos genes na manifestação da orientação sexual"
Resposta: Errado!! é fácil saber que o que o Pastor Silas está combatendo é o DETERMINISMO  GENÉTICO, INATISMO!!!  tão divulgado pelos homossexuais!!! 

Eli: dá uma olhada nesta tabela , são estudos desde a dec de 50 ...a concordancia entre os gemeos monozigóticos é sempre maior que os gemeos dizigóticos,... então o que a GENÉTICA tá dizendo é que dá para ver que quando um gémeo é homossexual o outro também é, e a chance do outro também ser aumenta conforme aumenta o parentesco genético, a similaridade genética. Então como é que você tá dizendo que  a genética não influencia na orientação sexual?"
Resposta: 
1- Errado, o que as pesquisas mostram que a probabilidade de que quando um dos irmaõs gêmeos idênticos ser gay e o outro tambem, é maior do que nas outras pessoas.(Segundo o quadro apresentado) Se existisse determinismo genético quando um gemeo é gay o outro também seria

2- Mesmo assim o livro citado na sua conclusão diz: "Nesse momento poucas conclusões podem ser afirmadas com exatidão sobre o determinismo genéticos e ambientais na orientação sexual" (Handbook of Behavior Genetics cap. 29-Genetic and Enviromental Influences on Sexual Orientation)


Gabi:Vc sabe que as últimas pesquisas andaram mapeando o cérebro de gente aí"
Silas:" não deu nada"
Eli:  "jornalista tá sabendo mais que o paastor psicólogo"
Resposta: O que o Silas quis dizer que isso não prova um determinismo genético homossexual, visto CONTEXTO.

Eli: "homens homossexuais mostram similaridades cerebrais a mulheres heterossexuais"
Resposta:
1- o Eli mesmo disse que ( Em 15:30): "a natureza não é desse jeito em determinar o que é fêmea e o que é macho,em muito menos em seres humanos  onde há contribuição da cultura  e do meio ambiente"
2- Essas similaridades não dizem respeito a ORIENTAÇÃO SEXUAL. Veja abaixo:
"Os resultados mostraram que homens heterossexuais e mulheres homossexuais têm características cerebrais semelhantes, e a mesma coisa aconteceu entre mulheres heterossexuais e homens gays. Por exemplo, o hemisfério cerebral direito, que controla as capacidades espaciais e senso de orientação, é maior que o esquerdo nos homens heterossexuais e mulheres homossexuais, já entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais os hemisférios direito e esquerdo têm o mesmo tamanho. Esse fato poderia explicar dados obtidos anteriormente, que mostravam que homens gays e mulheres heterossexuais apresentam, em média, um senso de direção inferior que o apresentado por homens heterossexuais.

Esses resultados são importantes porque foram avaliados sistemas cerebrais não relacionados com o comportamento sexual. Em estudos anteriores, ao mostrar rostos atraentes os pesquisadores tinham observado que estruturas cerebrais relacionadas com o comportamento sexual reagiam de forma semelhante entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais (respondiam a fotos de homens bonitos) e entre mulheres homossexuais e homens heterossexuais (respondiam a fotos de mulheres bonitas). Mas semelhanças entre estruturas cerebrais relacionadas com o comportamento sexual podem ser resultado da opção sexual e não causa dela. Assim, quando comparamos características neutras desde o ponto de vista sexual (tamanho do cérebro, funcionamento emocional ante estímulos não sexuais), fica difícil acreditar que essas diferenças sejam a consequência de ter assumido determinada preferência sexual. Mas para ter mais certeza sobre isso, o grupo da pesquisadora Savic está estudando agora assimetrias cerebrais em recém nascidos, na tentativa de ver se essas diferenças podem ser utilizadas para prever a orientação sexual futura.

Os resultados mostraram que homens heterossexuais e mulheres homossexuais têm características cerebrais semelhantes, e a mesma coisa aconteceu entre mulheres heterossexuais e homens gays. Por exemplo, o hemisfério cerebral direito, que controla as capacidades espaciais e senso de orientação, é maior que o esquerdo nos homens heterossexuais e mulheres homossexuais, já entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais os hemisférios direito e esquerdo têm o mesmo tamanho. Esse fato poderia explicar dados obtidos anteriormente, que mostravam que homens gays e mulheres heterossexuais apresentam, em média, um senso de direção inferior que o apresentado por homens heterossexuais."
jornal Folha da Região, Araçatuba, SP, em 21/06/2008)

Imagens de ressonância magnética funcional do cérebro de homens heterossexuais (HeM), mulheres heterossexuais (HeW), homens homossexuais (HoM) e mulheres homossexuais (HoW). Observar as semelhanças do padrão de ativação do corpo amigdalóide, fundamentalmente entre HeM e HoW.
Silas: "o que exsite é ordem cromossômica de macho e fêmea"
Eli: que ordem sexual? Em maméferos o macho é XY e a fêmea XX, mas  em borboletas e aves o macho é ZZ e a Fêmea ZWe  em algusn repeteis o macho é determinado pela temperatura do ovos. Não, a natureza não é ´rigida desse jeito em determinar o que é fêmea e o que é macho,em muito menos em seres humanos  onde há contribuição da cultura  e do meio ambiente"
Respsota: 
1-Nenhum dos exemplos dele mostra ordem genética homossexual, e sim macho e femea!!!
2-O x da questão a identidade sexual biológica em humanos é macho e femea e determinada biologicamente e a idenidade sexual (psicológica) e a orientação sexual dependem tambémde fatores ambientais e não só geneticos!!!

Silas:"... homem ou mulher por determinação genética e homossexual por preferencia aprendida ou imposta."
Eli: "Isso é uma forma totalmente inadequada de ver como os gens influenciam no comportamento...isso é determinismo genético"
Resposta:
O que o Silas tá combatendo é a tese que as pessoas nascem homossexuais!!!!  elas nascem com sexo biológico macho e fêmea e não homossexual!!! iso tá claro no vídeo!!!
Nem o Silas nem vc defende determinismo genético no comportamento sexual!!!!

Silas: "46 por cento dos homosseuxias foram abusados sexualmente"
Eli: E esse estudo que eu achei ´´e esse aqui..."
Resposta: 
O estudo ictado pelo Malafaia é do livro: "nascido gay" e não desse estduo citado


Silas: "gemeos iguais...35 por cento dos gemeos que são homossexuais ou outros 65 por cento são hetero"
Eli: "quanto mais similaridade genética,  mais probabilidade de que ambos sejam gays.Logo há base genetica para homossexualidade,"
Resposta: O Silas ´ta combatendo o determinismo genético homossexual (inatismo gay)

Silas: eu to falando de nascer homossexual, eu to falando de genética"
Eli: "não voce tá falando de inatismo, ...coisa que tá morta"
Respsota: O Silas tá combatendo o inatismo com a genetica mostrando que se houvesse o inatismo, os gemeos identicos quando um fosse gay o outro necessariamente seria!!!

Silas: abusados por parentes, por vizinhos"
Eli Não respondeu a pergunta da Gabi. Se uma pessoa tem atração por pessoas do mesmo sexo isso faz dela pedófila e homossexual, são duas coisas bem distintas, aliás a maioria dos pedófilos são heterosexuais. De onde vem a homossexualidade de quem faz o abuso?
Resposta: Como vc mesmo disse, não vem de um inatismo genetico homossexual!!!

Gabi: "por que os animais fazem sexo com outros do mesmo sexo ... e não são perturbados na Local outra sexualidade?
Silas: "eles não nascem homossexuais"
Eli: São conhecidas cerca de 1500 especies que praticam relações homossexuais e a razão é mais ou menos a mesma que nos humanos, existe variação na natureza"
Resposta:
 1-Esses animais tem na sua maioria comporamento bissexual como a propria Gabi afirmou,,, especialmente no cio, sendo muitas vezes uma homossexualidade compensatória!!
2- Os animais agem pro instinto e o homem tem racionalidade, assim os animais praticam INCESTO E  COMEM SEUS FILHOS!!! Devemos ter o comportamento animal como padrão de comportamento?
3- A fonte dele parece ter sido a Wikipédia, mas ele omitiu o fatos:
comportamento homossexual em animais refere-se à evidência documentada de comportamento homossexual e bissexual em várias espécies não-humanas. Tais comportamentos incluem sexonamoroafeição e parentalidade entre animais do mesmo sexo. Uma pesquisa de 1999, feita pelo pesquisador Bruce Bagemihl, mostra que o comportamento homossexual já foi observado em cerca de 1.500 espécies animais, variando de primatas a vermes intestinais, e é bem documentado em 500 delas.1 2 O comportamento animal sexual toma muitas formas diferentes, mesmo dentro da mesma espécie. As motivações e implicações de tais comportamentos têm ainda de ser totalmente compreendidas, uma vez que a maioria das espécies ainda não foram totalmente estudadas.3 De acordo com Bagemihl, "o reino animal [faz] isso com muito maior diversidade sexual - inclusive homossexual, bissexual e sexo não-reprodutivo - do que a comunidade científica e a sociedade em geral estão previamente dispostas a aceitar."4 A pesquisa atual indica que várias formas de comportamento sexual homossexual são encontradas em todo o reino animal.5 Uma nova revisão feita em 2009 das pesquisas já existentes mostrou que o comportamento homossexual é um fenômeno quase universal no reino animal, comum em várias espécies.6 Esse tipo de comportamento sexual é mais registrado em espécies sociais. De acordo com o que disse a geneticista Simon Levay em 1996, "embora o comportamento homossexual seja muito comum no mundo animal, parece ser muito incomum que os animais tenham uma predisposição de longa duração para se engajar em tal comportamento à exclusão das atividades heterossexuais. Assim, uma orientação homossexual, se é que se pode falar de tal coisa nos animais, parece ser uma raridade."7 Uma das espécies em que a orientação homossexual exclusiva ocorre, entretanto, é a da ovelha domesticada (Ovis aries).8 9 "Cerca de 10% dos carneiros (machos) se recusam a acasalar com fêmeas, mas prontamente se acasalam com outros carneiros do mesmo sexo."9
http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade_no_reino_animal
Eli:Exsite uma molecula que contribui para o odor masculino , androsterona...e os homens homossexuais são mais sensiveis a esse cheiro que os heterosexuais!!!!
Resposta: São sensiveis por que???  Não seria visto o costume com o cheiro?  veja abaixo:

Esse estudo parece ser uma interessante ponte entre o funcionamento biológico (na relação 
entre funcionamento hormonal e função cerebral) e a orientação sexual, contudo, não contribui para 
a compreensão dos determinantes da orientação sexual humana.
Em 2009, a influência da orientação sexual do homem na percepção de androsterona foi investigada. Para tal, foram selecionados 13 homens  homossexuais e 14 homens heterossexuais que, ao serem expostos à androsterona, tiveram que fazer uma avaliação subjetiva do odor (intensidade, prazer, desprazer e familiaridade) e reportar suas emoções. Além disso, a sensibilidade (capacidade de perceber
o estímulo) de cada um foi medida. Ácido isovalérico foi usado como substância controle. Demonstrou-se que homossexuais possuíam uma capacidade muito maior de perceber o odor de androsterona que os heterossexuais apesar de não diferirem desses em relação à sensibilidade à substância controle.
Contudo, os grupos não diferiram no julgamento de suas emoções em resposta à androsterona ou à
substância controle...Logo, não é possível até o momento relacionar 
a inl uência que o nível circulante de testosterona em homossexuais exerce na capacidade aumentada dos homossexuais em perceber androsterona. Outro fator que poderia inlfluenciar nessa maior sensibilidade 
seria o da sensibilização adquirida à androsterona devido a repetida exposição ao odor do parceiro 
sexual.
.
.http://www.neurobiologia.org/ex_2012/20%20art.pdf

Conclusão: Ninguém nasce homossexual, se torna homossexual e os fatores biológicos não determinam o comportamento homossexual

Veja o que diz este Psiquiatra:  http://dradnet.com/section1/ninguem-nasce-gay.html








3 comentários:

  1. "Ninguém nasce homossexual, se torna homossexual e o s fatores biológicos não determinam o comportamento homossexual"
    Como assim? Poderia explicar melhor?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir